Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
44Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Dez Questões Acerca do Hinduísmo

Dez Questões Acerca do Hinduísmo

Ratings:

4.5

(4)
|Views: 10,484 |Likes:
Published by Hinduism Today
Hinduism Today's Ten Questions About Hinduism -- and Ten Terrific Answers, translated to Portuguese by Gustavo Cunha.
Hinduism Today's Ten Questions About Hinduism -- and Ten Terrific Answers, translated to Portuguese by Gustavo Cunha.

More info:

Published by: Hinduism Today on May 23, 2009
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF or read online from Scribd
See more
See less

10/21/2013

 
    E 
    N
  S
  E
  I
G
N
M  
E  
N    
T    
H  
D
 O
  U
    D
             I
   S
  C
  E
 R
N
I
E  
N   
T    
O   
E   
D  
U  
 A
C
 I
 O
  N
A
    L
O Deus Vishnu paira sobre o grandeoceano da Verdade. Ao seu redor, dezpássaros ruidosos—simbolizando dezidéias erradas sobre a religião Hindu—se afastam em múltiplas direçõesquando a sabedoria se faz presente.
E MAIS…
O Código de Condutado Hinduísmo: Yamas & Niyamas
Dez Questões
que as pessoas fazem acerca
Do Hinduísmo
...e dez respostas formidáveis!
©2009 Himalayan Academy, 107 Kaholalele Road, Kapaa, Hawaii 96746 USATradução de Gustavo Cunha, yogavaidika.blogspot.comCópias adicionais podem ser encomendadas contactando pamphlets@hindu.org
   a .   m   a   n   i   v   e   l
 
 A 
lguma vez foi encostado à parede com uma questão pro-
vocativa sobre Hinduísmo, até mesmo uma que realmentenão deveria ser tão difícil de responder? Se sim, não está so-zinho. Requer uma boa preparação e algum ajuste de atitude para
conantemente dissipar dúvidas sobre a sua fé sejam de colegas
de trabalho amigáveis, estudantes, transeuntes ou, especialmen-te, de evangelistas Cristãos. Na primavera de 1990, um grupo deadolescentes do Hindu Temple of Greater Chicago, nos E.U.A, en-viou um pedido a
Hinduism Today
para “respostas ociais” a nove
questões que lhes eram frequentemente feitas pelos seus colegas.Estas questões tinham causado perplexidade na própria juventudeHindu; e os seus pais não tinham respostas convincentes. Satguru
Sivaya Subramuniyaswami abraçou o desao
e providenciou as respostas seguintes às novequestões. Lendo compenetradamente a lis-ta para esta edição da revista, pensamos sercrucial adicionar uma décima questão sobrecastas, já que é a mais implacável crítica que oHinduísmo enfrenta hoje em dia.Vamos começar observando a atitude ater quando responder Primeiro, indague-se,
“Quem está a fazer a pergunta?” Milhões de
pessoas estão sinceramente interessadas noHinduísmo e nas muitas religiões asiáticas.Então, quando lhe perguntarem sobre Hindu-
ísmo, não seja defensivo, mesmo se quem ques-tiona parece confrontador. Invés disso, assuma
que a pessoa quer realmente aprender. Claroque, alguns apenas querem perturbar, irritare convert
ê
-los à sua visão. Se voc
ê
sentir queé esse o caso, sinta-se à vontade para sorrir ecordialmente retirar-se sem qualquer tentativa
em responder, a m de não acrescentar gasolina
às suas chamas.Com tudo isso em mente, é melhor nunca responder de uma for-
ma muito ousada ou imediata a uma questão sobre religião. Isso podelevar a confrontação. Ofereça um prólogo primeiro, depois retorne à
questão, guiando o inquiridor ao entendimento. O seu raciocínio e
ponderação conferem a garantia de que voc
ê
sabe do que está a falar.
Também lhe dá um momento para pensar e extrair do seu saberintuitivo. Antes de aprofundar uma resposta, pergunte sempre ao
inquiridor qual a sua religião. Sabendo isso, poderá dirigir-se ao seu
modo de pensar particular e tornar a sua resposta mais relevante.
Outra dica: tenha conança em si mesmo e na sua habilidade emdar uma resposta signicativa e educada. Mesmo dizendo “Peço
desculpa. Eu ainda tenho muito a aprender sobre a minha religião
e ainda não sei a resposta a isso” é uma resposta signicativa. A
honestidade é sempre apreciada. Nunca receie admitir aquilo quevoc
ê
não sabe, pois isso confere credibilidade àquilo que voc
ê
sabe.
Aqui estão quatro prólogos que podem ser usados, de acordo com asituação, antes de verdadeiramente responder uma questão.
1)
“Ficomuito contente por voc
ê
estar interessado na minha religião. Talvez
voc
ê
não saiba que uma em cada seis pessoas no mundo é Hindu.”
2)
“Muitas pessoas me perguntam sobre a minha tradição. Eu não sei
tudo, mas tentarei responder as suas questões.”
3)
“Primeiro, saibaque no Hinduísmo não é somente importante a crença e o entendi-mento intelectual. Os Hindus colocam maior valor na experi
ê
ncia
pessoal destas verdades.”
4)
O quarto tipo de prólogo é repetir aquestão para perceber se a pessoa realmente declarou aquilo quequer saber. Repita a questão nas suas próprias palavras e perguntese entendeu a sua pergunta corretamente. Se for uma questão com-plicada, pode começar por dizer, “Filósofos passaram vidas inteiras
a discutir e reetir questões como essa, mas eu farei o meu melhorpara explicar.”
Tenha coragem. Fale a partir da sua menteinterior. Sanatana Dharma é um caminhoprático, não um dogma, e assim a sua expe-ri
ê
ncia em responder questões irá ajudá-lono seu próprio progresso espiritual. Voc
ê
 irá aprender pelas suas respostas se escutara sua mente interior falar. Isto pode até ser bastante divertido. O professor atento apren-de sempre mais que o aluno.Após o prólogo, aborde a questão sem he-sitação. Se a pessoa é sincera, voc
ê
pode per-
guntar, “Tem mais alguma questão?” Se ela
quiser saber mais, então elabore o melhorque puder. Use exemplos fáceis, do dia a dia.Partilhe aquilo que almas iluminadas e asescrituras do Hinduísmo disseram sobre oassunto. Lembre-se, não podemos assumirque todos os que perguntam sobre Hinduís-
mo sejam insinceros ou estejam a desaar a
nossa fé. Muitos estão apenas a ser amistosos
ou a fazer conversa para o conhecer. Então não que à defesa nem
leve isso muito a sério. Sorria quando der a sua resposta. Seja aberto.Se a segunda ou a terceira questão é sobre algo que voc
ê
não sabe,
voc
ê
pode dizer, “Eu não sei. Mas se voc
ê
está realmente interessado,
eu descubro, envio-lhe alguma literatura por correio ou empresto-
lhe um dos meus livros.” Sorria e tenha conança enquanto dá estas
respostas. Não seja tímido. Não existe questão que possa ser postanos karmas do seu nascimento que voc
ê
não possa responder comuma agradável resposta que satisfaça totalmente o buscador. Destaforma, pode fazer amigos para toda a vida.Cada uma das dez explicações está organizada com uma curta
resposta que pode ser memorizada, uma resposta mais longa, e uma
explanação detalhada. Muitos inquiridores carão satisfeitos com
a resposta curta e simples, por isso comece com essa primeiro. Usea explanação como informação de fundo para si mesmo, ou comouma resposta de conting
ê
ncia em caso de uma discussão losóca
mais profunda. Recursos adicionais em
http://www.himalaya-nacademy.com/basics/
2
 
hinduism today
Um sacerdote hindu responde inteligentesquestões de um respeitoso visitante
A mais prounda é da humanidade é agora um enómeno global. Estudantes, proessores, vizinhos e amigos têm muitos questões. Conceções erradas dissiminam-se sem controlo. Aquiestão dez respostas reetidas que pode usar para acabar com os mal-entendidos.
PRIMEIRA PARTE:
DEZ QUESTÕES
 
   d   i   n   o   d   i   a
 
dez questões que as pessoas fazem acerca do hinduísmo
 
hinduism today
3
C
ontrariamente às conceções erradas comuns, todos
os Hindus veneram um Ser Supremo, apesar de usarem no-mes diferentes. Isto porque os povos da
Í
ndia com línguas
e culturas diferentes entenderam o único Deus à sua maneira. Ao
longo da história surgiram quatro denominações Hindus prin-cipais—Saivismo, Shaktismo, Vaishnavismo e Smartismo. Paraos Saivitas, Deus é Siva. Para osShaktas, a Deusa Shakti é supre-ma. Para os Vaishnaivas, o SenhorVishnu é Deus. Para os Smartas—que v
ê
em todas as Deidades como
reexo do Único Deus—a escolha
da Deidade é deixada ao devoto.Esta perspectiva liberal Smarta é bem conhecida, mas não é a vi-são Hindu predominante. Devidoa esta diversidade, os Hindus sãoprofundamente tolerantes com asoutras religiões, respeitando o fac-
to que cada uma tem o seu próprio
caminho para com o Deus único.
Um dos entendimentos parti-culares no Hinduísmo é que Deusnão está lá longe, a viver num céuremoto, mas dentro de cada alma,no coração e na consci
ê
ncia, à es-pera de ser descoberto. Este en-tendimento que Deus está sempreconnosco dá-nos esperança e co-
ragem. Conhecer o Grande Único
Deus desta forma íntima e expe-
rencial é a meta da espiritualidade
Hindu.
Saiba mais:
O Hinduísmo étanto monoteísta e henoteísta. OsHindus nunca foram politeístas,no sentido que existem muitosDeus iguais. Henoteísmo (literal-
mente “um Deus”) dene melhor a
visão Hindu. Signica a veneração
de um Deus sem negar a exist
ê
n-cia de outros Deuses. Nós Hindusacreditamos no todo penetranteDeus que energiza o universo in-teiro. Podemos v
ê
-Lo no brilho dosolhos dos humanos e de todas ascriaturas. Esta visão de Deus existindo em todas as coisas e dando-
lhes vida é chamada de panenteísmo. É diferente de panteísmo, que
é a crença que Deus é o universo natural e nada mais. É tambémdiferente do teísmo estrito que diz que Deus está acima do mundo,afastado e transcendente. Pananteísmo é um conceito que abarca
tudo. Diz que Deus está no mundo e para além dele, tanto imanente
como transcendente. Esta é a mais alta visão Hindu.Os Hindus também acreditam em muitos Deuses que realizamvárias funções, como executivos numa grande corporação. Estesnão devem ser confundidos como Deus Supremo. Estas Divinda-
des são seres altamente avançados
que t
ê
m tarefas e poderes especí-
cos—não diferentes de espíritos
celestiais, soberanos ou arcanjosreverenciados noutras fés. Cadadenominação venera o Deus Su-premo e o seu panteão de seresdivinos.O que é, por vezes, confuso aosnão-Hindus é que os Hindus devárias seitas podem chamar o
Deus único por diferentes nomes,
de acordo com a sua denominação
ou tradição regional. A verdadepara o Hindu tem muitos nomes,mas isso não implica muitas ver-dades. O Hinduísmo dá-nos a li-
 berdade de aproximar-mo-nos de
Deus à nossa maneira, encorajan-do a multiplicidade de caminhos,sem pedir a conformidade a ape-nas um.Existe muita confusão acercadeste assunto, até mesmo entre
Hindus. Aprenda os termos certos
e as sutis diferenças neles, e po-
derá explicar as formas profundas
de como os Hindus v
ê
em a Divin-dade. Os outros irão deleitar-secom a riqueza dos conceitos in-dianos de Deus. Voc
ê
poderá que-
rer mencionar que alguns Hindus
acreditam apenas na RealidadeAbsoluta sem forma como Deus;outros acreditam em Deus comoo Senhor pessoal ou Criador. Esta
liberdade faz do entendimento deDeus no Hinduísmo, a mais velha
religião praticada ainda hoje, a mais rica fé de todas existentes naTerra.
Porquê que o Hinduísmo tem tantos Deuses?
Todos os Hindus acreditam num Deus Supremo que criou o uni- verso. Ele a tudo permeia. Ele criou muitos Deuses, seres espiri-tuais altamente avançados, para serem os Seus ajudantes.
Todos os Hindus veneram O Único Deus Supremo, que tem váriosnomes, dependendo de quem se refere a Ele. Hindus tambémreverenciam uma ordem de seres angélicos, chamados de Deusesnas línguas ocidentais. Acima, ao centro, está Siva, adorado comoo Supremo por todos os Hindus Sivaístas. Em Suas mãos estão os Deuses que Dele emanaram, como Senhor Ganesha.
   m   a   n   i   v   e   l

Activity (44)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 thousand reads
1 hundred reads
Pamela Rodriguesdacunha added this note
Nossa muito boa me ajudou um monte obrigado...
Rodrigo Marinho liked this
Mel Medy added this note
Ótima essa matériua, parabens :D
Muatilim liked this

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->