Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
5Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Catarina - Isaura, Para Sempre Dentro de Mim - Mia Couto

Catarina - Isaura, Para Sempre Dentro de Mim - Mia Couto

Ratings: (0)|Views: 376 |Likes:
Published by eli
Ana Catarina - nº 3 - 10º ano -
Ana Catarina - nº 3 - 10º ano -

More info:

Published by: eli on Jun 04, 2009
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF or read online from Scribd
See more
See less

06/09/2013

 
Mia Couto
“Na berma de nenhuma estrada”
 
Escola Secundária Artística António ArroioAna Catarina RibeiroNº310ºF2008/2009
 
A minha leitura
“Isaura, para sempre dentro de mim” 
é um conto que narra o amor inesquecível deIsaura e Raimundano.Isaura e Raimundano eram empregados domésticos na mesma casa, no tempocolonial. Ela, empregada de dentro, ele, de fora. Ambos eram muito jovens. Aos fins datarde, juntavam-se para Isaurinha contar as novidades, segredos dos seus patrõesbrancos e pegava nas beatas deixadas no cinzeiro do salão e chupava umas boaspassas. Chegava-se a Raimundano e
vizinhavam-se, cara com cara. Depois, boca comboca, os lábios faziam concha um no outro até o fumo sair dentro de Isaurinha paraele.
Até que, certa vez, o patrão os surpreende naquelas disposições. Raimundano,para defender Isaura, para que esta não fosse despedida, assumiu a culpa de tudo.Nesse mesmo dia fora expulso da casa e nunca mais ouvira falar da sua amadaIsaurinha.Vinte anos mais tarde, Isaura entra pelo bar como se entrasse pela última porta queencontrara, e lá estava Raimundano. Então, sentou-se na mesma mesa que ele e, semse olharem, recordaram, em poucas palavras, a infância. Isaura revelou-lhe quedeixara de o amar por ter mentido para a proteger. Isso fê-la sentir-se muito mal.Desde o momento em que Raimundano a defendera, o sentimento tombara.Raimundano pede-lhe:
-Sopre-
me outra vez um fumo Isaura. Um fuminho, só.”,nestas palavras, Isaura e Raimundano voltaram aos velhos hábitos mas, “Nessa tarde,
 eu fumei Isaurinha.
 
Frases interessantes
Pág. 40
“Praticávamos o quê? Fumigação boca
-a-boca? Uma coisa era de certeza,
meu endereço era o céu, nesses instantes.”
 Pág.42
“ Nessa tarde, eu fumei Isaurinha.”
 

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->