Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
19Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Universo Profundo

Universo Profundo

Ratings: (0)|Views: 3,268|Likes:
Pedro Camargo, autor do livro “O Universo Profundo, declara que o texto foi obtido de forma inspirada e atribui ao Espírito Erasto sua autoria. Considerando a subjetividade da psicografia e sua difícil comprovação, sem descartar o fenômeno mediúnico, alertamos para a extrema complexidade que se deve enfrentar a comprovação de uma autoria inspirada.
Pedro Camargo, autor do livro “O Universo Profundo, declara que o texto foi obtido de forma inspirada e atribui ao Espírito Erasto sua autoria. Considerando a subjetividade da psicografia e sua difícil comprovação, sem descartar o fenômeno mediúnico, alertamos para a extrema complexidade que se deve enfrentar a comprovação de uma autoria inspirada.

More info:

Published by: Albino A. C. de Novaes on Aug 29, 2009
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

08/17/2013

pdf

text

original

 
[Destina-se àprodução de umlivro eletrônicogratuito.][ConstruçãoInterativa doConhecimentoEspírita][Participeescrevendo para:prof.novaes@gmail.com][
][agosto de 2009]
Albino A. C. de Novaes
Pedro Camargo, autor do livro “O UniversoProfundo, declara que o texto foi obtido deforma inspirada e atribui ao Espírito Erastosua autoria. Considerando a subjetividadeda psicografia e sua difícil comprovação,sem descartar o fenômeno mediúnico,alertamos para a extrema complexidadeque se deve enfrentar a comprovação deuma autoria inspirada.PARTE 01
CRÍTICA AOUNIVERSOPROFUNDO
 
Sobre o autor
Da orelha do livro extraimos:Pedro de Campos nasceu em São Paulo no ano de 1950. Sua mãe é lituana, e o paidescendente de italianos e portugueses. É casado e tem três filhos.Formado em Administração de Empresas, é especialista em Planejamento, Contratos Públicose Telecomunicações. Esteve em missão técnico-profissional na Itália, por dois anos, e ajudoua trazer para o Brasil a tecnologia para fabricação de aparelhos de telex, um avanço para aépoca.Conheceu o Espiritismo por intermédio de sua mãe, que desde cedo ficou órfã, e por umperíodo de dez anos esteve internada em um colégio de freiras, onde via e conversava comos espíritos. Quando de lá saiu, sua mãe desenvolveu e aprimorou vários tipos demediunidade depois de diversos cursos na Federação Espírita do Estado de São Paulo.Pedro é pesquisador e autodidata. Conheceu o Espiritismo com 13 anos de idade, tendo, apartir daí, participado de sessões práticas semanais no antigo Centro Espírita Ana Belhunas,fundado por sua mãe. Com o decorrer dos anos, em razão dos estudos que realizou,desenvolveu as mediunidades intuitiva e inspirada, tornando-se pensador da DoutrinaEspírita.Recebeu treinamento dos espíritos por alguns anos, produzindo cinco livros de poemas, queserviram para o autor melhorar a sintonia espiritual e aprimorar suas qualidades pessoais.Psicografou o livro Colonia Capella - A outra face de Adão, do autor espiritual Yehoshua benNum, obra consagrada no Brasil.Com Universo Profundo - seres inteligentes e luzes no céu - uma visão espírita da Ufologia,Pedro de Campos, sob as instruções do Espírito Erasto, nos oferece uma nova janela dofenômeno invisível neste terceiro milênio. Prof. Novaes 
Por: Francisco Aranda Gabilan Nº 760 Maio de 2000
Determinadas matérias tratadas na exposição da Doutrina Espírita muitas vezes perecemsem importância, mas nunca será demais saber o exato sentido e praticar a correta aplicaçãodos termos.É o que acontece com a aplicação das expressões INTUIÇÃO e INSPIRAÇÃO: há algunscompanheiros da exposição doutrinária, seja na área do ensino, seja na da divulgação, queacham (e, o que pior, passam adiante) não haver nenhuma diferença entre ambas.Mas, com licença de suas luzes, há diferença - e muita! São coisas diferentes, com diferentessentidos e de efeitos diferentes.Vejamos, não com nossas próprias convicções - pois que, como diz o ditado popular, "santode casa não faz milagres" - mas trazendo o quanto nos ensinam os entendidos edoutrinadores.INSPIRAÇÃO:Uma definição leiga: "Inspiração - sugestão, insinuação, conselho", ou "Inspirar - incutir,infundir, insuflar, introduzir" (Dicionário Brasileiro da Língua Portuguesa, Vol. 2 Ed.Enciclopédia Britânica). Atende-se para a etimologia (origem) dessa palavra, que vem deinspirare, ou "introduzir ar", quase o mesmo que assoprar.Agora, a doutrina: "A inspiração é a equipe dos pensamentos alheios que aceitamos ouprocuramos" (Ceara dos Médiuns, "Faixas", Emmanuel. F.C. Xavier, FEB - 4ª edição, pg. 125,discorrendo sobre o capítulo "Evocações" do O Livro dos Médiuns).
 
Léon Denis (O Problema do Ser, do Destino e da Dor, FEB, 1993, cap. 21, pg. 334), sobre ainspiração: "uma das formas empregadas pelos habitantes do mundo invisível para nostransmitirem seus avisos, suas instruções (...). Pela mediunidade o Espírito infunde suasidéias no entendimento do transmissor"."É o recebimento espontâneo de idéias, pensamentos, concepções, provindo de Espíritos..."(Dicionário Enciclopédico de Espiritismo, Metapsíquica e Parapsicologia, Ed. Bels. 1976, 3ªed., João Teixeira de Paula).21/11/08Prof. Novaes "A inspiração é a equipe dos pensamentos alheios que aceitamos ou procuramos" (Ceara dosMédiuns, "Faixas", Emmanuel. F.C. Xavier, FEB - 4ª edição, pg. 125, discorrendo sobre ocapítulo "Evocações" do O Livro dos Médiuns). Se considerarmos o que diz Emmanuel como sendo um conceito justo, entendemos quePedro de Campos acreditava estar sendo inspirado pelo Espírito Erasto. Há uma distânciaconsiderável entre aquilo que aceitamos, que procuramos e a realidade. O autor aceitavacomo sendo Erasto, acreditava nisso ... Mas, era de Fato o Espírito Erasto? Examinandodetidamente o livro constatamos que não, pois o estilo, o cuidado com as revelações, com acoerência, com a aplicação dos critérios que nortearam a Codificação Espírita, percebemosque poderia ser qualquer outro Espírito, mas nenhum do mesmo nível que Erasto e muitomenos ele.Ressalte-se: é espontâneo, logo, não precisa evocação, nem pedido de auxílio; é um socorroimediato e de bom grado.Como muito bem observou Gabilan, o autor sugere que não precisou de evocação, que oEspirito simplesmente, de bom grado, transmitiu o texto que compõe o livro: os erroscientíficos, os equivocos doutrinários, as contradições ... o tudo mais á atirado nos "ombrosde Erasto". Qual a participação do medianeiro no processo? Pode-se garantir sua fidelidade àinspiração recebida?Em conclusão claríssima: Inspiração é a transmissão dos pensamentos e mensagens de umamente para outra, "um assopro" do desencarnado para o encarnado possa livremente disporde uma determinada figura, de uma idéia, de um quadro mental.Pode-se perceber o nível de exigência para uma obra inspirada em relação ao médium, poiso mesmo haverá de dispor livremente do que foi inspirado, da idéia ou do quadro mentalsugerido: até que ponto podemos confiar em algo tão subjetivo?22/11/08Prof. Novaes 
comentando a capa
Comentando a capaHá, logo na capa alguns apontamentos a fazer. A começar pelo título que sugere uma visãoespírita a respeito da ufologia. Vejamos inicialmente o que é ufologia: o estudo do fenômenorelacionado com os discos voadores e seus possíveis tripulantes (os extraterrestres). Devidoàs dificuldades de obtenção de dados confiáveis e de fácil acesso para pesquisadores, nãoconstitui um estudo de caráter científico. A área foi inaugurada, em sua fase moderna, em1947 com diversos avistamentos de discos voadores.Existe uma razão para se situar 1947 como sendo a data inaugural para a ufologia:A chamada "ufologia moderna" tem sua data marcada por uma aparição em especial. No dia24 de Junho de 1947, Keneth Arnold, ao fazer um vôo de auxílio na busca de outro aviãoacidentado, relatou ter visto várias naves não identificadas voando em formação emaltíssima velocidade próximo ao Monte Rainier, no estado de Washington, EUA.

Activity (19)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
Roger Sildefar liked this
rochafer08 liked this
rogerioahf liked this
rogerioahf liked this
Vera Santos liked this
ramnses1 liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->