Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
1Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Lesbicas Invisibilidades e Violencias

Lesbicas Invisibilidades e Violencias

Ratings: (0)|Views: 12|Likes:
Published by Arttemia Arktos

More info:

Categories:Types, Research
Published by: Arttemia Arktos on Sep 03, 2013
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

10/02/2013

pdf

text

original

 
Lésbicas: invisibilidades e violênciashttp://blogueirasfeministas.com/2013/08/lesbicas-invisibilidades-e-violencias/[28/08/2013 18:39:37]
 You are here:HomeGênero e Diversidade › Lésbicas: invisibilidades e violências
Texto de Ticiane Figueirêdo.
No dia 29 de agosto de 1999,pela primeira vez no país, asmulheres lésbicas se reuniramno I Seminário Nacional deLésbicas (Senale), realizado noRio de Janeiro. Como resultadosimbólico desta reunião, surgiua sigla LGBT (acrescida entãodo L, de lésbicas). E, ainda
sbicas: invisibilidades eviolências
 
Lésbicas: invisibilidades e violênciashttp://blogueirasfeministas.com/2013/08/lesbicas-invisibilidades-e-violencias/[28/08/2013 18:39:37]
1° Semana de Blogagem Coletivapela Visibilidade Lésbica e Bissexual,organizada pelo site True Love.
como referência à conquistadesta então visibilidade dentrodo próprio movimento que temcomo bandeira a diversidadesexual, foi instituído o dia 29 deagosto como o Dia daVisibilidade Lésbica.Infelizmente, 14 anos depois, as lésbicas ainda não sãoenxergadas dentro da nossa sociedade.Falar de visibilidade lésbica, ao meu ver, não é só falar queelas existem. É afirmar que elas existem e que são detentorasde direitos, os quais devem ser respeitados e protegidos. Érespeitar a sua orientação sexual, seu corpo, seu espaço, suavoz. Visibilidade lésbica, para mim, tem que ser algo porinteiro, caso contrário, não estaremos falando de visibilidade.
 A invisibilidade lésbica no discurso heteronormativo
No aniversário da Lei Maria da Penha, levantei a questão dodiscurso privilegiado das mulheres cisgêneras eheterossexuais, quando estas abordam a Lei 11.340/06, notexto:Lésbicas e trans* também são vítimas de violênciadoméstica. Porém, infelizmente não é só sob aquelacircunstância que as lésbicas — cis e trans*, são invisíveis. Istoporque, quando falamos de sexo, de métodos de prevenção dedoenças sexualmente transmissíveis, discriminação sexual no
 
Lésbicas: invisibilidades e violênciashttp://blogueirasfeministas.com/2013/08/lesbicas-invisibilidades-e-violencias/[28/08/2013 18:39:37]
trabalho, dentre tantos outros temas que sempre estãopresentes nas pautas feministas, a sororidade entre nós pareceser limitada e excludente.Acho importante ter consciência de que nosso discurso podeser opressor se, por conta dele, grupos de pessoas se sintammarginalizadas. Não falar da questão lésbica dentro das pautasfeministas é apaga-las da história, assim como nós, mulheresno geral, fomos apagadas da história predominantemente“feita” e contada pelos homens.Olympe de Gougesque o diga.
 A invisibilidade da orientação sexual lésbica
Sexo, orientação sexual e a própria sexualidade em si aindasão tabus em nossa sociedade, isto quando não são alvos deintolerância e violência como é o caso da lesbofobia,transfobia, homofobia, etc.A invisibilidade da orientação sexual lésbica é algo que achograve e que pode surgir da forma mais “sutil” naqueleconhecido questionamento: “Mas você nunca sentiu desejo porum homem?”, no qual o interlocutor não a enxerga como umalésbica e sim como uma mulher bissexual, no máximo. Quenão vê a possibilidade de que a sua orientação sexual lésbicaexista ou que no fundo, não respeita ou se importa com isso.Não respeita porque em sua visão heteronormativa, por vocêser mulher, em algum momento da sua vida vai se atrair porum homem. E, em consequência disso, é fácil perceber queem muitos casos, a sexualidade lésbica ganha “visibilidade”somente quando se faz presente em um filme pornô produzidopara deleite de homens heterossexuais. O que, por sua vez,representa a predominância do machismo e do patriarcadosobre as nossas vidas e nossa sexualidade, visto que só nos“liberta” para saciar os anseios e desejos sexuais masculinos.Ainda com relação à invisibilidade da orientação sexual lésbica,

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->