Welcome to Scribd. Sign in or start your free trial to enjoy unlimited e-books, audiobooks & documents.Find out more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
1Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
AGRUPAMENTODERIZOBACTERIASDEACORDOCOMSUASCARACTERISTICASMORFOLOGICASEMMEIODECULTURA

AGRUPAMENTODERIZOBACTERIASDEACORDOCOMSUASCARACTERISTICASMORFOLOGICASEMMEIODECULTURA

Ratings: (0)|Views: 13|Likes:
Published by james_jps8979
AGRUPAMENTO DE RIZOBACTERIAS DE ACORDO COM SUAS CARACTERISTICAS MORFOLOGICAS EM MEIO DE CULTURA - RESUMO EXPANDIDO - ENAMA 2008
AGRUPAMENTO DE RIZOBACTERIAS DE ACORDO COM SUAS CARACTERISTICAS MORFOLOGICAS EM MEIO DE CULTURA - RESUMO EXPANDIDO - ENAMA 2008

More info:

Published by: james_jps8979 on Jun 04, 2009
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

06/15/2009

pdf

text

original

 
AGRUPAMENTO DE RIZOBACTÉRIAS DE ACORDO COM SUASCARACTERÍSTICAS MORFOLÓGICAS EM MEIO DE CULTURAJames Pereira
1
; Francisco Carvalho¹; Morgana Santos
1
; Lindete Martins
1
; JaksonLeite
1
; Franciane França
1
; Diego Dourado
1
; Cristiane da Paz
1
.
1
UNEB-DTCS, C.P. 171, 48905-680, Juazeiro-BA. james.jps@gmail.com.
INTRODUÇÃO
O solo é considerado um dos habitats mais complexos do planeta, mas pouco seconhece quanto à sua diversidade microbiológica. A microbiota do solo possui papelimportante na produção agrícola e na influência e manutenção da sua qualidade, por issose torna de extrema importância o conhecimento dos seus habitantes para odesenvolvimento de uma agricultura mais sustentável. A caracterização morfológica decolônias de bactérias é importante como uma primeira aproximação para avaliação dadiversidade de populações microbianas (Fonseca et al., 2000).
OBJETIVOS
O objetivo deste trabalho foi isolar e agrupar rizobactérias presentes em solos de cultivode cucurbitáceas presentes no semi-árido nordestino, de acordo com as característicasmorfológicas de suas colônias em meio de cultura.
MATERIAL E MÉTODOS
O experimento foi conduzido no laboratório de fitopatologia do Departamento deTecnologia e Ciências Sociais - DTCS, da Universidade do Estado da Bahia - UNEB,Campus III, no município de Juazeiro – BA, no período de Novembro de 2007 a Janeirode 2008. As bactérias isoladas foram obtidas na rizosfera de solos das áreas de plantiode curcubitáceas da UNEB e no Projeto Mandacaru, Juazeiro - BA. As amostras foramcoletadas em ziguezague retirando pequenas porções da rizosfera, totalizando 10amostras.área
-1
, onde 30 gramas de solo foram diluídas em 50 mL de água destilada, eefetuadas as diluões seriadas de 10
-1
, 10
-2
, 10
-3
, e 10
-4
. Posteriormente foram plaqueadas alíquotas da solução em placas de Petri contendo meio nutritivo NYDAsolidificado para a obtenção de colônias isoladas e, por conseguinte, a obtenção deisolados puros para a posterior caracterização, onde se analisou os seguintes aspectos:tamanho (grande: maior que 5mm; média: 2 a 5mm; e pequena: menor que 2mm),forma (circular, irregular, rizóide, filamentosa e puntiforme), elevação (côncava,elevada, ondulada, protuberante, achatada e convexa), bordos (lisos, lacerados, lobados,filamentosos e ondulados), estrutura (lisa, granulosa, filamentosa, rugosa), brilho(transparente, translúcida e opaca), cor (incolor e pigmentada), aspecto (viscosa, úmida,membranosa e leitosa)e Teste de Gram (Gram positivas e Gram negativas) (Martins etal., 1997; Fonseca et al., 2000). Após a caracterização, os isolados foram submetidos à
 
conservação em água destilada esterilizada (ADE) (Mariano et al., 2005), totalizandoaté o momento 101 isolados divididos em 67 grupos.
RESULTADOS E DISCUSSÃO
A diversidade rizobacteriana realizada através da caracterização morfológica dos seusisolados pode ser observada na Figura 1, na forma de um Dendrograma relativo aosgrupos, obtido pelo programa NTSYpc 2.10m. A partir dos dados pode-se considerar que houve uma grande diversidade entre os isolados obtidos, variando ao nível de 66%ou apenas três características morfológicas em comum, e até 94% ou oito característicasmorfológicas em comum. Dentre as características analisadas, observou-se quetamanho, bordose a estrutura foram irrelevantes para diferenciar os isolados estudados, predominando aqueles com tamanho pequeno, bordo liso e estrutura lisa, com proporção de 75,24%, 60,3% e 90,0% respectivamente entre os 101 isolados. Ascaracterísticas como elevão, cor e brilho, foram muito relevantes para acaracterização final dos grupos, devido à sua grande gama de variações que ocorreramentre os isolados.
 
Figura 1.
Dendrograma de similaridade de 101 isolados bacterianos obtidos em solosde áreas de plantio de curcubitáceas. Juazeiro, UNEB, 2008.
CONCLUSÃO
O presente trabalho mostra que a caracterização morfológica é relevante no estudo dadiversidade da microbiota do solo, e que pode ser utilizada como uma ferramenta deestudo dos microrganismos. As maiores diferenças foram encontradas na elevação, cor e brilho das conias, sendo as características de tamanho, bordos e estruturairrelevantes. Trabalhos mais detalhados como análises genotípicas são necessários parauma determinação mais precisa dos agrupamentos.
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS
FONSECA MCC; ZAGO VCP; FERREIRA EPB; CÂMARA AFS; RUMJANEK NG.2000. Isolamento e caracterização morfológica de
 Pseudomonas
spp. fluorescentesnativas em sistemas de prodão agrícola. Comunicado cnico.
EMBRAPAAgrobiologia
, Seropédica. 43: 1-4.MARIANO RLR; SILVEIRA EB; ASSIS SMP; GOMES AMA. 2005. Identificação de bactérias fitopatogênicas. In: MARIANO, RLR; SILVEIRA EB. (Coords.).
Manual depráticas em fitobacteriologia
. 2. ed. Recife: Universidade Federal Rural dePernambuco, p.67-111.MARTINS LMV; XAVIER GR; NEVES MCP; RUMJANEK NG. 1997. Característicasrelativas em meio de cultura e a morfologia de colônias de “rizóbio”. ComunicadoTécnico.
EMBRAPA Semi-Árido
, Petrolina. 19: 1-14.
APOIO FINANCEIRO
PICIN – UNEB, FAPESB.

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->