Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more ➡
Download
Standard view
Full view
of .
Add note
Save to My Library
Sync to mobile
Look up keyword
Like this
9Activity
×
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
VIOLÊNCIA E AGRESSIVIDADE NA JUVENTUDE

VIOLÊNCIA E AGRESSIVIDADE NA JUVENTUDE

Ratings:

4.5

(2)
|Views: 5,313|Likes:

More info:

Published by: Julio Cesar Galhardo de Siqueira on Jul 27, 2009
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, DOC, TXT or read online from Scribd
See More
See less

05/24/2013

pdf

text

original

 
VIOLÊNCIA E AGRESSIVIDADE NA JUVENTUDEAlice Toigo Nardi
RESUMO
Violência e agressividade na juventude, diz respeito ao ambienteviolento que envolve os jovens na atualidade. Este artigo explicita ostipos de violência e possíveis causas. Chegando a conclusão que os jovens agridem, por serem agredidos, por uma desumanadesigualdade social e que, uma sociedade solidária é possível, sehouver a união de todos os segmentos sociais.
Palavras-chave: Juventude; Violência; Sociedade.
1 INTRODUÇÃO
A violência é um fenômeno complexo e conseqüência de múltiplosfatores. É uma relação, isto é, ninguém é violento sozinho, precisaexistir sempre um outro, onde alguém causa danos a outro baseado naforça do poder, ou melhor dizer, é uma reação a uma determinadaação.E a crescente onda de agressividade e violência envolvendo crianças eadolescentes, principalmente nos grandes centros urbanos, de certo,tem suas causas. Se, violência é uma reação, a quem estão reagindo?Buscar compreender esta realidade, analisando as diversas formas deviolência e suas implicações é o objetivo deste estudo.
2 FORMAS DE VIOLÊNCIA
<!--[if !supportLists]-->
 
<!--[endif]-->Violência física - é uma pratica que pode acontecer em qualquer lugar, como no seio familiar, na rua, naescola, e pode ocorrer através de tapas, empurrões, socos e até mesmoarmas.<!--[if !supportLists]-->
 
<!--[endif]-->Violência verbal nos distinguimosdos demais seres vivos pela capacidade de conversar e dar sentido as palavras. Já dizia Padre Antonio Vieira em seus famosos Sermões(citado por SILVA; PAULINI, 2007, p.68): “o homem é um animalsociável, e nisso nos distinguimos dos brutos, embora nos considere piores feras que as feras, porque somos feras com entendimentos evontade”. Devido a isso, muitas pessoas fazem uso desta capacidade,
 
 para ferir através de calunias, palavras de desprezo, mentiras e etc.,machucando mais que atos físicos, pois suas marcas não saram.<!--[if !supportLists]-->
 
<!--[endif]-->Violência simbólica (moral)
 
 – Grupos que usam símbolos, imagens para se destacar de outros,discriminando e desprezado. É muito comum nas escolas, no trabalho,onde em grupos marcam determinados colegas transformando-os emobjeto de gozação. Imposição de ações humilhantes ou o cumprimentode tarefas impossíveis de realizar, para gerar a ridicularização públicano ambiente de trabalho e a humilhação do profissional.<!--[if !supportLists]-->
 
<!--[endif]-->Violência pedagógica
 
 – é a formamais sutil de violência e se esconde nas práticas educativas, nas palavras, nos olhares, nos risos, na indiferença, depreciação, emexpressões de descaso entre outras proferidas pelos professores.Produzindo nas crianças e adolescentes sentimentos de inferioridade,timidez e revolta, marcando-os pelo resto da vida. Henry Adams(citado por SILVA; PAULINI, 2007 p.81) afirma que: “o professor seliga à eternidade, ele nunca sabe onde cessa a sua influencia”.Por serem tratadas agressivamente essas crianças e adolescentes,submissas, dependentes e inseguras, reproduzirão ao crescerem, asmesmas práticas violentas. Como diz John Dewey (citado por SILVA;PAULINI, 2007 p.52): a educão não é preparação nemconformidade. Educação é vida, é viver, é desenvolver, é crescer”.
3 AGRESSORES OU AGREDIDOS?
 Não é necessário citar números estatísticos, pois, está estampado emtodos os jornais, telejornais e outros, a trágica realidade vitimandocrianças e adolescentes nos mais diversos pontos do mundo.Por quê? Quem são os culpados? Será que da para culpar osmesmos, por serem violentos e agressivos? Por seus viveresdestrutivos?O jovem é agressivo? Sim, porque é agredido e violentado.- Violenta-se o jovem ainda be, quando para buscar asobrevivência, mães são obrigadas a abandonar seus filhos em creches(Há violência maior?)
 
- Violenta-se o jovem sempre que os culpamos por seus atosviolentos, sem tentar descobrir, compreender e sanar a que agressor sedirigem.- Violenta-se o jovem quando a sociedade dificulta ou impede seuingresso e participação nos mais diversos segmentos sociais.- violenta-se o jovem sempre que é obrigado a ver na mídia osubornável meio político.- Violenta-se o jovem toda vez que cor de pele, estética, situaçãoeconômica é que faz a diferença.- Violenta-se o jovem toda vez que a sociedade discrimina suas preferências e estilos impedindo que construa e manifeste livrementesua personalidade.Já afirmava o grande filósofo Émile Durkheim (1858) (citado por SILVA; PAULINI, 2007, p.33):[...] se não me submeto às convenções do mundo, se ao vestir-me, nãolevo em conta os costumes observados em meu pais e em minhaclasse, o riso que provoco, o afastamento em que os outros meconservam, produzem, embora de maneira mais atenuada, os mesmosefeitos que uma pena propriamente dita. Não estariam os jovens, de várias formas, inclusive expondo suas próprias vidas, “gritando” ao mundo “adulto” sua indignação?Indignação com tanta indiferença, discursos vazios e leis que sósão aplicáveis aos excluídos, ou melhor aos diferentes em relação aoestereótipo da sociedade. Está a maioria dos
 
 jovens, sem perspectivas para o futuro, vitimas de uma sociedade excludente onde o acesso aotrabalho, saúde, cultura e lazer é para poucos, portanto, impedidos deconquistar a plena cidadania.
4 PROVÁVEIS CAUSAS DA VIOLÊNCIA
A sociedade está marcada pela corrupção, desrespeito à dignidadehumana e toda forma de desrespeito à dignidade humana é umaviolência e não apenas os crimes que deixam corpos ou feridos.Dignidade é o mínimo de respeitabilidade que um ser humano merecereceber do Estado e da população em geral.

Activity (9)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
Natalia Martins liked this
sergiokobaiashi liked this
sidneir22 liked this
wert2010 liked this
ivanface liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->