Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
0Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
PRÉ-ESCOLAR the ESTÉTICA-01-português-Gustav Theodor Fechner

PRÉ-ESCOLAR the ESTÉTICA-01-português-Gustav Theodor Fechner

Ratings: (0)|Views: 75|Likes:
work by Gustav Theodor Fechner
work by Gustav Theodor Fechner

More info:

Published by: gabriel brias buendia on Dec 14, 2013
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as ODT, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

12/14/2013

pdf

text

original

 
PRÉ-ESCOLAR 
THE
 
ESTÉTICA
Parte I
POR 
GUSTAV THEODOR FECHNER.
LEIPZIG
Impressão e publicação DE Breitkopf  H!RTE"#$%&'
 
Prefácio.
 
A (oção )e uma est*tica pr*+escolar * uma ,e- por tempo i()etermi(a)o. como. a(teriorme(te la(ça)o a partir )a comparação com este t/tulo. a arte mostra como )e
 Jean Paul 
 0$ 1 e)ição $%23. 4 1 e)ição $%$5. etc6. por
 Ruge
 04 # e)ição. $%5&6.  por
 Eckardt 
 0$%'5+$%'36. por
 Egger 
 0$%&46# Sem 7ue eu te(te a8ora para esclarecer essa imprecisão ou corri8ir. eu uso ape(as para )ar a este )ocume(to um bre,e t/tulo atrae(te (a se8ui(te t9m o mesmo si8(ifica)o a7ui#
 
É )i,i)i)o em )uas partes. uma s*rie )e e(saios co(te:)o est*tico sem or)em sistem;tica e em um tratame(to mais li,re )o 7ue seria a)e7ua)o para um sistema )e est*tica. for(ecer. mas 7ue são suscept/,eis )e ser a)e7ua)o i(tro)u-ir em um i(teresse mais 8eral (este e(si(o# E(tão. eles são )e fato 7uest<es muito 8erais. mas com o uso co(sta(te. para tratar estas co()iç<es spe-iale. tamb*m toca estes em parte (as seç<es peculiares e ma(te(=a a i(te(ção )e f;cil compree(são em to)os os lu8ares#
 
 >os )ois primeiros. ser,i()o como uma i(tro)ução. seç<es eu ,ou me e?plicar sobre os pri(c/pios em 7ue to)a as ,ers<es )este )ocume(to se baseia# Para resumir em poucas pala,ras )e a(tece)9(cia. para 7ue esta escre,e()o (e(=uma te(tati,a  para )etermi(ar a (ature-a ob@eti,a )a bele-a co(ceitual. e )ese(,ol,er a partir )a7ui o sistema )e est*tica. mas co(te(tou+se com o co(ceito )e bele-a como um termo au?iliar (o se(ti)o )e uso li(8/stico para o (ome curto )o 7ue u(e o ,astas Co()iç<es pra-er ime)iato )e usar. e?ami(a as co()iç<es emp/ricas )e esse pra-er  para prosse8uir. ,em a 9(fase coloca um pouco para fora )as leis )os )eleites )o 7ue co(ceitual E(tickelu(8e( )a )efi(ição )e bele-a. e substitui a (oção )e mo)o # ob@eti,ame(te belo pelo co(ceito )o 7ue * ime)iatame(te satisfeito (o 7ue )i- respeito ao seu relacio(ame(to para o bem#
 
Ele ,ai per8u(tar * claro. se eu e(co(trar a pre)isposição. )esta forma. a resposta
 
 para o a()ame(to )e outra forma pre)omi(a(te. mas )e bai?o para cima )o 7ue para  bai?o a partir )o topo. e mais li8aç<es para limpar a alta. tão firme 7ua(to ele * le,a)o a7ui a se8uir# Isso. porta(to. (ão po)e ser alca(ça)o Tu)o o 7ue ,oc9 po)eria 7uerer )e uma est*tica 7ue * co(ce)i)o por mim. e(7ua(to eu te(to pro,ar a se8ui(te auto+e,i)e(te 7ue se po)e co(se8uir muitas coisas com o 7ue um estilo )e maior est*tica )e uma ma(eira oposta a )ese@ar )ei?a )e ser# esmo se assim se (a)a mais. ol=e abai?o um supleme(to para essa comissão. e lembre+se 7ue (ão * uma fal=a )e uma fo(te 7ue falta um pouco )o 7ue po)e ser e(co(tra)o em outros escritos#
 
Embora. os se8ui(tes arti8os são )esti(a)os a compleme(tar+se. por sua ,e-. eles atacam. mas tamb*m a7ui e ali com seu co(te:)o em si# Isso. e 7ue eles t9m si)o. em  parte. i()epe()e(tes u(s )os outros. tem reali-a)o al8u(s represe(ta(tes 7ue ,oc9 (ão )e,e ac=ar muito c=ato. e eu (ão te(=o 7ual7uer lu8ar. atra,*s )e refer9(cias 7uer e,itar a fim )e (ão i(terromper a co(ti(ui)a)e )a represe(tação#
 
A primeira parte )este )ocume(to est; em causa )e acor)o com a e,i)9(cia )e o co(te:)o )e co()iç<es mais 8erais co(ceituais e le8ais )a ;rea est*tica. 7ue (ota)ame(te com reali-aç<es e aplicaç<es )e )ois pri(c/pios. 7ue (a ' 1 e  Seção são  particularme(te )iscuti)o. assim como com os pri(c/pios 8erais )e 8osto. ea se8u()a  parte ,ai li)ar com mais refle?<es 8erais sobre a arte. sobre ,;rios assu(tos relacio(a)os com a arte. uma (o,a s*rie )e leis est*ticas e al8u(s ite(s Spe-iale#
 
Al8u(s 7ue s tomou co(=ecime(to )os meus escritos em outra )ireção. po)e  parecer estra(=o 7ue eu e(fre(ta()o )epois )e ta(tos a(os )e outros assu(tos. o trabal=o fi(alme(te começou a me preocupar com a est*tica# Po)er. mas a i)a)e. o mais ma)uro * ai()a tão imaturo a ca)a (o,o trabal=o# E(7ua(to isso. * sim o fim )o 7ue o i(/cio )e uma preocupação com as 7uest<es est*ticas. o 7ue este tipo )e letra * um a)ulto. uma ati,i)a)e 7ue (em sempre foi ape(as uma li(=a lateral# Para a e,i)9(cia )e 7ue. por assim )i-er mostrar o meu li,ro ser,iço )e est*tica. ca)astre+se a7ui bre,eme(te o 7ue foi )i8ita)o por mim (esta ;rea para o p:blico. sem ter certame(te e(co(tra)o em seu isolame(to um lo(8o cami(=o para o mesmo#
 
Em $%5 eu )ei um pseu)F(imo 0como ises6 7ue ma(te,e o car;ter )o outro  pa(fleto isessc=riftc=e(. GSobre al8umas ima8e(s )a se8u()a e?posição )e arte "eip-i8 0"p-# oss6G pri(cipalme(te (o co(flito co(tra uma falsa se(sação )e i)eali-ação )o mesmo. 7ue (o Rece(teme(te 0$%&6 publicou a coleção )os Gpe7ue(os compartime(tosG )e ises * i(corpora)o# + Co(tra o e?a8ero )o pri(c/pio )a proporção ;urea. eu te(=o al8u(s fatos e?perime(tais (o trata)o GSobre a 7uestão )a proporção ;ureaG (o ar7ui,o Jei8el $%'# $22 afirmou# + De mo)o 8eral. * a i)*ia )e est*tica e?perime(tal )e mim (os trata)os )a Soc Sac=s# of Scie(ces# e(fileira)os. escre,e()o GPor est*tica e?perime(talG 0"p-# Hir-el $%&$6 represe(ta)as. i(clui()o a se7uela )e,e ser e(tre8ue# >o prese(te trabal=o * (o )ia $3 Seção )a)o uma amostra )e sua e?ecução# + GSobre o pri(c/pio est*tico )a associaçãoG * um e(saio meu em  peri)icos )e "t-o# $%'' i(clu/)o 7ue um em al8uma e?te(são (o  K Seç<es )esta especificação * (o,ame(te e(co(tra)o# + Em 8eral. apesar )e =istrico. mas (a est*tica para e(trar o @o8o. as )isputas sobre as )uas cpias )o c=ama)o por e?cel9(cia Holbei(Lsc=e( a)o((a 7ue eu te(=o (o e(saio GA )isputa sobre as )uas
 
a)o((as por Holbei(G em Mre(-b# Em $%&2# II. e(,ol,i)o (o pa(fleto GSobre a 7uestão )a aute(tici)a)e Holbei(Lsc=e( a)o((aG 0"p-# Br e H# $%&$6. e em al8u(s trata)os )e Jei8el Arc= 0$%''+$%'6# + Nma e?peri9(cia est*tica p:blico com as comparaç<es e(tre essas cpias * empre8a)o por mim (a ocasião )a e?posição Holbei( em $%&$. em 7ue o pe7ue(o GRelatrio sobre o pro@eta)o para a e?posição Dres)e( ;lbum Holbei(G te?t 0"p-# Br e H# $%&4 *6 relata#
$6
+ >a :ltima ,e- 7ue ma(ti,eram em a(os )ifere(tes palestras (a Associação )e Arte )e "eip-i8 sobre as 7uest<es est*ticas i()i,i)uais e )a N(i,ersi)a)e )e est*tica 8eral#
$6
Eu ( * m:ltiplas a,aliaç<es p:blicas acima e?perime(to. em co(tra)ição )ireta com as suas i(te(ç<es )eclara)as. em parte )e,i)o ao )escui)o )o a,alia)or. em parte por causa )e um outro (ac=8esc=riebe( 7ue o e?perime(to est; relacio(a)o sim para a  per8u(ta aute(tici)a)e 7ua(to  7uestão est*tica. e(7ua(to eu ocasio(alme(te a7ui (o,ame(te )isputar a cust)ia. como essas classificaç<es são muito a)e7ua)os para fa-er meu prprio @ul8ame(to em 7uestão. e * pro,;,el 7ue se@a mais amplo )o 7ue o a(terior. (a ,er)a)e. pouco se tor(ou co(=eci)o. pe7ue(o li,ro. 7ue e?p<e os factos )a e?peri9(cia#
 
Conteúdo.
 
I# A est*tica )e cima e )e bai?oPre(otio(s II$6 pra-er e )espra-er. pra-er e )or 46 Est*tica. cate8orias )e pr;ticas e tericas. a8ra);,el. bom. o ,alor ,er)a)eiro. o i(teresse 56 Est*tica. Est*tica 36 Eu)mo(istisc=es pri(c/pio
I pri(c/pio )e limite est*tico# pri(c/pio )e a@u)a ou aume(to est*ticoI# Pri(c/pio )a li8ação u(ifica)a )o colector $6 uma )eclaração )e pri(c/pio 46 E?emplos 56 co(flitos factuais e au?iliares 36 Outras )isposiç<es 6 u(i,ersali)a)e )o pri(c/pio

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->