Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
81Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Manual do Acólito Extraordinário

Manual do Acólito Extraordinário

Ratings:

5.0

(1)
|Views: 14,590 |Likes:
Published by Joaristides
Manual para a formação litúrgica de coroinhas ou acólitos extraordinário. Citação: GAMITO, José Aristides da Silva. Manual do Acólito Extraordinário. Conceição de Ipanema: Paróquia Nossa Senhora da Conceição, 2009.
Manual para a formação litúrgica de coroinhas ou acólitos extraordinário. Citação: GAMITO, José Aristides da Silva. Manual do Acólito Extraordinário. Conceição de Ipanema: Paróquia Nossa Senhora da Conceição, 2009.

More info:

Published by: Joaristides on Aug 23, 2009
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

01/07/2014

pdf

text

original

 
1
PARÓQUIA NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO
MANUAL DOACÓLITOEXTRAORDINÁRIO
 Para formação litúrgica de coroinhas
José Aristides da Silva Gamito (Org.)Conceição de Ipanema2009
 
2
SUMÁRIO
1. 
INTRODUÇÃO À LITURGIA .......................................................................................... 42. O MINISTÉRIO DO ACÓLITO ....................................................................................... 63. AS CELEBRAÇÕES LITÚRGICAS............................................................................... 114. A LITURGIA DA MISSA ................................................................................................. 205. A LINGUAGEM LITÚRGICA ........................................................................................ 236. O TEMPO LITÚRGICO .................................................................................................. 287. CUIDADOS PASTORAIS ................................................................................................ 38REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS ................................................................................ 39
 
3
INTRODUÇÃO
A elaboração deste manual surgiu da necessidade de oferecer um subsídio para aformação de acólitos extraordinários (coroinhas) em Conceição de Ipanema que nãocontivesse tantos equívocos litúrgicos. Quando se trata de liturgia, não seria correto falar deerros, pois cada tempo e cada cultura têm suas singularidades litúrgicas e nem por isso sãoconsideradas incorretas. Então, o mais sensato seria dizer que a formação litúrgica dequalquer fiel católico deve estar dentro da tradição do rito romano.O ministério do coroinha recomendado oficialmente pela Igreja. João Paulo II assim seexpressa na instrução
 Redemptionis Sacramentum
(Sacramento da Redenção), Nº 47:
É muito louvável que se conserve o benemérito costume de que crianças ou jovens,denominados normalmente assistentes (coroinhas), estejam presentes e realizem umserviço junto ao altar, similar aos acólitos, mas recebam uma catequese conveniente,adaptada à sua capacidade, sobre esta tarefa. Não se pode esquecer que do conjuntodestas crianças, ao longo dos séculos, tem surgido um número considerável deministros consagrados. Institucionalizar e promover associações para eles, nas quetambém participem e colaborem com os padres, e com os quais se proporcionam aosassistentes (coroinhas) uma atenção pastoral eficaz. (...). A esta classe de serviço aoaltar podem ser admitidas meninas e mulheres, de acordo com os critérios do Bispodiocesano e observando as normas estabelecidas.
 
Os coroinhas, definidos como jovens e crianças, prestam um serviço similar aosacólitos. Mas para isso devem receber uma formação catequética para saber como agir e oqual o valor de seu ministério. A este grupo são admitidas também meninas. Anteriormente,eram só meninos. Ser coroinha não é um agrado, um incentivo que se faz aos meninos. Émuito mais. É um serviço posto nas mãos das crianças reconhecendo que elas são tambémmembros ativos da comunidade. É uma função se seriedade e responsabilidade. Por isso, épreciso que sejam crianças que tenham freqüência na igreja e que sejam de idade que lhespermita executam bem as tarefas. Que não sejam tão pequeninas.
 José Aristides da Silva Gamito (Organizador)
 

Activity (81)

You've already reviewed this. Edit your review.
Daryl Hannah added this note
:)
Daryl Hannah liked this
1 thousand reads
1 hundred reads
Esta apostila é muito boa para nos acolitos saber mais um pouco do que jabemos esta aprovado
Josenildo Silva liked this
azizitempesta liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->