Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
8Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
RPG - Ebook - triade

RPG - Ebook - triade

Ratings: (0)|Views: 327|Likes:
Published by Daemon
Ebook oficial e gratuito.
http://www.daemon.com.br
Cenário original de jogo.
Ebook oficial e gratuito.
http://www.daemon.com.br
Cenário original de jogo.

More info:

Published by: Daemon on Aug 01, 2009
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

11/08/2012

pdf

text

original

 
Tríade
Versão de Teste 1.0
Por: Marcelo “Guaxinim” de Matos
Eu perdi o nome do autor da ilustração se você for o dono entre em contato urgente!!!
 
 Agradecimentos
-Aos meus pais, por seu apoio sempre fundamental.-Ao meu grande amor Vanesca “Meru” Cabral Corrêa, que é, e sempre será, minha musa inspiradora.-Ao Alexandre “Keenn” de Matos, meu grande “mano” que sempre me ajudou e deu apoio em todos osprojetos que eu acabo criando (não importando o quanto absurdo o projeto pudesse parecer).-A minha cunhadinha Valéria “Rinoa” Cabral Corrêa.-Ao Bruno W. Santos, por suas besteiras em campanha que sempre nos fazem rir; ao Wagner Silveira por sersempre este grande amigo, e ótimo musico.-A toda galera da minha turma de Geografia, em especial a: Andreza Abdalla; ao Emanuel “China” Mate; aoLeandro Osmar; ao Ismael “Laguna”; as inseparáveis Rafaela e Carol; ao Diego “Homem”; a Francielle; aMariana; ao Rafael Thiago; ao Rafael “Galego”; ao Fabrício “Pinguço”; a Silvane; a Juliana (namorada doGiovane “Gigante”); ao Aisur “mira, mira”; a Ieda “Paçoqueira”; e tantos outros que compõe o meu circulode amizades na faculdade.-Ao grupo Pet-Geografia (meu “trampo”), ao pessoal do grupo (quase todos): Vanesca (já citada), Paulo,Mateus, Carlos “Cadu” Eduardo, Milene, Flávia, Aline, Mariana, Regina e tutora Isa.-Ao Flavio Aráujo, que desenvolveu as regras dos Psionicos, esse cara tem futuro.-Aos Grandes: Albano Francisco S. (o necromante); ao Fernando “Chamado” Menezes; ao Lord dos PesadelosWullfgar; Ramuel Shepard; Magnus Petraak; entre outros grandes crânios do Sistema Daemon.-Ao Del Debbio, por todo o apoio e infraestrutura fornecidos.-Ao Gizmo por sempre responder minhas estranhas perguntas.-A FAED/UDESC por toda estrutura fornecida aos meus estudos.-E a Deus por ter me dado esta imaginação...Duvidas e Sugestões: guaxinim@superig.com.brOu visite minha HP: www.guaxinim.hpg.com.br
Edital:
Este Net-Book faz parte do projeto tríade que estou desenvolvendo, pretendo criar uma nova ambientação paracampanhas de RPG, o que você vai ler agora é só uma amostra do mundo de Tríade (as melhores informações eu estouguardando) se tiver alguma idéia entre em contato comigo.
Introdução
Este livro nasceu de algumas abstrações que tive ao longo de minha adolescência, principalmente meus 17 e 18 anos,todas minhas idéias e conceitos malucos estão aqui contidos. A principio este livro retrataria o que aconteceria em umfuturo próximo, baseando-me em toda a cosmologia da roda dos mundos que o Marcelo Del Debbio criou em seuslivros, mas ao começar a escrever notei que eu possuía uma visão de criação do universo (esta criação é abstrata eirreal, devo aproveitar este parênteses para explicar que tudo aqui é meramente fictício e que você não deve levar nadaa sério, feito o comentário necessário), então decidi criar tudo sozinho ou do nada como costumo dizer, o que éimpossível, pois tive ajuda de amigos e colegas, você mesmo pode ter me ajudado a criar este mundo e não sabe, amaioria dos NPCs aqui contidos são baseados em amigos e inimigos meus, seus sentimentos e suas ações são utilizadospara dar maior veracidade aos personagens que crio, tento dar vida a cada um deles, por isso não se espante se o nomede algum NPC lembrar alguém conhecido, pois provavelmente o seja.Este livro foi construído sobre quatro enfoques principais: o heroísmo medieval, o horror gótico, o cyberpunk eprincipalmente animes, parece estranho, mas não é, veja: todo o heroísmo medieval sobre lutas com espadas e armasbrancas em áreas pouco habitadas, exploração de antigos prédios destruídos em busca de armamento ou um item emespecial; o horror gótico de topar com o desconhecido, enfrentar seres indestrutíveis por meios mundanos, lidar comaquilo que você mais teme, entre outras; o clima cyberpunk que nem precisa se falar muito, pois estamos tratando detecnologia futurista, caso não acredite vá até o capitulo equipamento e veja com seus próprios olhos; e por ultimo oanime, pode parecer estranho, mais seres poderosos duelando entre os prédios não é a coisa mais original do mundo!E o melhor disso tudo é que você pode escolher como irá rolar suas campanhas, se irá permitir certos poderes,escolher se os jogadores vão ser realmente diferenciais, ou se não passarão de simples peões na guerra da tríade. Tudodepende do que o mestre quer realmente utilizar em campanha.O Autor
 
Histórico
“O planeta... Um astro que vaga pelo espaço em uma órbita definida. Uma massa de terra e areia. Mas não comoasteróides, meteoros ou cometas. Diante de um Planeta estes últimos tem tanta importância quanto poeira espacial.‘Mas o que faz de um planeta algo tão Importante Assim?’, você deve estar se perguntando. A resposta é simples:tudo. Tudo é ‘o motivo’. Porém, talvez, o, mas importante dentre tantos é o destino para o qual ele fora designado emtempos imemoriáveis... Um Planeta possui um grande motivo para existir: o de possuir a vida, de dar abrigo e proteção àqueles que possuírem vida... E apenas eles têm o poder de CRIAR a vida. Contudo, ao se fazer isso, osPlanetas sacrificam sua própria energia, mesmo que por um curto período de tempo (de um ponto de vista universalé claro). Utilizam-se de seu fluxo da vida para criar outros... Sangue de seu sangue... (...) Até que estes seres voltemde sua jornada e se tornem, novamente, um só com o Planeta... Isto é o que faz os planetas serem Planetas.”Final Fantasy VII 
 A Criação
Quando a primeira luz do mundo tocou na terra trouxeconsigo uma sombra, não se sabe quem projetou esta luz,mas sabe-se que foi dela que nasceram os dois seressupremos o Senhor da Luz e o Senhor das Sombras.Chegando em nosso mundo essas forças decidiram seestabelecer em um dos três planos de existência que alihavia.O Senhor da Luz se estabeleceu no plano mais alto parapoder ficar perto da luz, o Senhor das Trevas escolheu oplano mais baixo para se esconder da mesma, sobrandoapenas um dos planos inabitados o chamado plano médio.Milênios se passaram e com isso os dois supremos jáhaviam criados outras vidas e alterado a geografia de seuplano, cada um já havia criado o “seu lar”.Mas com o passar do tempo os supremos acabaram secansando disso. Foi então que o Senhor da Luz decidiucriar no plano médio, foram seiscentos anos de testes ecriações, mas finalmente o Senhor da Luz conseguiu forjarum mundo verde onde as plantas existiam aos milhares,cheias de formas e de vida.O Senhor das sombras, sentindo inveja das criações daluz, decidiu também criar na terra, e com toda sua forçalançou sobre ela seres escamosos e que podiam se movercom patas velozes, à maioria comia as plantas criaçõesda luz e outros comiam seres menores que a si mesmos,nascem os grandes répteis.Os grandes répteis dominaram o mundo por muito tempo,mesmo após uma segunda tentativa do supremo da luz,que originou pequenos seres peludos e alguns seresestranhos que viviam na água, eram seres pequenosdemais para se defender. A Grande Luz desistiu de criarno plano médio, pois as forças das trevas se mostravammomentaneamente superiores.Mas o Supremo da Luz não desistiu de criar invocou sobreseu plano sua força e fez uma grande descoberta, em seusdomínios seus poderes são quase que infinitos, e noinstante que fez esta descoberta ele criou o povo Celeste,seres de pura luz que futuramente ficariam conhecidoscomo anjos.Muitos Séculos se passaram, e o Iluminado continuava aapenas observar o que ocorria no plano médio, e via suaspequenas e fracas crias morrem nas garras das trevas, aúnica coisa que o alegrava eram os seus filhos de luz,seres belos que o inspiravam.Nada ele iria fazer em relação à terra até que um dia... ALuz se impressionou com uma visão que ele nuncaimaginaria presenciar, um pequeno e peludo humanóideutilizando um pedaço de madeira finamente acabadoderrotou um grande réptil que futuramente seria chamadode “T-Rex” foi uma vitória impressionante, a supremaluz finalmente havia encontrado um motivo, um bommotivo para salvar suas criaturas... A Suprema Luz haviaencontrado algo para ser salvo.
 A Primeira Guerra
Foi então que o Senhor da Luz reuniu seus filhos celestes,os abençoou e os presenteou com uma espada de fogocada um, reunindo seus filhos ele os enviou até a terranuma grande esfera de fogo que pode ser vista em váriospontos do mundo, quando esta bola de fogo atingiu o solo,os anjos se espalharam pelo globo atacando os seres dastrevas e os destruindo, muitos anjos perecerem nestegrande combate, mas no fim o Céu venceu, as forças dobem finalmente haviam superado as forças do mal...Após o ocorrido o iluminado pediu para seus Filhostrouxessem a ele a criatura que o fez encontrar motivospara salvar suas criações terrestres, e assim foi ao chegarno plano alto (hoje chamado de Céu) que o pequenohumanóide foi premiado com um poder imenso, um poderque poderia se comparar ao do próprio criador, fazendo opequeno e peludo ser, evoluir e se tornar muito parecidocom os celestes.O Supremo o batizou de Adam e o enviou novamentepara cuidar do plano médio... Para cuidar da nossa terra.Além disso, por ter vencido a guerra o Iluminado podereunir poder suficiente para eliminar e trancar a passagempara o plano médio das forças das trevas, ou seja, nenhumacriatura demoníaca poderia entrar no domínio divino.
 A Revolta do Leão
O tempo passou e a luz recriou todos os animais osacalmou, melhorou e os colocou sobre o domínio de Adamque pode batiza-los e vê-los crescer e evoluir.A Luz venceu, no fim das contas, as únicas duas coisasque chateavam a luz foram justamente a perda de algunsanjos mortos em batalha e principalmente a traição queela presenciou, traição esta cometida por sua mais belacriação Lucibel, este anjo não se agradou em defenderum plano feio e habitado por criaturas fracas, ele achavaque Adam não merecia este reino que quem o mereciaera ele e por isso ele decidiu se render a tentação e se uniras forças das trevas se tornando seu primeiro general Oni.

Activity (8)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
Braulio Menezes liked this
Renato Cardoso liked this
Tathiw liked this
johnscampos liked this
Misa Amane liked this

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->