Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
4Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Finanças Ok

Finanças Ok

Ratings: (0)|Views: 62 |Likes:
Published by Luiz Henrique Mello
Um guia cristão para a vida financeira
Um guia cristão para a vida financeira

More info:

Published by: Luiz Henrique Mello on Sep 16, 2009
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

10/15/2012

pdf

text

original

 
Finanças
 
OK 
 
Uma
 
manu
 
paral
 
cristão a
 
as
 
finanças
 
pessoais
 
Luiz Henrique Mello
Introdução
 
Muitas pessoas, e esse pode ser o seu caso, escravizadas pela pobreza,simplesmente, não sabem como se tornaram pobres e não tem a menor idéia decomo poderiam libertar‐se. Certamente, a pobreza não é um problema muito fácile solucionar. Caso contrário já não existiria. Mas, a realidade é bem diferente,dcada vez mais ela aumenta e parece ser uma doença incurável.Não é preciso fazer grandes pesquisas ou estudos para conhecer a origemdo problema. A fonte da pobreza é o egoísmo do próprio ser humano. Em busca desolucionar sua pobreza particular, o ser humano se individualiza e acabaenriquecendo às custas do empobrecimento do seu semelhante. Creio poder fazerseguinte afirmação: A cada ser humano liberto da pobreza, hoje em dia, outrosacem tornam‐se pobres.Outros fatores, não menos importantes, acabam contribuindo paraempobrecer uma pessoa. Um dos que considero mais importante é a educaçãoequivocada, adotada em muitos lares e nações. Desse tipo de educação resultampessoas acomodadas e incapazes de mudar sua situação miserável. Sem perceber,pais e professores estão criando perdedores. Isso acontece por causa da utilizaçãode métodos de educação autoritários ou paternalistas e, portanto, não menosegoístas, adotados para manter o domínio sobre o educando. Não existe um pobreencedor ou um rico perdedor. Primeiro uma pessoa é educada para perder evdepois ela se torna pobre.Creio ser importante definir um conceito de pobreza a ser adotado ao longodesse estudo. Pobreza ampla, incluiu os principais aspectos formativos de um serhumano, ou seja, o espiritual, o emocional, o intelectual, o orgânico e o material.m outras palavras, uma pessoa só deve ser considerada absolutamente pobre,Equando ela for pobre em todos esses aspectos.Sei muito bem qual é o conceito mais comum de pobreza. A maioria avalia aquantidade de dinheiro e bens materiais de uma pessoa para julgá‐la pobre ou não.Mas, esse julgamento é extremamente falso. Infelizmente, políticas econômicasnacionais têm sido implementadas com base nesse conceito falho. Vale lembrar:uitas pessoas, ao longo da história do ser humano, abdicaram de dinheiro e bensmmateriais e, mesmo assim, sentiam‐se ricas e eram ricas.O inverso também é verdadeiro. A história, também, está repleta de pessoascom fortunas incontáveis e se sentindo, desesperadamente, pobres.Não estou tentando diminuir a importância do aspecto material. Naverdade, acredito ser necessário o equilíbrio entre todos os aspectos. Para mim,haverá liberdade financeira quando um indivíduo conseguir harmonizar todosesses aspectos, não só em si mesmo, mas em todos os que estão a sua volta,ambém. Uma pessoa não estará livre enquanto todas as outras, à sua volta,stiverem escravizadas.e 
 
Esta brilhante verdade foi falada por Paulo:
"Pois
 
conheceis
 
a
 
 graça
 
de
 
nosso
 
enhor 
 
 Jesus
 
Cristo,
 
que
 
sendo
 
S ico,
 
 por 
 
amor 
 
de
 
vós
 
se
 
 fez 
 
 pobre,
 
 para
 
que
 
 pela
 
sua
 
 pobreza
 
 fosseis
 
enriquecidos" 
( II Coríntios 8:9 ).A idéia cristã de formar uma Igreja é, em última análise, uma proposta deharmonia comunitária. Jesus Cristo não buscou a própria riqueza, antes asacrificou para que todos, sem exceção, fossem ricos. Para isso ele não sacrificouens materiais, apenas. Sacrificou‐se por inteiro. Sua espiritualidade, suasbemoções, seu intelecto e seu corpo.A vontade de Deus expressa no corpo do homem é vida e saúde; em suaente é sabedoria, harmonia, amor, gozo e paz; em suas atividades se expressaom sustento e bom êxito. (R. Lynch)mc SegredoO Para r " eceber as boas coisas da vida é preciso dar".Esta lei criativa, de uma vida plena, está contida no versículo bíblico: "Quemchar a sua vida perdê‐la‐á, e quem perder a sua vida por amor de mim achá‐la‐á".a(Mateus 10:39)Aqui está, novamente, expressa em uma frase que considero das maismportantes de toda a Bíblia: " Eu vim para que tenham vida e a tenham emiabundância". (João 10:10)Algo tão simples como dar, de si mesmo, pensamentos, palavras, dinheiro,tempo, auxílios, etc.. fazem fluir o manancial.Se continuarmos a dar, manteremos limpo o canal e a livre provisão de Deusoderá fluir em nossas vidas. Se deixarmos de dar bloquearemos e impediremos antrada do bem. (Henry Thomas Hamblim)pe 
Semear 
 
Hoje em dia, a maioria das pessoas ainda tem que aprender que não se podeonseguir nada de graça, mas sim tem que dar antes de receber ou tem quec
semear
 
antes
 
de
 
colher
.O Apóstolo Paulo ensina usando o princípio da semeadura: " Mas digo isto:quele que semeia pouco, pouco também ceifará; e aquele que semeia emAabundância, em abundância também ceifará. ( II Cor 9:6 )Paulo gostava muito desse princípio de semear para prosperar. Um poucoadiante ele insiste: "Ora, aquele que dá a semente ao que semeia, e pão para comer,também dará e multiplicará a vossa sementeira, e aumentará os frutos da vossatudo enriqueceis para toda liberalidade, a qual por nósaças a Deus;"justiça, enquanto emeverte em ações de grII Coríntios 9:10‐11).r( 
Secretamente
 
Um dos maiores cuidados que devemos ter enquanto semeamos é nãopermitir que a vaidade, o orgulho ou mesmo a soberba impeçam nossa sementede germinar. Assim, O Mestre dos Mestres ensina a semearmos em segredo:"Guardai‐vos de fazer as vossas boas obras diante dos homens, para serdes vistos
 
por eles; de outra sorte não tereis recompensa junto do vosso Pai, que está noscéus." (Mateus 6:1)E ainda: "Mas, quando tu deres esmola, não saiba a tua mão esquerda o que faz aireita; para que a tua esmola fique em secreto; e teu Pai, que vê em secreto, teecompensara." (Mateus 6:3 e 4)dr 
 Abundantemente
 
"Mais um versículo maravilhoso sobre a verdade de dar e receber é: "Daí eser‐vos‐á dado; boa medida recalcada, sacudida e transbordando vos deitarão noregaço; porque com a mesma medida com que medis, vos medirão a vós" (Lc 6:38).É assim que a abundância age. Está sempre presente, pronta a derramarobre você todas as coisas boas. A única coisa que você tem a fazer é estimular oluxo da abusf ndância.
Estimuladores
 
consegue desenvolvendo certos
estimuladores
, isto é, certaso fluxo da abundância.Isto seatitudes e hábitos que abrirão e manterão s estimuladores para a abundância são:O 1.
Pensar
pensamentos de abundância.Se você quiser ter uma vida feliz terá que ser senhor dos seus pensamentose através deles participar de sua edificação. Aquilo que você pensa tende a crescere se tornar sua própria vida. Qualquer assunto que você eliminar de sua mentetenderá a desaparecer de sua vida. Quanto mais você pensar em prosperidade,abundância, êxito e saúde mais você as verá em sua vida. O apóstolo Pauloexpressa isso de maneira maravilhosa: "E a paz de Deus, que excede todo oentendimento, guardará os vossos corações e os vossos pensamentos em CristoJesus. Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo que é honesto, tudoue é justo, tudo que é puro, tudo que é amável, tudo que é de boa fama, se háqalguma virtude e se há algum louvor, nisso pensai." (Filipenses 4:7‐8)É preciso fazê‐lo de forma definida e deliberada. Devemos eliminar damente todos os pensamentos de necessidade. Será necessário praticar o conceitoe abundância até que se torne habitual. Conceba‐se como uma parte estimulanteddo fluxo do bem, não do mal, da prosperidade, não da pobreza.Ajude os outros a pensarem e agirem da mesma forma, pois, não poderáxistire abundância permanente para um, a menos que se estenda a muitos.A prosperidade largamente compartilhada estende o nível de abundância deodos. Aqueles que aplicam a lei da abundância, de pensamentos retos, de açõesonestas e de serviço ao próximo, mantém o fluxo de valores sempre emovimento.hm 

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->