Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
156Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Teoria Dos Dois Fatores Herzberg - DRI

Teoria Dos Dois Fatores Herzberg - DRI

Ratings:

3.0

(1)
|Views: 32,884 |Likes:
Published by tami_luana
Teoria Dos dois Fatores Herzberg - DRI
Teoria Dos dois Fatores Herzberg - DRI

More info:

Published by: tami_luana on Aug 31, 2009
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

08/14/2013

pdf

text

original

 
Dinâmica das Relações Interpessoais - material de ApoioAula Profa. Paula Mota
Teoria de HerzbergHerzberg e os fatores de higiene e motivação
Frederick HERZBERG - Nascido em 1923 e falecido’ em 2000, foipsicólogo clínico e professor de Gestão na University of Utah. Herzberg éconhecido pelos estudos sobre motivação humana e a teoria dos doisfactores: os de higiene (como as condições de trabalho, salário, status esegurança), cuja ausência cria insatisfação; e os de motivação (realização,reconhecimento, satisfação no trabalho, responsabilidade edesenvolvimento pessoal), que são necessários à satisfação. Criou tambémo conceito de enriquecimento do trabalho (job enrichment). O seu artigo daHarvard Business Review sobre motivação foi dos mais pedidos de sempre.
Frederick Herzberg desenvolveu a teoria da motivação-higiene,através de numerosas entrevistas com 200 engenheiros e contadoresde indústrias em Pittsbrugh, onde procurou identificar os fatores quegeravam satisfão e os fatores que geravam insatisfão notrabalho, avaliando acontecimentos na vida profissional dosentrevistados, visando a determinar os fatores que os levaram a sesentirem excepcionalmente felizes e aqueles que só fizeram sentir-seinfelizes na situação de trabalho.Herzberg, pesquisando as fontes de
motivação diretamenterelacionadas com a realização do trabalho
, constatou que aspessoas, à medida que se desenvolvem profissionalmente, adquiremexperiência, tornam-se maduras, e passam a dar mais importância afatores como estima e auto-realização. A principal implicação dessateoria é que uma concentração nos fatores de higiene apenas podeimpedir a insatisfação no trabalho. Para que os empregados fiquemplenamente satisfeitos e obtenham um desempenho melhor que ospadrões nimos, é preciso incorporar motivação no trabalho.Partindo dessas premissas, desenvolveu uma teoria de motivação notrabalho, com amplas repercussões para a administração, no esforçode uma eficiente utilização de recursos humanos.O homem segundo Herzberg, tem duas categorias básicas denecessidade independentes entre si, influindo de diferentes maneirasno seu comportamento, a saber:
1.
quando se sente insatisfeito com seus afazeres, ele sepreocupa com o seu ambiente de trabalho. É através deles que asorganizões têm tradicionalmente tentando motivar seusempregados.Dentro deste fator se incluem:
condições de trabalho e conforto;
políticas da organização e administração;
relações com o supervisor;
 
competência técnica do supervisor;
salários;
segurança no cargo e,
relações com colegas.
2
. quando se sente bem em seu trabalho, isso se refletepositivamente no trabalho propriamente dito, tendo melhoriasaparentes do desempenho. Os meios mais práticos de proporcionarou incentivar os a satisfação incluem:
delegação de responsabilidade;
liberdade de exercer discrição;
promoção e oportunidades;
uso pleno das habilidades pessoais;
estabelecimento de objetivos e avaliação relacionada comeles;
simplificação do cargo (pelo próprio ocupante); e
ampliação ou enriquecimento do cargo (horizontal ouverticalmente).
Teoria dos dois fatores
Herzberg considera que tanto o ambiente externo (contextoambiental) como o trabalho em si o fatores importantes namotivão humana. Contudo, apenas o ambiente em que oempregado trabalha e as circunstancias externas que o envolvemtem sido enfatizado pela grande maioria das políticas de RH dasorganizações. Em resumo, sobressaem mais as condões que orodeiam e aquilo que ele receba externamente, em troca do seutrabalho do que o trabalho propriamente dito. Herzberg define umateoria de dois fatores.A primeira categoria é constituída dos fatores
de higiene oude manutenção
, por descreverem o ambiente humano e servirem áfunção básica de impedir a insatisfação com o trabalho.A segunda categoria foi denominada de
fatores demotivação
, por parecerem eficientes para motivar as pessoas pararealizações superiores.
Fatores higiênicos:
referem-se às condões querodeiam o empregado enquanto trabalha, englobado ascondições físicas e ambientais de trabalho, o salário, osbenecios sociais, as políticas da empresa, o tipo desupervisão recebido, o clima de relações entre a direçãoe os empregados, os regulamentos internos, asoportunidades existentes etc. Correspondem às
 
perspectivas ambientais. Constituem os fatorestradicionalmente utilizados pelas organizões paraobter motivação dos empregados. Herzberg consideraesses fatores higiênicos muito limitados em suacapacidade de influenciar poderosamente ocomportamento dos empregados. Escolheu a expressãohigienepara refletir seu caráter preventivo eprofilático. De acordo com as pesquisas de Herzberg,quando os fatores higiênicos são ótimos, eles apenasevitam insatisfação. E quando precários eles provocam ainsatisfação dos empregados.
Fatores motivadores:
referem-se ao contdo docargo, às tarefas e aos deveres relacionados com o cargoem si. São os fatores motivacionais que produz em efeitoduradouro a satisfação e de aumento de produtividadeem veis de excencia. Para Herzberg, o termomotivão envolve sentimento de realizão, decrescimento e de reconhecimento profissionalmanifestado por meio do exercício das tarefas eatividades que oferecem suficiente desafio e significadoao trabalhador. Para Herzberg os fatores motivacionaisestão sobre controle do individuo, pois estãorelacionados com aquilo que faz e desempenha.
FatoresHigiênicos: oambienteMotivadores: o trabalho
Programa deadministraçãoRealizaçãoSupervisãoReconhecimento porrealizaçãoCondões de trabalhoTrabalho desafiadorRelões interpessoaisMaior responsabilidadeDinheiroCrescimento edesenvolvimentoSegurançaA analise de Herzberg focaliza principalmente a natureza doscargos, que inicialmente são definidas com a única preocupação deatenderem aos princípios de eficiência e economia, isso leva a umesvaziamento dos componentes de desafio e de oportunidade, para acriatividade no conteúdo e nas tarefas do cargo. Assim as tarefas

Activity (156)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
Carolina Henning liked this
edumiler liked this
Márcia Quirino liked this
Cibele Kriedt liked this
brunafcsilva liked this
Gibran Nunes liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->