Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
0Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
A Patuleia_breve Apontamento

A Patuleia_breve Apontamento

Ratings: (0)|Views: 0|Likes:

More info:

Published by: Miguel Moraes E Castro on Nov 30, 2013
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOCX, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

11/30/2013

pdf

text

original

 
Levantamento popular de carácter predominantemente rural(1846-7)."Toma a força de explosão de cólera dos camponeses, para com os colectores de impostos e autoridades administrativas e judiciais(...)"."(...) o povo miúdo que desencadeou o movimento, sem organização política, sem instrucção e imerso no analfabetismo, será bem depressa ultrapassado pelos partidos políticos da
burguesia”.  “Cabral
 favoreceu uma intensa concentração capitalista que evidenciou o verdadeiro caracter do liberalismo económico(...)".A CONCENTRAÇÃO CAPITALISTA SOB A DITADURA DE COSTA CABRAL-Um dos seus fenómenos característicos; forte exploração do trabalho, especulação financeira estimulada pelo apoio do Estado.-"Os grandes capitalistas beneficiavam de importantes privilégios, graças à constituição de múltiplas companhias a que o governo concedia monopólios económicos a troco de empréstimos e adiantamentos ao Estado": -"A febre da especulação suscitada por este sistema económico improductivo satisfazia a grande burguesia financeira e atraia a participação de especuladores estrangeiros".
 
-"O caracter oligárquico do sistema sacrificava até várias facções da burguesia".
 
CAUSAS SOCIOECONÓMICAS DA REVOLTA
 
"Descontentamento que se acumulara contra o sistema capitalista do regime constitucional que, desde a sua instauração, provocara a ruina do pequeno campesinato. Conforme
Carta do Padre Casimiro Vieira 
 , de 6 de Julho de 1846, a D.Maria II:"(..)sobrecarregado de tributos, como nunca, desde a sua origem, tem visto reunir todos os seus cabedais nas casas dos funcionários públicos. Desesperado finalmente pela fome e carência de dinheiro, resolveu-se a morrer, ou a sacudir o pesado e tirânico jugo que tanto o tem afligido(...)".
 
"(...)O cadastro dos bens individuais tributáveis levantado por forçado imposto de repartição decretado em Abril de 1845 afrontava os pequenos proprietários(...)"
 
"(...) Quanto aos salários agrícolas, a situação acabava justamente de agravar-se devido a uma forte baixa, tornada mais sensível por uma subida do custo de vida"
 
"(...)A baixa de salários que se acentuou durante o governo de Costa Cabral, o aumento dos impostos e as consequências da usura, assim como a centralização administrativa, com todos os encargos adicionais dos selos, multas e taxas, constituíram os motivos verdadeiramente determinantes dos primeiros levantamentos(...)".
 
GENERALIZAÇÃO DA REVOLTA DA "MARIA DA FONTE"
 
"No espaço de poucos dias apenas(fins de Março, princípios de Abril),a revolta estendeu-se pelo Minho(...)".
 
"Assim, atacavam-se as municipalidades, órgãos da burguesia local, que nunca tomaram parte na revolta; e quando lançaram fogo aos arquivos foi para destruir não só as folhas dos impostos, mas também os registos das enfiteuses e dos encargos foreiros"
 
"(...) Faziam frente às tropas e muitas vezes substituíam as autoridades cabralinas por cidadãos em quem confiavam, eleitos em assembleias públicas(...)". "(...) A Convenção de Gramido assinada a 29 de Junho de 1847, e na qual "a Junta confiava a sorte do país à boa-fé dos governos
aliados”: invasão
 de espanhóis e ingleses com a anuência da França) que impuseram esse tratado, com o qual puseram fim à guerra cívil._______________________________________________________________  ___________ 
 

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->