Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
24Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Cultivo Da Videira EMBRAPA

Cultivo Da Videira EMBRAPA

Ratings: (0)|Views: 10,985|Likes:
Published by polica2009

More info:

Categories:Types, Research
Published by: polica2009 on Sep 15, 2009
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

03/11/2013

pdf

text

original

 
Capacitação técnica em viticulturahttp://www.cnpuv.embrapa.br/publica/sprod/viticultura/Adubação e manejo do solo para a cultura da videira
George Wellington de MeloA videira é uma cultura que se adapta bem em vários tipos de solos, sendo que seudesempenho produtivo é melhor naqueles com boa capacidade de suprimento denutrientes.No Brasil, a videira é cultivada em uma grande diversidade de solos, masencontram-se cultivos em solos altamente intemperizados, bem como em solos jovenscom alta capacidade de suprimento de nutrientes. No entanto, a grande maioria doscultivos é feita em solos que apresentam alguma limitação nutricional, sendo fósforo eboro, respectivamente, macro e micronutriente mais limitantes, tornando-se necessáriocorreções para que as plantas tenham condições de expressarem seu máximo potencialprodutivo.Apesar dos dois nutrientes acima citados serem os mais importantes, a prática defertilização do solo é comum entre os produtores, porém os indicadores da necessidadede adubação ainda não estão bem definidos, tornando a recomendação de adubaçãouma atividade empírica. A falta desses indicadores gera uma grande insegurança nosprodutores, os quais ficam a mercê das recomendões feitas pelas empresasrevendedoras de fertilizantes, cujos critérios utilizados, muitas vezes, são de cunhocomercial e não técnico. Como resultado dessa situação, tem-se observado o aumento daconcentração de nutrientes nos solos, principalmente fósforo e potássio, e ocorrência dedesequilíbrios nutricionais nas plantas.Neste módulo será enfatizado o manejo nutricional de plantas e a importância dossolos e sua fertilização para o bom desempenho da atividade vitícola.Características dos solosAs características físicas e químicas dos solos influenciam no comportamento davideira, sendo que profundidade, estrutura e textura são as características físicas maisimportantes, por outro lado, a reação do solo (pH) e a disponibilidade de nutrientes são ascaracterísticas químicas que mais influenciam.FísicasProfundidade: O crescimento da videira é melhor em solos mais profundo do que emsolos rasos com rochas superficiais e/ou camadas subsuperficiais que possam impedir odesenvolvimento das raízes. Os solos profundos, desde que não apresentem limitaçõesquímicas, são os que apresentam maior potencial para o desenvolvimento do sistemaradicular, assim, quanto maior e mais profundo for o sistema radicular, menor é apossibilidade das plantas sofrerem com estresse hídrico e maior é a capacidade deabsorção de nutrientes.Estrutura: A estrutura se refere ao modo como as partículas primárias dos solosestão arranjadas formando unidades secundárias. A estruturação do solo está relacionadaàs trocas gasosas e circulação de água no solo, sendo que em um solo bem estruturado,onde ocorre boa troca gasosa, o crescimento das raízes não sofre restrições e, assim,existindo condições para boa capacidade de retenção de umidade.
 
Cultivos em solos mal estruturados podem apresentar uma série de problemas,onde se destaca a ocorrência de podridões das raízes, que é comum em regiões de altaprecipitação pluviométrica, sendo que a principal causa é a falta de oxigênio no soloresultante da má drenagem da água. Estresse hídrico também é comum em solos commá estruturação, pois as raízes das plantas concentram-se mais na superfície do solofazendo com que um curto período de estiagem possa afetar o crescimento das plantas.Textura: A textura se refere à proporção relativa das partículas que compõem o solo.Solos de textura franca, normalmente, apresentam-se com maior potencial paradesenvolvimento do sistema radicular das plantas, bem como maior capacidade deretenção de umidade. É comum a ocorrência de estresse por déficit hídrico em solosarenosos porque esses solos possuem baixa capacidade de retenção de umidade.QuímicaspH: O pH do solo é uma medida simples e indica se a reação do solo é ácida, neutraou alcalina. O pH tem uma escala que varia de 0 a 14, sendo que um valor de pH igual a7 indica que ele é neutro. Valores acima e menor que 7 indica pH alcalino e ácido,respectivamente. A importância do pH para a videira esrelacionada com adisponibilidade de nutrientes, pois sabemos que pH ácido pode indicar presença dealumínio e manganês tóxicos, bem como baixa capacidade de suprimento de nutrientes.Por outro lado, solos com pH alcalino podem apresentar problemas com disponibilidadede micronutrientes, principalmente zinco, boro e molibdênio.Nas condições brasileiras, a grande maioria dos solos apresenta reação ácida, oque indica necessidade de usa calagem para aumentar o pH e, ao mesmo tempo, elevar os teores de cálcio e magnésio. A utilização de fertilizantes químicos também podemalterar o pH do solo, como por exemplo o uso contínuo de sulfato de amônio pode baixar o pH, com isso reduzindo a disponibilidade de nutrientes , principalmente o fósforo.Pensando em maximizar a disponibilidade de nutrientes tem-se procurado trabalhar compH dos solos em tornar de 6,0, pois nestas condições os solos não têm apresentadoníveis tóxicos de alumínio e problemas de indisponibilidade de micronutrientes.Teores de nutrientes: Essa característica é observada na capacidade de troca decátions do solo (CTC), cujos componentes principais são cálcio e magnésio. No RS osteores de cálcio > 4 cmolc l-1 e de magnésio > 1,0 cmolc l-1 são considerados altos. Ossolos da região apresentam boa fertilidade natural, sendo que a maior limitação também éo baixo teor de fósforo (Tabela 1) e profundidade do solo, que se faz necessário cuidadosespeciais com a conservação do solo. Normalmente solos ácidos têm baixa reserva denutrientes, sendo necessário uso de fertilizantes para suprir as necessidades das plantas.Tabela 1. Características químicas dos principais solos do RS cultivados comvideira.
Classificação dos solosCaracterísticas QuímicasCa
2+
Mg
2+
K
+
Al
3+
PM.O---------------------------cmol
c-3
------------------mg g
-1
g kg
-1
Alissolo com Topo do B textural EscurecidoTa9,72,50,360,41,02,9Podzolissolo Acinzentado Distrófico5,71,10,230,14,02,4
 
Podzolissolo Vermelho Distrófico8,22,30,490,15,04,9Chernossolo Argilúvico Férrico11,23,70,740,02,06,3Cambissolo Húmico Tb Baixa Saturação por Bases1,71,90,104,72,04,2Cambissolo Húmico Ta Alta Saturação por Bases Háplico Típico9,04,00,480,072,05,3Cambissolo Tb Baixa Saturação por BasesLítico5,01,50,300,31,03,0Neossolo Litólico com Alta Saturação por Bases A Chernozêmico9,22,10,240,03,02,3Neossolo Litólico com Baixa Saturação por Bases Típico6,22,80,500,12,03,1Nitossolo Bruno-Avermelhado com BaixaSaturação por Bases0,40,70,243,32,03,2Disponibilidade de NutrientesNas condições da viticultura brasileira, os nutrientes que mais se deve prestar atenção são fósforo, potássio, nitrogênio, cálcio, magnésio e boro, principalmente por serem os mais exigidos pela planta e/ou encontrarem-se em menor concentração nossolos.FósforoO nutriente fósforo atua como componente estrutural das membranas celulares, bemcomo fazendo parte de compostos responsáveis pela fixação do CO2 atmosférico e pelometabolismo de açúcares.Solos brasileiros são deficientes em fósforo, com teores médios em torno de 1,0 mgkg-1 (Mehlich 1), que torna necessário utilização de adubos químicos para suprir adeficiência. Os sintomas de deficiência de fósforo ocorrem em folhas maduras, onde éobservado redução do tamanho, tornam-se amareladas e ainda podem apresentar limbocom manchas avermelhadas.A concentração normal de fósforo nas folhas da videira varia de 0,15 a 0,25 %,sendo que a planta absorve cerca de 1,4 kg de P2O5 para produzir 1000 kg de frutos.Apesar dos solos brasileiros serem naturalmente deficientes em fósforo, não se temobservado sintomas de deficiência em plantas, isto é devido ao uso de fertilizantesquímicos que vem fazendo com que o teor de P nos solos cultivados com videiraapresentem muito acima do encontrado em solos virgens (Tabela 2).PotássioÉ um nutriente que atua em funções que dizem respeito às relações osmóticas,dinâmica dos estômatos e ativador enzimático. O potássio é uma elemento que não formacompostos orgânicos no interior das plantas, predominando na forma iônica K.O critério utilizado com indicador da disponibilidade de potássio nos solos é o K-trocável, isto é, o potássio encontrado adsorvido nas cargas do solo formando compostosde esfera externa. Na grande maioria dos solos brasileiros o concentração de K éconsiderada baixa, no entanto, os solos da região da Serra Gaúcha apresentam teores demédio a elevado e mesmo assim os teores nos solos cultivados vêm aumentado com ocultivo da videira (Tabela 2).

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->