Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more ➡
Download
Standard view
Full view
of .
Add note
Save to My Library
Sync to mobile
Look up keyword or section
Like this
36Activity
×
P. 1
Bhagavad Gita (PDF)

Bhagavad Gita (PDF)

Ratings: (0)|Views: 6,916|Likes:
Published by osvaldo marmo
Uma reflexão sobre a Bhagavad Gita, a Canção do Bem-aventurado, o melhor da tradição védica.

A study about the Bhagavad Gita, The song of Divine, the best of vedic tradition.
Uma reflexão sobre a Bhagavad Gita, a Canção do Bem-aventurado, o melhor da tradição védica.

A study about the Bhagavad Gita, The song of Divine, the best of vedic tradition.

More info:

Published by: osvaldo marmo on Aug 25, 2009
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See More
See less

07/27/2013

pdf

text

original

 
REFLEXÕES SOBRE A BHAGAVAD GITA
OSVALDO LUIZ MARMO
 
 
Osvaldo Luiz Marmo
2
 
Reflexão sobre a Bhagavad Gita
Introdução
Este texto é uma reflexão aos ensinamentos da Bhagavad Gita - A Canção do Se-nhor -, a mais sagrada escritura da cultura espiritual da Índia e uma das mais importantesmensagens do Divino ao ser humano. Ela nos leva a uma importante reflexão sobre temasteológicos e filosóficos, mostrando toda a beleza da cosmogonia da Filosofia Vedanta. Estetexto não é uma tradução literal nem integral, é fruto da minha experiência em comentar aobra nos vários cursos que dei sobre o tema durante desde 1980, e foi elaborado com obje-tivo de resumir a Bhagavad Gita, mostrando sua essência para que o leitor se sinta tocadopela mensagem divina, e se convide a fazer uma leitura completa da obra. O estudo contí-nuo da Bhagavad Gita é um poderoso instrumento de despertar consciencial que nos leva aum profundo autoconhecimento, condição essencial para a auto-realização no caminho daLuz Serena.A Bhagavad Gita é considerada uma escritura revelada, cuja composição é atribuídaao grande mestre e sábio
Shrí Krishna Dvaipayana Vyasa
- que não confundir com o
Se-nhor Krishna
-, que sem dúvida nenhuma foi um dos grandes mestres espirituais da Índiaem todos os tempos.Composto por volta do século IV a.C., ela sintetiza o conhecimento das escriturasantigas, principalmente dos Vedas e dos Puranas, expondo-os em uma linguagem coloquialacessível às pessoas que não estão habituadas aos textos em linguagem filosófica.Como obra literária a Bhagavad Gita é parte da grande epopéia Mahabharata, umépico monumental da literatura indiana, com cerca de 200.000 versos, onde ela está inseridano capítulo 7, intitulado Bhishmaparvan ou Livro de Bhishma. Em sua estrutura final aBhagavad Gita contém 700 versos distribuídos em 18 capítulos e pode ser lida separada-mente do Mahabharata de onde foi extraída.
 
 
Osvaldo Luiz Marmo
3
 
O conteúdo literário do Mahabharata é uma grande metáfora onde questões éticas,metafísicas e espirituais que fazem parte da teologia (brahmavidya) dos Vedas são apresen-tadas no enredo do romance. O desenrolar da história nos leva a apreender a mensagemdivina pelos diálogos dos personagens, e no caso da Bhagavad Gita pela conversa entreKrishna e Arjuna na planície de Kurukshetra. Assim, a epopéia que conta a história do clãdos kauravas e dos pandavas torna-se um retrato vivo da vida e nos proporciona pausa parareflexão e exame de nossos valores e objetivos frente às grandes verdades espirituais.As histórias contidas no Mahabharata eram inicialmente levadas ao povo pelo cantodos bardos e menestréis em suas idas e vindas de aldeia em aldeia, por séculos e séculos,até que com o advento da escrita, por volta de dois séculos a.C., foram grafadas inicialmen-te em sânscrito e posteriormente em outras línguas regionais, como o híndi e o tâmil.O Mahabharata conta à história da origem de um feudo que teve seu início com adisputa da terra por duas grandes famílias do norte da Índia, os já mencionados clãs dospandavas e dos kauravas. A origem desses dois clãs nos é contado no primeiro capítulo doMahabharata, denominado Livro das Origens e tem seu ponto central na cidade de Hastina-pura, então regida pelo Rei Vicitravírya filho do antigo Rei Shatanu e da rainha Satyavatí.O épico em sua essência relata a luta dos dois clãs pela posse do reino e a querela tem seuponto culminante em um grande conflito entre os clãs, que culminou em uma batalha fratri-cida que teria ocorrido na planície de Hastinapura, a Planície dos Elefantes.O Mahabharata original composto por Vyasa tinha cerca de 10 % de seu volume a-tual e era denominado Jaya (Vitória). Com o tempo, o épico recebeu algumas interpolaçõessecundárias com a aposição de mais 24.000 novos versos, provavelmente compostos porum discípulo de Vyasa, de nome Vaishampáyana, que elaborou detalhes da personalidadedos personagens, e enriqueceu a história com diálogos cheios de sabedoria e motivos deprofunda reflexão filosófica sobre a vida e seus objetivos. As adições finais foram sendoacrescentadas por vaishnavas seguidoras de Krishna, elevando o volume da obra para seusatuais 200.000 versos, quando então o épico atingiu sua forma final no século II a.C., e pas-sou a ser denominada Mahabharata.

Activity (36)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
Nathan Virgílio liked this
Luíz Carlos liked this
Martyn Stubbs liked this
Roberto Péra added this note|
Teste
Eliana Venzi liked this
diegoczanella liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->