Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more ➡
Download
Standard view
Full view
of .
Add note
Save to My Library
Sync to mobile
Look up keyword
Like this
26Activity
×
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Os termos relativos ao segmento GLBT (gays, lésbicas, bissexuais e transgêneros) no contexto das Linguagens Documentárias

Os termos relativos ao segmento GLBT (gays, lésbicas, bissexuais e transgêneros) no contexto das Linguagens Documentárias

Ratings: (0)|Views: 7,625|Likes:
Esta monografia investiga a importância das palavras no contexto das linguagens, e do seu significado para as experiências de gays, lésbicas, bissexuais e transgêneros. Foi organizada com o objetivo de abranger os campos de estudos relacionados a investigação à qual o título se refere. Para isso, verifica como a linguagem vem sendo estudada, o seu processo de formação e sua importância para a integração humana às molduras culturais. Produz um breve histórico das Linguagens Documentárias - LDs -, ressaltando que elas preservam características ideológicas. E recupera a historicidade das categorias referentes a sexo e gênero por meio do estudo de termos relacionados a práticas culturais. O passo seguinte serve para demonstrar a organização dos sistemas pensados por Melvil Dewey e por Charles Cutter, consecutivamente a CDD [Código Decimal Dewey] e a LCSH [Library of Congress Subject Heading], analisando-os a partir do projeto moderno. E finalmente, destacar as transformações ocorridas a partir dos anos sessenta, onde o surgimento de novos sujeitos políticos que, aliados aos bibliotecários, reconheceram a importância da guarda de materiais, de centros de documentação e a necessidade de novos sistemas face à fragmentação em diversas identidades – GLBT -, dando origem a um novo campo de reflexões sobre a análise da documentação diante das aceleradas transformações sociais.
Esta monografia investiga a importância das palavras no contexto das linguagens, e do seu significado para as experiências de gays, lésbicas, bissexuais e transgêneros. Foi organizada com o objetivo de abranger os campos de estudos relacionados a investigação à qual o título se refere. Para isso, verifica como a linguagem vem sendo estudada, o seu processo de formação e sua importância para a integração humana às molduras culturais. Produz um breve histórico das Linguagens Documentárias - LDs -, ressaltando que elas preservam características ideológicas. E recupera a historicidade das categorias referentes a sexo e gênero por meio do estudo de termos relacionados a práticas culturais. O passo seguinte serve para demonstrar a organização dos sistemas pensados por Melvil Dewey e por Charles Cutter, consecutivamente a CDD [Código Decimal Dewey] e a LCSH [Library of Congress Subject Heading], analisando-os a partir do projeto moderno. E finalmente, destacar as transformações ocorridas a partir dos anos sessenta, onde o surgimento de novos sujeitos políticos que, aliados aos bibliotecários, reconheceram a importância da guarda de materiais, de centros de documentação e a necessidade de novos sistemas face à fragmentação em diversas identidades – GLBT -, dando origem a um novo campo de reflexões sobre a análise da documentação diante das aceleradas transformações sociais.

More info:

Published by: Claudio Roberto da Silva on Jun 28, 2009
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See More
See less

08/02/2013

pdf

text

original

 
 
Claudio Roberto da Silva
 
Os termos relativos ao segmento GLBT(gays, lésbicas, bissexuais e transgêneros)no contexto das Linguagens Documentárias.
Trabalho de Conclusão de Cursoapresentado ao Departamento deBiblioteconomia e Documentação daEscola de Comunicações e Artes daUniversidade de São Paulo.Orientadora
:
Prof 
a
.Dr
a
.Marilda LopesGinez de Lara
São Paulo2004
 
 2
 A falta de gosto é umaantilinguagem, assim como adoença ou a criminalidade. A pessoa de mau gosto não aprendeu suas lições,como o homossexual, como o judeu, como o negro.
 
Hubert Fichte
 
 3
 A G R A D E C I M E N T O S
 
Pensar sobre o percurso, é a melhor forma de agradecer a tantas pessoas quecaminharam junto comigo durante a graduação. Tenho poucas certezas, mas uma delas é ade que cheguei aqui por não estar sozinho. A trajetória às vezes foi branda, às vezesagitada, mas revelou que se em alguns momentos o ficar comigo era necessário, noutros ocontato com familiares, amigos, colegas e professores era muito importante.A colaboração surgiu através de caminhos diferentes, em épocas como a de hoje, atéas máquinas transmitem afetividade, pois as palavras, trocadas sobre o tema, chegavam natela do computador, ou eram passadas pelo telefone, tornando a escrita desse texto possível.As pessoas responsáveis por essa etapa, certamente, lotariam um palco enorme queouviriam meus aplausos de agradecimento.Sou grato ao corpo docente do Depto. de Biblioteconomia e Documentação daEscola de Comunicações e Artes – USP - que forneceu a fundamentação teórica eacadêmica fundamental à realização dessa reflexão. Quero expressar meu agradecimento,em especial, às professoras Anna Maria Cintra e Johanna Smit que acompanharam meupercurso de montagem do projeto e de produção da monografia. Os debates ocorridosdurante as disciplinas que ministraram estimularam uma reflexão apoiada num diálogofranco e que sinalizou questões que ainda não estavam suficientemente claras.Agradeço também ao professor José Augusto Chaves Guimarães por terpossibilitado o contato com o texto de Hope A. Olson, cuja leitura ajudou a sedimentaralgumas das idéias presentes nessa monografia, e a professora Daisy Pires Noronha por meajudar a sistematizar as normas ligadas às referências dos documentos utilizados e aapresentação padronizada deste trabalho.O encontro com Marilda Lopes Ginez de Lara foi definitivo para essa reflexão, osdesdobramentos da formação que obtive nos anos da graduação e a decisão em abraçar essaárea de estudos se devem a ela. Nas entrelinhas desse TCC reflorescem nossas conversassobre o tema. Além disso, é importante que se diga: muito obrigado professora, você soubeser orientadora sem passar por cima da autonomia do seu orientando.

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->