Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more ➡
Download
Standard view
Full view
of .
Add note
Save to My Library
Sync to mobile
Look up keyword
Like this
72Activity
×
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Apostila de Direito Constitucional - Jose Afonso Da Silva

Apostila de Direito Constitucional - Jose Afonso Da Silva

Ratings:

4.0

(1)
|Views: 17,528|Likes:
Published by lisiadaniella1
Direito Constitucional I
Direito Constitucional I

More info:

Published by: lisiadaniella1 on Aug 05, 2009
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, DOC, TXT or read online from Scribd
See More
See less

05/28/2013

pdf

text

original

 
Resumo de Direito ConstitucionalAssunto:
 CURSO DEDIREITO CONSTITUCIONAL
Autor:
JOSÉ AFONSO DA SILVA
1
 
APOSTILA DE DIREITO CONSTITUCIONAL
José Afonso da Silva1ª ParteI - DO DIREITO CONSTITUCIONAL E DA CONSTITUIÇÃODIREITO CONSTITUCIONAL
Direito Constitucional é o ramo do Direito Público que expõe, interpreta e sistematiza osprincípios e normas fundamentais do Estado; é a ciência positiva das constituições; tempor 
Objeto
a constituição política do Estado, cabendo a ele o estudo sistemático dasnormas que integram a constituição. O
conteúdo científico
do Direito Constitucionalabrange à seguintes disciplinas:
-
Direito Constitucional Positivo ou Particular 
:
é o que tem por objeto o estudodos princípios e normas de uma constituição concreta, de um Estado determinado;compreende a interpretação , sistematização e crítica das normas jurídico-constitucionais desse Estado, configuradas na constituição vigente, nos seuslegados históricos e sua conexão com a realidade sócio-cultural.
-
Direito Constitucional Comparado:
 
é o estudo teórico das normas jurídico-constitucionais positivas (não necessariamente vigentes) de vários Estados,preocupando-se em destacar as singularidades e os contrastes entre eles ou entregrupo deles.
-
Direito Constitucional Geral 
:
delineia uma série de princípios, de conceitos e deinstituições que se acham em vários direitos positivos ou em grupos deles paraclassifica-los e sistematizá-los numa visão unitária; é uma ciência, que visageneralizar os princípios teóricos do Direito Constitucional particular e, ao mesmotempo, constatar pontos de contato e independência do Direito ConstitucionalPositivo dos vários Estados que adotam formas semelhantes do Governo.
DA CONSTITUIÇÃO1)Conceito:
considerada sua lei fundamental, seria, então, a organização dos seuselementos essenciais: um sistema de normas jurídicas, escritas ou costumeiras, queregula a forma do Estado, a forma de seu governo, o modo de aquisição e o exercíciodopoder, o estabelecimento de sus órgãos, os limites de sua ão, os direitosfundamentais do homem e as respectivas garantias; em síntese, é o conjunto de normasque organiza os elementos constitutivos do Estado.A constituição é algo que tem,
como forma
, um complexo de normas;
como conteúdo
, aconduta humana motivada das relações sociais;
como fim
, a realização dos valores queapontam para o existir da comunidade; e, finalmente,
como causa criadora e recriadora
, opoder que emana do povo; não podendo ser compreendida e interpretada, se não tiver em mente essa estrutura, considerada como
conexão de sentido
, como é tudo aquilo queintegra um conjunto de valores.
2
 
2)
Classificação das Constituições:
quanto ao conteúdo:
materiais e formais;
quanto à forma:
escritas e não escritas;
quanto ao modo de elaboração:
dogmáticas e históricas;
quanto à origem:
populares (democráticas) ou outorgadas;
quanto à estabilidade:
rígidas, flexíveis e semi-rígidas.A
constituição material
em sentido amplo, identifica-se com a organização total doEstado, com regime potico; em sentido estrito, designa as normas escritas oucostumeiras, inseridas ou não num documento escrito, que regulam a estrutura doEstado, o organização de seus órgãos e os direitos fundamentais.A
constituição formal
é o peculiar modo de existir do Estado, reduzido, sob formaescrita, a um documento solenemente estabelecido pelo poder constituinte e somentemodificável por processos e formalidades especiais nela própria estabelecidos.A
constituição escrita
é considerada, quando codificada e sistematizada num textoúnico, elaborado por um órgão constituinte, encerrando todas as normas tidas comofundamentais sobre a estrutura do Estado, a organização dos poderes constituídos, seumodo de exercício e limites de atuação e os direitos fundamentais.
Não escrita
, é a que cujas normas não constam de um documento único e solene,baseando-se nos costumes, na jurispruncia e em convenções e em textosconstitucionais esparsos. Ex. constituição inglesa.
Constituição dogmática
é a elaborada por um órgão constituinte, e sistematiza osdogmas ou idéias fundamentais da teoria política e do Direito dominantes no momento.
Histórica ou costumeira:
é a resultante de lenta formação histórica, do lento evoluir dastradições, dos fatos sócio-políticos, que se cristalizam como normas fundamentais daorganização de determinado Estado.São
populares
as que se originam de um órgão constituinte composto de representantesdo povo, eleitos para o fim de elaborar e estabelecer a mesma. (Cfs de 1891, 1934, 1946e 1988).
Outorgadas
são as elaboradas e estabelecidas sem a participação do povo, aquelas queo governante por si ou por interposta pessoa ou instituição, outorga, impõe, concede aopovo. (Cfs 1824, 1937, 1967 e 1969).
Rígida
é a somente alterável mediante processos, solenidades e exigências formaisespeciais, diferentes e mais diceis que os de formão das leis ordirias oucomplementares.
Flexível
é a que pode ser livremente modificada pelo legislador segundo o mesmoprocesso de elaboração das leis ordinárias.
Semi-rígida
é a que contém uma parte rígida e uma flexível.
3

Activity (72)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
paullo_poeta4567 liked this
Sandro Luiz liked this
nelsonlorenz liked this
Ricardo Silva liked this
Valdomiro Dull liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->