Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
14Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
São Cipriano

São Cipriano

Ratings: (0)|Views: 2,515|Likes:
Published by mandinas

More info:

Published by: mandinas on Jul 02, 2009
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

02/05/2013

pdf

text

original

 
São Cipriano (livro)
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
 São Cipriano
é um livropublicado em diversos países, inclusive noBrasil (pela Editora Eco, doRio de Janeiro), que contém diversosrituaisdeocultismo, mais especificamente magias( brancae negra), com múltiplas finalidades, inclusive para oquotidiano. O
 Livro de São Cipriano
hoje é uma verdadeira coleção, todos afirmando que são osverdadeiros livros de São Cipriano, mas, na verdade, São Cipriano só escreveu um:
 Livro de São Cipriano de Capa Preta
.
[Carece de fontes]
A lenda de São Cipriano - O Feiticeiro - confunde-se com um outro célebre Ciprianoimortalizado na Igreja Católica, conhecido como Papa Africano. Apesar do abismohistórico que os afasta, as lendas combinam-se e os Ciprianos, muitas vezes, tornam-seum só na cultura popular. É comum encontrarmos fatos e características pessoaisatribuídas equivocadamente. Além dos mesmos nomes, os mártires coexistiram, mas emregiões distintas.Cipriano – O Feiticeiro - é celebrado no dia 2 de Outubro. Foi um homem que dedicou boa parte de sua vida ao estudo das ciências ocultas. Após deparar-se com a jovem(Santa) Justina, converteu-se ao catolicismo. Martirizado e canonizado, sua popularidade excedeu a fé cristã devido ao famoso Livro de São Cipriano, umcompilado de rituais de magia.A fantástica trajetória do Feiticeiro e Santo da Antioquia, representa o elo entre Deus e oDiabo, entre o puro e o pecaminoso, entre a soberba e a humildade. São Cipriano é maisque um personagem da Igreja Católica ou um livro de magia; é um símbolo dadualidade da fé humana.
Índice
o
o
o
o
 
[editar] Dados da Obra
[editar] Título
O Antigo e Verdadeiro
Livro
Gigante
de São Cipriano
Atualmente tem-se informaçõesque há uma cópia do livro original guardado num salão restrito do Monsteiro de SãoFrancisco, na Paraíba-PB, fruto da repressão da igreja a este escrito, por isso foiescondido há muitos e muitos anos sob o domínio clérigo. O LivroO famoso Livro de São Cipriano foi redigido antes de sua conversão, mas o mistérioque envolve a vida do Santo interfere também em seu livro. Uma parte dos manuscritosfoi queimada por ele mesmo. A questão é que não se sabe quando, e por quem osregistros foram reunidos e traduzidos do hebraico para o latim, e posteriormente levados para diversas partes do mundo. No decorrer dos anos, o conteúdo sofreu alterações significativas. Houve uma adaptaçãode acordo com as necessidades e possibilidades contemporâneas; além da adequaçãonecessária na tradução para os vários idiomas. Esses fatores colocam em dúvida afidelidade das versões recentes, se comparadas às mais antigas.Atualmente, não é possível falar do Livro, mas sim dos Livros de São Cipriano. Asedições capa preta e capa de aço; ou aquelas intituladas como o autêntico, o verdadeiro,ou o único, enfatizam um mesmo acervo mágico central, e ainda exaltam o cristianismoe a vitória do bem sobre o mal. Porém, existem grandes diferenças no conteúdo.Enquanto alguns exemplares apresentam histórias e rituais inofensivos, outros apelam para campos negativistas e destrutivos da magia. Num aspecto geral, encontra-se instruções aos religiosos para tratar de uma moléstia,além de cartomancia, esconjurações e exorcismos. A Oração da Cabra Preta, Oração doAnjo Custódio e outras da crença popular também são inclusas (Magnificat, Cruz deSão Bento, Oração para Assistir aos Enfermos na Hora da Morte, etc.). Além dos rituaisde como obter um pacto com o demônio, como desmanchar um casamento e da caveirailuminada com velas de sebo. No Brasil, o Livro de São Cipriano é usado largamente nas religiões afro-brasileiras, ese tornou um "almanaque ocultista" de fácil acesso que se dilui na crendice popular. Háainda os mitos que o cercam: muitos consideram ser pecado possuí-lo ou simplesmentetocá-lo. De qualquer forma, o tema São Cipriano e tudo que o cerca, é um campo deestudo e pesquisa muito interessante para os ocultistas, religiosos e aventureiros.
 
[editar] Autor
Cipriano, oFeiticeiro(assim denominado para distinguir-se docélebre São Cipriano,  bispode Cartago).Filho de pais pagãos e muito ricos, nasceu em 250 d.C. na Antioquia, região situada entre a Síria e a Arábia, pertencente ao governo da Fenícia. Desde ainfância, Cipriano foi induzido aos estudos da feitiçaria e das ciências ocultas como aalquimia, astrologia, adivinhação e as diversas modalidades de magia.Após muito tempo viajando pelo Egito, Grécia e outros países aperfeiçoando seusconhecimentos, aos trinta anos de idade Cipriano chega à Babilônia a fim de conhecer acultura ocultista dos Caldeus. Foi nesta época que encontrou a bruxa Évora, onde teve aoportunidade de intensificar seus estudos e aprimorar a técnica da premonição. Évoramorreu em avançada idade, mas deixou seus manuscritos para Cipriano, dos quaisforam de grande proveito. Assim, o feiticeiro dedicou-se arduamente, e logo se tornouconhecido, respeitado e temido por onde passava.A Conversão CristãVivia em Antioquia a bela e rica donzela Justina. Seu pai Edeso e sua mãe Cledonia, aeducaram nas tradições pagãs. Porém, ouvindo as pregações do diácono Prailo, Justinaconverteu-se ao cristianismo, dedicando sua vida as orações, consagrando e preservandosua virgindade.Um jovem rico chamado Aglaide apaixonou-se por Justina. Os pais da donzela (tambémconvertidos à fé Cristã) concederam-na por esposa. Porém, Justina não aceitou casar-se.Aglaide recorreu a Cipriano para que o feiticeiro aplicasse seu poder, de modo que adonzela abandonasse a fé e se entregasse ao matrimônio.Cipriano investiu a tentação demoníaca sobre Justina. Fez uso de um pó que despertariaa luxúria, ofereceu sacrifícios e empregou diversas obras malignas. Mas não obteveresultado, pois Justina defendia-se com orações e o Sinal da Cruz.A ineficácia dos feitiços fez com que Cipriano se desiludisse profundamente perante suafé e se voltasse contra o demônio. Influenciado por um amigo cristão de nome Eusébio,o bruxo converteu-se ao cristianismo, chegando a queimar seus manuscritos de feitiçariae distribuir seus bens entre os pobres.As notícias da conversão e das obras cristãs de Cipriano e Justina, chegaram até oimperador Diocleciano que se encontrava na Nicomédia. Assim, logo foram perseguidos, presos e torturados. Frente ao imperador, viram-se forçados a negar a fécristã. Justina foi chicoteada, e Cipriano açoitado com pentes de ferro. Não cederam.Irritado com a resistência, Diocleciano ainda lançou Cipriano e Justina numa caldeirafervente de banha e cera. Os mártires não renunciaram, e tampouco transpareciamsofrimento. O feiticeiro Athanasio (que havia sido discípulo de Cipriano) julgou que astorturas não surtiam efeito devido a algum sortilégio lançado por seu ex-mestre. Natentativa de desafiar Cipriano e elevar a própria moral, Athanasio invocou os demôniose atirou-se na caldeira. Seu corpo foi dizimado pelo calor em poucos segundos.

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->