Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
0Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Cronicas e Noticias

Cronicas e Noticias

Ratings: (0)|Views: 2|Likes:
Published by Orlando Brandão

More info:

Published by: Orlando Brandão on Aug 27, 2013
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

08/27/2013

pdf

text

original

 
Projeto Redigir – FALE/UFMGAtividade proposta por Carla Coscarelli e Daiane Evelyn
(Material do aluno)CRÔNICAS E NOTÍCIAS - COTIDIANOA casa das ilusões perdidas - Moacyr Scliar
Polícia investiga troca de bebê por casa.
Cotidiano
, 10 jun. 99Quando ela anunciou que estava grávida, a primeira reação dele foi de desagrado,logo seguida de franca irritação. Que coisa, disse, você o podia tomar cuidado,engravidar logo agora que estou desempregado, numa pior, você não tem cabeça mesmo,não sei o que vi em você, já deveria ter trocado de mulher havia muito tempo. Ela,naturalmente, chorou, chorou muito. Disse que ele tinha razão, que aquilo fora umairresponsabilidade, mas mesmo assim queria ter o filho. Sempre sonhara com isso, com amaternidade – e agora que o sonho estava prestes a se realizar, não deixaria que ele sedesfizesse.- Por favor, suplicou. – Eu faço tudo que você quiser, eu dou um jeito de arranjar trabalho, eu sustento o nenê, mas, por favor, me deixe ser mãe.Ele disse que ia pensar. Ao fim de três dias daria a resposta. E sumiu.Voltou, não ao cabo de três dias, mas de três meses. Àquela altura ela já estava comuma barriga avançada que tornava imposvel o aborto; ao -lo, esqueceu adesconsideração, esqueceu tudo – estava certa de que ele vinha com a mensagem que tantoesperava, você pode ter o nenê, eu ajudo você a criá-lo.Estava errada. Ele vinha, sim, dizer-lhe que podia dar à luz a criança; mas não paraficar com ela. Já tinha feito o negócio: trocariam o recém-nascido por uma casa. A casa quenão tinham e que agora seria o lar deles, o lar onde – agora ele prometia – ficariam parasempre.Ela ficou desesperada. De novo caiu em prantos, de novo implorou. Ele se mostrouirredutível. E ela, como sempre, cedeu.Entregue a criança, foram visitar a casa. Era uma modesta construção num bairro popular. Mas era o lar prometido e ela ficou extasiada. Ali mesmo, contudo, fez umadeclaração.- Nós vamos encher esta casa de crianças. Quatro ou cinco, no mínimo.Ele não disse nada, mas ficou pensando. Quatro ou cinco casas, aquilo era um bomcomeço.(Folha de S. Paulo, 14/6/99.)Após ler o texto, respondas as seguintes perguntas:
1)
Quem são os personagens dessa história?
2)
Qual a relação existente entre eles?
3)
O autor se refere aos personagens de forma precisa? Como ele se refere a eles?
 
Projeto Redigir – FALE/UFMGAtividade proposta por Carla Coscarelli e Daiane Evelyn
4)
Qual a possível intenção de Moacyr Scliar ao não nomear os personagens dessahistória?
5)
Esse é um tipo de texto mais objetivo, direto ou mais subjetivo? Justifique suaresposta.Uma vez respondidas as perguntas acima, veja a seguinte informação:Moacyr Scliar publica, semanalmente, uma crônica no caderno Cotidiano, do jornal Folhade São Paulo. Intencionalmente, suas crônicas são sempre criadas a partir de uma notícia dasemana.Sendo assim, responda as próximas perguntas:
6)
Como você imagina serem a manchete e a notícia a partir da qual Scliar criou acrônica “A casa das ilusões perdidas”? Você é um jornalista da Folha e precisaredigir essa notícia. Crie a manchete e a notícia e mostre para seus colegas. Vejaquais foram as maiores diferenças e maiores semelhanças entre as notícias criadas.Veja agora a notícia a partir da qual Scliar criou a crônica:
Criança trocada por casa é apresentada no PR:
Um dos quatro bebês trocados pelos pais por material de construção, cestas básicas eaté uma casa foi apresentado ontem pela manhã na sede do Sicride (Serviço deInvestigações de Crianças Desaparecidas) da Segurança Pública do Paraná.A criança estava em Curitiba com o engenheiro Antônio Ricardo Siqueira, 39, e acomerciante Luiza Helena Pereira, 39, havia cerca de um mês.O menino continuará com o casal, que foi indiciado em inquérito policial, até decisãofinal da Justiça. O casal foi indiciado sob acusação de venda ou troca de crianças, de acordocom o Estatuto da Criança e do Adolescente.A mãe da criança, a desempregada Maria do Nascimento, deverá ser indiciada eminquérito policial no início da próxima semana, segundo o delegado Harry Herbert, quecuida do caso.Ela teria entregue o filho em abril à curitibana Jurema Frumento, que teriaintermediado a troca da criança por uma casa.Jurema, que também foi indiciada, nega ter recebido qualquer quantia pela entrega. Elaafirma ter apenas ajudado a amiga, que é mãe solteira e não tem dinheiro.[...](Folha de S. Paulo, 12/6/99)
7)
Quais as principais diferenças entre o título da crônica e o da notícia?
 
Projeto Redigir – FALE/UFMGAtividade proposta por Carla Coscarelli e Daiane Evelyn
8)
Quais as principais diferenças entre a crônica e a notícia?
9)
Identifique, na notícia, frases e/ou expressões que marcam a objetividade (típicadesse gênero jornalístico). E depois identifique, na crônica, frases e/ou expressõesque marcam a subjetividade.
10)
Agora, procure notícias em jornais e revistas e tente criar possíveis títulos decrônicas a partir delas.
11)
Agora é a sua vez! Diferentemente do que faz Scliar, você vai criar, a partir de umacrônica (do próprio autor e também criada a partir de uma notícia), outros tipos detextos com o mesmo assunto. Dividam-se em grupos e cada grupo seresponsabilizará por criar um novo texto. Mãos à obra...-
Grupo 1:
Uma notícia de jornal para o caderno policial.-
Grupo 2:
O código de defesa das lesmas.-
Grupo 3:
O estatuto das lesmas.-
Grupo 4:
O blog das lesmas.-
Grupo 5:
O Twitter das lemas.

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->