Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
55Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Introdução à Teologia

Introdução à Teologia

Ratings: (0)|Views: 7,315|Likes:
Published by Joaristides
Introdução à Teologia: José Aristides da Silva Gamito, Conceição de Ipanema, 2009.
Introdução à Teologia: José Aristides da Silva Gamito, Conceição de Ipanema, 2009.

More info:

Published by: Joaristides on Aug 23, 2009
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

07/15/2013

pdf

text

original

 
1
 INTRODUÇÃO À TEOLOGIA
Curso de Teologia Popular: Conceição de Ipanema, 2009
Conceito de teologia
A palavra teologia
1
vem da língua grega e significa “estudo sobre Deus”. Otermo foi criado pelo filósofo Platão (428-347 antes da Era comum). Agostinho (354-430 da Era comum) deu-lhe um sentido cristão. Atualmente,
é entendida como areflexão sistemática dos fundamentos da revelação.
Portanto, o seu objeto de estudonão é Deus em si. Porque se considerarmos a infinitude divina tal tarefa éimpossibilitada pela finitude da inteligência humana (HARBIN, 2001). Karl Barthafirma que só é possível falar de Deus de forma comparativa, a partir da experiência dohomem. Às vezes, a teologia é chamada de ciência. Esta classificação só pode ser feitaconsiderando-a apenas como uma forma de investigação racional da fé. A sua matériade estudo não é empírica.A disciplina estuda a realidade sobre Deus e sua relação com o homem. Arevelação é o ponto de partida e de delimitação da reflexão teológica. A revelaçãopossui seu lado divino porque é Deus quem se revela, e um lado humano, pois é ohomem que acolhe a verdade revelada. E na história, os homens da cada época refletemsobre o sentido do que foi revelado limitado pela sua compreensão. Portanto, existe umasó revelação, mas existem muitas teologias, pois os homens são diversos e diversas sãoas culturas.
Objetivo
O objetivo principal do estudo da teologia é o amadurecimento da fé, econsequentemente, o crescimento espiritual daquele que crê. No mundo contemporâneorecheado de avanços de toda natureza é necessário que as pessoas tenham consciênciadas suas escolhas, dentre elas está a religião. Esta deve ser a primeira a ser bemfundamentada e esclarecida. O apóstolo Pedro admoesta dizendo que é preciso que ocristão esteja pronto “a dar as razões da sua esperança a todo aquele que a pedir” (1Pd3,15). O cristianismo se encontra dividido hoje por herança de uma época deficiente deconhecimento bíblico e de esclarecimento do que significava essa religião.
Tipos
A teologia baseia sua reflexão na liberdade de pensamento e na experiência decada lugar e cada época. Devido a essa flexibilidade existem vários tipos de teologia, àsvezes, chamados de escolas. Dois modos de se fazer teologia são destacados: a teologiaclássica – que se restringe a assuntos estritamente religiosos e confessionais; e ateologia dinâmica – que se abre à reflexão sobre diversos aspectos da religião, de modocrítico e ecumênico. No Brasil, destacam-se a teologia pentecostal que se prende ao
1
Na língua grega, theós “Deus”, logos “discurso, razão, palavra”.
 
2
modelo clássico e a teologia da libertação que une de modo crítico fé e vida, cujoprincipal teólogo
2
é Leonardo Boff.
Método
Quando se fala de método, estamos dizendo da técnica ou do modo de estudarteologia para que haja garantia de uma reflexão de qualidade que seja classificada comoteológica. A teologia é uma disciplina baseada no raciocínio, análise e discussão a partirdos problemas da fé, tendo como base o texto bíblico
3
e a tradição eclesial
4
. Há aliberdade para se refletir sobre todo assunto, mas o princípio delimitador é a revelação.A verdade em teologia é o que é consoante ou harmônico com a revelação.
Divisões
A teologia possui muitos séculos de história, e como resultado do esforço dosteólogos de organizar todo o conhecimento sobre a doutrina cristã chegou a até nós umesquema de divisões da teologia por áreas. Cada área estuda um aspecto da revelação.A teologia se divide em dois ramos: especulativo e prático.O grupo especulativo está subdividido em: Teologia bíblica; Teologia dogmáticae Teologia moral. A teologia bíblica inclui a história, a técnica e a interpretação daBíblia. A dogmática sistematiza e explica as principais doutrinas cristãs. A moral estudaos valores e o comportamento cristão tanto pessoal quanto coletivo.O conjunto prático se subdivide em: Teologia espiritual, Liturgia, Teologiapastoral e Direito pastoral. A teologia espiritual estuda o processo de santidade do serhumano, a sua vida religiosa. A Liturgia estuda os ritos e seus significados. A teologiapastoral estuda a ação evangelizadora. O Direito pastoral estuda o regimento e asnormas da Igreja enquanto instituição.
Subdivisões
De modo harmônico e organizado, cada divisão da teologia possui outros ramosinternos chamados de tratados. Dentro da área especulativa, temos: A teologia bíblica écomposta de hermenêutica, exegese e teologia. A sistemática possui antropologia,teontologia, cristologia, pneumatologia, mariologia, cosmologia, protologia,soteriologia, eclesiologia, sacramentologia, escatologia, patrologia e história da Igreja.E dentro do âmbito prático, temos: A liturgia se divide em fundamental ehistórica. A pastoral se constitui de teorias e técnicas da evangelização. A espiritualprocura compreender o caminho da santidade (mística) e a prática para crescer nele(ascética). O Direito pastoral é estudo das normas que organizam a Igreja, contidas noDireito canônico.
As origens da teologia
2
Dá-se o nome de teólogo ao profissional que se dedica ao estudo dessa ciência.
3
O material recomendado para essa primeira fonte é uma boa tradução da Bíblica auxiliada por bonscomentários bíblicos.
4
A tradição eclesial é conjunto de tudo aquilo que a Igreja ensinou e viveu desde a antiguidade. Para seconhecer a tradição é bom ter em mãos: Catecismo da Igreja Católica e Compêndio do Vaticano II.
 
3
As origens da teologia estão na necessidade que os cristãos tinham de defender afé diante da sociedade do Império Romano durante o período das perseguições (de 64 a313 da Era comum). Quando as gerações foram se passando e o Evangelho corria orisco de ser mal interpretado, alguns apóstolos escreveram os livros do NovoTestamento para registrar a memória de Jesus. A partir do ano 95, surgiram os primeirosescritos que interpretavam pontos desses escritos ou da fé cristã. Mas somente a partirde 150, aparecem os chamados apologistas
5
. Estes eram filósofos e estudiosos que seconvertiam ao cristianismo e não se contentavam com as explicações do senso comum.Eles começaram uma literatura de defesa do cristianismo. O mais antigo que se conheceé Quadrato (HERRERA, pp.4-5).Depois da liberdade aos cristãos concedida pelo imperador Constantino, a Igrejacomeçou a sistematizar a sua doutrina através dos concílios, e mais escritores foramdebatendo esses temas. Então, no século VIII, João Damasceno escreveu a obra“Exposição da Fé ortodoxa”, iniciando-se a reflexão teológica. Assim, fez PedroLombardo no século XII, escrevendo “Sentenças”. Mas quem lançou o primeiro textoorganizado foi Tomás de Aquino, com a Suma Teológica. No século XIX, a teologia,através dos estudiosos alemães adotou o método científico, tornando-se crítica. Depoisdo Concílio Vaticano II, o esclarecimento da fé passou a ser interesse de todos, nãosomente de padres e pastores. Hoje muitos leigos são teólogos.
Problemas teológicos
Sempre quando resolvemos estudar um assunto, estamos em busca de algumasrespostas. A teologia possui suas principais perguntas nas quais se inserem os ramos dateologia. Temos as perguntas: Quem somos? De onde viemos? Qual o sentido da vida?Para onde vamos? No caso da teologia, essas respostas são iluminadas pela fé. Esses sãoos problemas primários. Os secundários provêm da investigação sobre a segurança queo cristianismo nos dá ao responder essas questões.
QUESTÕES EXISTENCIAIS QUESTÕES TEOLÓGICAS
01 Quem somos? Somos filhos de Deus em Cristo02 De onde viemos? Deus é o princípio de tudo03 Qual o sentido da vida? A vida sincera no Espírito04 Para onde vamos? Esperamos pela comunhão eterna com DeusA proposta cristã é umas das respostas em meio a tantas outras. É precisoconhecê-la para poder dialogar sabiamente com as outras.
QUESTÕES EXISTENCIAIS QUESTÕES CIENTÍFICAS
Quem somos? Organismo complexo, racional,
homo sapiens
 De onde viemos? Dos elementos da natureza/Big BangQual o sentido da vida? O sentido é construído individual/coletivamentePara onde vamos? Retorno indistinto à natureza
5
Apologista ou apologeta significa “defensor”, nesse caso, defensor da fé cristã.

Activity (55)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
Edson Santos Trindade added this note
muito legal
Camom T. Tomé liked this
Elizete Silva added this note
muito bom
mitsuomo liked this
Carlos Pereira added this note
muito bom, esclarecedor...
Wanderson Alvarenga added this note
Ótimo artigo.

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->