Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
8Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
História das Professoras Visitantes

História das Professoras Visitantes

Ratings: (0)|Views: 621|Likes:
Published by tinamcz

More info:

Published by: tinamcz on Aug 26, 2009
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

11/07/2012

pdf

text

original

 
 HISTÓRIA DAS PROFESSORAS VISITANTES 
 As professoras visitantes foram organizadas para que as mulheres da igreja recebaminstrução regular e serviço compassivo por meio de visitas mensaiscom contato pessoal com outros membros femininos da igreja. A finalidade é promover airmandade, apresentar mensagens inspiradas, e observar as necessidades temporais eespirituais em que os recursos da igreja possam ser úteis.Na prática, a presidente ou a líder de professoras visitantes da organização que auxilia nadivisão das duplas e as mantém em contato com suas famílias designadas por um períodode meses ou mesmo anos. Um contato mais freqüente é feito com as mulheres e as famíliasque possuem necessidades especiais, tais como aquelas novas na igreja, os pais menosativos, solteiras, divorciadas, viúvas, idosas, e aquelas que enfrentam doenças na familia ,morte, ou outras dificuldades. A necessidade dessa organização foi reconhecida logo após fundar a sociedade de socorroem 1842. Na segunda reunião da organização em 24 de março, Emma Smith, esposa doProfeta Joseph Smith, sugeriu designar pessoas para acompanhar os pobres. Em 28 deJulho de 1843, um comitê da bem estar foi nomeado para “procurar os pobres e aquelesque sofrem, para convidar os ricos a doar, e ajudar tanto quanto possível, parasocorrer todos os que necessitam. “As funções originais deste comitê eram duas: “verificaras condições das famílias visitadas, e aceitar contribuições para ajudá-las "(General Board,1942, pp. 43-44; 1966, p. 68).Nos anos seguintes da igreja em Nauvoo, Illinois, as professoras visitantes relatavam suas visitas nas reuniões regulares da sociedade de socorro com todos os membros presentes,citando casos específicos de necessidade das familias. Era também habitual a distribuiçãodurante estas reuniões de tudo o que era doado ao comitê de bem estar para as famíliasnecessitadas.Em 1921 professoras visitantes foram isentas dessa responsabilidade pessoal de verificar erelatar as necessidades materiais das famílias, mas desde então têm relatadoconfidencialmente a presidente da sociedade de socorro da unidade todos os casos dedoença ou a necessidades que requerem atenção. Ao ouvir tais relatórios, a presidente dasociedade de socorro da unidade visita a família ou designa as professoras visitantes oualguém para ajudar como um representante da organização. Nos casos de necessidadeeconômica, a presidente e o bispo da unidade inquirem confidencialmente a respeito dacondição da família para arranjar todo o auxílio necessário dos recursos da igreja e paraque os meios remediem a situação que causa a necessidade. Esta modificação feita nasatribuições das professoras visitantes tornou-as mais amigáveis, já que compartilhammensagens inspiradas para as mulheres da sociedade de socorro nos lares das irmãs ,contudo cumprindo ainda a atribuição original do Profeta Joseph Smith “incentivar asirmãs ao serviço abnegado e acompanhar as familias com necessidades que são ajudadas aadministrar o que receberam para seu benefício. "(General Board, 1966, p. 18).Observando o que Eliza R. Snow, a atual presidente geral da organização da sociedade desocorro disse, guardem o espírito das professoras visitantes:“Muitas vezes - poucas palavras de conselho porém amáveis, -fará mais e será melhorapreciada do que uma bolsa do ouro " (General Board, 1966, p. 40). A importância das professoras visitantes tem sido enfatizada constantemente pelosPresidentes da Igreja. Spencer W. Kimball exortou os mestres familiares a fazer como asprofessoras visitantes: “zelar sempre pela igreja” - não vinte minutos por mês mas sempre“estar com os membros e fortalecê-los” - não batendo na porta, mas para estar com eles, e

Activity (8)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
josypassos liked this
Silvia Mingatos liked this
Gisele da Silva liked this
Roseli Cleis liked this
martasluz liked this

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->