Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
5Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Deus Sabe Que Sofremos - Philip Yancey

Deus Sabe Que Sofremos - Philip Yancey

Ratings: (0)|Views: 94 |Likes:
Published by F. C. Costa

More info:

Published by: F. C. Costa on Sep 12, 2009
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

06/29/2012

pdf

text

original

 
Deus Sabe que SofremosDeus Sabe que Sofremos
Philip Yancey
Título original: When is God when it hurtsTradução: Emma Anders de Souza LimaEditora VidaISBN 85.7367.195-5Digitalizador: desconhecidoDisponibilizado pelo IntervoxRevisado e formatado por SusanaCap
.
.
.
/
/
 
Por que Deus permite o sofrimento? Deus não queestou sofrendo?Na maioria das vezes, nós nos sentimos totalmenteincapazes de dizer ou fazer qualquer coisa para aliviar a dordos que sofrem. E este sentimento de incapacidade éextremamente frustrante e entristecedor. Por que existe osofrimento?Será que a dor é um erro grosseiro de Deus? Ou Deusestará querendo nos ensinar alguma coisa através dela?Neste livro, você encontraas mais importantesrespostas para esse inquietante problema que diz respeito atodos nós.Com sensibilidade e profundo conhecimento doassunto, o autor trata o tema de maneira clara,informativamente rica, comentando também as conclusões aque chegaram os maiores estudiosos do assunto.Um livro de estilo fácil, que responde questões difíceis.
***
Philip Yancey é autor de vários livros, entre osquais “Decepcionado com Deus” e “As Maravilhas doCorpo “. Reside com sua esposa na cidade deChicago, EUA.
***
Entrementes, onde está Deus? Este é um dosproblemas mais inquietantes. Quando a pessoa sesente feliz, tão feliz que nem parece precisar dele, ea ele se achega afim de ouvi-lo, é recebida debraços abertos. Mas, o que acontece quando você aele se dirige em situação desesperadora, baldadostodos os seus esforços ? A porta se lhe fecha, e pordentro é aferrolhada duplamente. Depois, silêncio.Daí, parece ser melhor a pessoa se afastar.
2
 
C. S. Lewis,A Grief Observed (Análise de uma aflição)
Problema Que Permanece 
Sinto-me completamente incapaz, perto de pessoasque sofrem. Na verdade, sinto-me até culpado. As pessoasestão ali sozinhas, talvez gemendo, faces contorcidas, enão consigo transpor o abismo e penetrar no seusofrimento.Consigo apenas observar. Qualquer coisa que eu tentedizer, parece-me medíocre e formal, como se recitassealgo previamente decorado. Há alguns anos, atendi aum desesperado pedido de socorro de amigos muito íntimos, John e Claudia Claxton. Casados de novo, ambos com poucomais de vinte anos, começavam a sua vida no Centro-OesteAmericano. Jamais eu tinha visto o amor afetar alguém tãoprofundamente como acontecera com John Claxton. Nos doisanos em que ele e Claudia estiveram noivos, John, umapessoa cínica, desagradável e fria, tornou-se otimista,pronto a desfrutar as aventuras do casamento.John escreveu-me uma carta que me perturbouextremamente.Erros e rabiscos desfiguravam a sua escrita,geralmente caprichada. Ele explicou: Queira desculparminha maneira de escrever... não sei o que dizer. Nemconsigo achar as palavras. o casal enfrentava umproblema muito maior do que eles mesmos. Claudia tinhacontraído a doença de Hodgkins, câncer das glândulaslinfáticas, e os médicos diziam que sua chance de vida era deapenas 50%.Em uma semana, os cirurgiões fizeram-lhe um cortedesde a axila até o abdome e removeram todo e qualquer
3

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->