Welcome to Scribd. Sign in or start your free trial to enjoy unlimited e-books, audiobooks & documents.Find out more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
34Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
O território paranaense: aspectos da ocupaçã e formação da estrutura produtivae as transformações na paisagem rural

O território paranaense: aspectos da ocupaçã e formação da estrutura produtivae as transformações na paisagem rural

Ratings:

5.0

(1)
|Views: 14,106|Likes:
Published by Sergio Fajardo

More info:

Published by: Sergio Fajardo on Jun 09, 2009
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

07/18/2013

pdf

text

original

 
O território paranaense: aspectos da ocupaçãoe formação da estrutura produtiva e astransformações da paisagem rural
Sergio Fajardo
1
Resumo:
O trabalho aborda a formação territorial do Paranáenquanto fruto de um processo econômico. Os objetivos do presente artigo incluem, nesse sentido, uma análise teóricainicial dessa realidade colocada. As fases, historicamenteidentificadas, apontam para uma ocupação espacial etemporal segmentada, em que a estrutura produtiva organiza-se em consonância com processos gerais da economianacional, caracterizada por dependência da lógica externa.O território paranaense, organizado perifericamente emrelação a São Paulo no século XX, continua, atualmente,extremamente dependente dos setores agropecuário eagroindustrial. Esse fato tem interferido diretamente nas políticas de desenvolvimento regional. Como resultado daação empresarial que reproduz a territorialidade econômicano espaço rural, as transformações acabam por definir também profundas alterações nas paisagens regionais.
Palavras-chave:
Território paranaense. Economia regional.Paisagem rural.
1
Professor do Departamento de Geografia da UNICENTRO. Doutorandoem Geografia pela UNESP, Campus de Presidente Prudente – SP. E-mail:sergiofajardo@hotmail.com . Endereço profissional. UNICENTRO. Departamentode Geografia. Rua Simeão Varela de Sá, 03. Vila Carli. GUARAPUAVA – PR,CEP: 85040-080.
Guairacá Guarapuava, PR 22 p. 95-117 2006
 
96
Abtract:
This work deals with the territorial formation of Parana State as a result of an economic process. The aims proposed to be reached here include, in this sense, an initialtheoretical analysis of this reality. The phases, historicallyidentified, point out to a segmented occupation concerning place and time, in which the productive structure isorganized according to general processes of the nationaleconomy, characterized by the dependence of the externallogic. Parana State territory, peripherally organized inrelation to São Paulo State, in the 20th century remains,currently, extremely dependent on the farming and agro-industrial sectors. This fact has intervened directly in the policies for regional development. As a result of the businessaction, which reproduces the economic territoriality inthe agricultural space, the transformations occurred alsodetermine deep changes in regional landscapes.
Key-words:
Parana State territory. Regional economy.Rural landscape.
Introdução
O Estado do Paraná é caracterizado, historicamente, por um povoamento que teve orientação nas diversas fases econômicas pelas quais percorreu (tropeirismo, madeira, mate, café e soja).Essas fases resultaram num processo de povoamento irregular,no qual parcelas do território foram sendo ocupadas segundo asmotivações de exploração econômica do momento.O início do povoamento, ainda no período colonial, envolveas disputas territoriais entre Portugal e Espanha. Como a maior partedo atual território paranaense pertencia à Espanha, o problema dedemarcação do território que seria o Paraná entre os séculos XVI eXVIII dificulta um esboço mais claro de sua ocupação nessa época.Esse período de dominação espanhola na parte ocidental do Paranáfoi caracterizado pela instalação de vários povoados e reduções jesuíticas.
 A Província del Guayrá
, a qual pertencia boa parte doatual território paranaense, tinha a população indígena, de milharesde pessoas, desenvolvendo atividades como o plantio de milho,
 
97mandioca, criação de gado e extração de erva mate, além de outrasocupações (SANTOS, 2001, p. 19-20). No século XVI, todas asreduções acabaram destruídas pelos bandeirantes paulistasMesmo após os tratados (como de Santo Ildefonso em 1777)e conflitos já no período imperial, como a Guerra do Paraguai, persistiram as dificuldades de fixação do território desmembradoda Província de São Paulo em 1853 (PADIS, 1980, p. 9-10). Asdisputas com Paraguai e Argentina e, posteriormente, com SantaCatarina (na questão do Contestado) avançaram até o início doséculo XX. Com isso, o Paraná viveu quase quatro séculos deestagnação econômica (NICHOLLS, 1971, p. 28).O início de um “esboço” do processo de industrializaçãotem suas raízes ainda no período do ciclo da Erva-mate. A chegadade imigrantes europeus contribuiu na composição dessa fase inicialda indústria, caracterizada pelo beneficiamento e empacotamentoda erva-mate (OLIVEIRA, 2001, p. 24), aliada à exploração damadeira e a produção do café na região norte do Estado, a economia paranaense foi se constituindo.É preciso enfatizar que o processo de ocupação econômicado território paranaense seguiu direcionamentos distintos, no tempoe no espaço, por meio de incursões e fluxos não muito definidos.
Momentos da ocupação econômica do Paraná
Ao tratar da evolução da estrutura agrária no Paraná, Konzene Zaparolli (1990, p. 159-161) apontam a existência de sete grandes“ciclos”
2
no processo de ocupação. Estes seriam:
Escravo-indígena
: iniciado com o estabelecimentode reduções jesuísticas que abrangiam várias regiões com asiniciativas espanholas de catequização indo até o período da açãodos bandeirantes paulistas.
Mineração
: com a busca de ouro entre o final do séculoXVI e início do século XX, há o surgimento dos primeiros
2
Ainda que essa terminologia “ciclos” é considerada aqui inadequada, entendendoque o termo “fases” é mais apropriado, essa relação com o processo global deformação econômica do país é interessante.

Activity (34)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
carolinaanabrito liked this
Jamile Coleti liked this
Julio Allievi liked this
Isabel Lazzarin liked this
Alberto da Rocha liked this
Paola Bazotti liked this

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->