Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
46Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Protocolo Para Curativo Em Ferida Simples

Protocolo Para Curativo Em Ferida Simples

Ratings: (0)|Views: 12,871 |Likes:
Published by jufilho_jufilho
Protocolo técnico-operacional para enfermagem
Protocolo técnico-operacional para enfermagem

More info:

Published by: jufilho_jufilho on Aug 31, 2009
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

07/27/2013

pdf

text

original

 
PROTOCOLO TÉCNICO-OPERACIONAL PARA REALIZAÇÃO DE
CURATIVOS EM FERIDAS
A pele é a principal barreira de proteção do organismo e tem comofunções básicas impedir a perda excessiva de líquidos, proteger da ação de agentesexternos (inclusive microbianos), manter a temperatura corpórea, sintetizar vitaminaD com a exposição aos raios solares, agir como órgão do sentido e participar datermoregulação.Ferida é definida como qualquer lesão no tecido epitelial, mucosas ouórgãos com prejuízo de suas funções básicas. As feridas podem ser causadas por fatores extrínsecos como a incisão cirúrgica e as lesões acidentais por corte outrauma, ou por fatores intrínsecos, como as feridas produzidas por infecção, asúlceras crônicas, as causadas por alterações vasculares, defeitos metabólicos ouneoplasias.Historicamente o tratamento de feridas tem como filosofia, a proteçãodas lesões contra a ação de agentes externos físicos, mecânicos ou biológicos. Apreocupação com a contaminação exógena por microrganismos fez com que fosseminstituídas técnicas de curativo, onde o princípio básico era a manutenção docurativo limpo e seco.Nos últimos anos, diversos estudos têm contestado o princípio demanutenção do curativo seco, demonstrando que a manutenção do meio úmidoentre o leito da ferida aberta e a cobertura da mesma, favorece e aumenta avelocidade de cicatrização. Para incisões cirúrgicas, a oclusão deverá ser por 24 a48 horas, mantendo o curativo seco e realizando a troca quando necessário.A cicatrização do meio úmido tem as seguintes vantagens quandocomparadas ao meio seco:
estimula a epitelizão, a formão do tecido de granulão e maiovascularização na área da ferida;
facilita a remoção de tecido necrótico e impede a formação deespessamentos de fibrina;
serve como barreira protetora contra microrganismos;
promove a diminuição da dor;
mantém a temperatura corpórea;
evita a perda excessiva de líquidos;
evita traumas na troca do curativo.
 
NORMAS BÁSICAS DE ASSEPSIA PARA CURATIVOS
A realizão de um curativo deve obedecer aos prinpios sicos deassepsia onde preconiza-se:
Lavar as mãos antes e após a realização do curativo.
Obedecer aos princípios de assepsia.
Remover assepticamente tecidos desvitalizados ou necrosados.
Obedecer ao princípio de realização do procedimento do local menos para omais contaminado.
Utilizar luvas não estéreis na possibilidade do contato com sangue ou demaisfluidos corporais.
Utilizar luvas estéreis em substituição ao material de curativo estéril ou emprocedimentos cirúrgicos (por exemplo: debridamento).
Curativos removidos para inspeção da lesão devem ser trocados imediatamente.
IDENTIFICAÇÃO DO AGENTE ETIOLÓGICO DE UMA INFECÇÃO DE FERIDA
Para a identificação do agente etiológico de uma infecção de ferida, deve-se,preferencialmente, coletar cultura de material através de biópsia ou punção e,eventualmente, através de swabb da lesão, pois, o swabb é de baixa especificidadepara o diagnóstico etiológico e os microrganismos que crescem neste tipo de cultura,podem ser apenas contaminantes e não os agentes causadores do processoinfeccioso.Em feridas abertas de qualquer etiologia ou suturas com exsudaçãopurulenta, o material deve ser coletado por biópsia ou aspiração, mas, naimpossibilidade, a lesão deverá ser abundantemente lavada com SF 0,9% pararemoção do exsudato superficial e ser coletado swabb esril do plano maisprofundo.Lesões bolhosas e abcessos fechados devem ser puncionados com técnicaasséptica.Para coleta de material em casos de suspeita de infecção por anaeróbios, érecomendado a punção asséptica do local e o envio do material ao laboratório emcondões de anaerobiose (seringa com agulha protegida ou frasco coletoespecífico para este material).
TÉNICAS DE CURATIVO
A técnica e os materiais para execução dos curativos são fatores que devemser observados tanto quanto a escolha adequada do produto de tratamento. Asorientações a seguir propõem materiais e procedimentos técnicos para curativos emferidas abertas que podem ser:
Traumáticas
Ulcerativas
Inflamatórias
 
CURATIVOS EM FERIDAS
MATERIAIS
Bandeja contendo
-
1 pacote de curativo estéril
-
gazes estéreis
-
esparadrapo ou micropore
-
soro fisiológico 0,9%
-
1 seringa 20 ml
-
1 agulha 40x12
-
luvas de procedimento
-
cuba-rim estéril
-
1 saco plásticoAcrescentar, se necessário:
-
1 lâmina de bisturi nº 23 com cabo, estéril
-
1 bacia estéril
-
atadura de crepe estéril
-
chumaço de algodão ou compressa estéril
-
luvas estéreis
PROCEDIMENTOS
1 – Lavar as mãos com solução anti-séptica.2 – Reunir o material e levá-lo próximo ao leito do paciente.3 – Explicar ao paciente o que será feito.4 – Fechar a porta para privacidade do paciente.5 – Proteger o paciente com biombos, se necessário.6 – Colocar o paciente em posição adequada, expondo apenas a área a ser tratada.7 – Proteger a roupa de cama com impermeável ou forro sob o local do curativo.8 – Colocar a cuba-rim próxima ao local do curativo, com saco plástico aberto.9 – Abrir o pacote de curativo com técnica asséptica.10 – Colocar as pinças com os cabos voltados para a borda do campo.11 – Colocar gazes em quantidade suficiente sobre o campo estéril.12 – Abrir a embalagem do SF 0,9%.13 – Abrir a embalagem da seringa e da agulha e colocá-las sobre o campo estéril.14 – Calçar a luvas de procedimento.15 – Umedecer o micropore ou esparadrapo com SF 0,9% para falicitar a retirada.

Activity (46)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
Rafaella Keury liked this
Carina Senra liked this
Dayana Paes liked this
Mariely Lira liked this
Andreia Vilarins liked this
Istarley Marques liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->