Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
1Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Como as crianças podem ser influências por algumas HQs

Como as crianças podem ser influências por algumas HQs

Ratings: (0)|Views: 16 |Likes:
Published by Maurobandeiras

More info:

Published by: Maurobandeiras on Sep 17, 2009
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

09/16/2009

pdf

text

original

 
UNIVERSIDADE DE BRASILIALETLeitura Critica de TextosComo as crianças podem ser influenciadas por algumas HQs Alunos:MAURO ----03/85310RODRIGO ---- 06/94878VANESSA ---- 06/36827ALCILENE ---- 05/44311O primeiro texto argumenta basicamente que as HQs (histórias em quadrinhos) possuivarias qualidades e é de interesse cultural da população em geral. No primeiro parágrafo observamos sutilmente a eternalização: “... atrai (...) desde da suainvenção...”; ou seja, algo que é continuo, duradouro, permanente, tradição. Este trechotambém reflete a universalização: “... gerações de adultos e crianças...”; o autor tentalegitimar sua afirmação demonstrando que o objeto do estudo é de interesse geral, detodas as idades. Vários trechos sugerem que algumas HQs são uma forma devalorização e representação da cultura nacional: a simbolização da unidade, umaidentidade comum brasileira representada pelas HQs. Porém o texto como um todoapresenta a sua forma principal de legitimar seus argumentos através da narrativização:histórias das origens, desenvolvimento, fases, consolidação entre outros fatos.O segundo texto afirma que há riscos de desvio de conduta para algumas crianças,através da influencia das HQs.O texto é introduzido com um choque para o leitor de como as crianças podem ser influenciadas por algumas HQs. Essa historia caracteriza a narrativização, uma forma delegitimar, e bem feito, sua tese. Também pode ser observado um “expurgo do outro”: osvalores negativos de um maníaco sexual podem ser passados ao caráter de uma criança,de tal forma que seria no mínimo interessante tomar cuidado ou evitar as HQs. O autor também tenta passar uma idéia de naturalização: é comum, inevitável e natural ascrianças absorverem os alguns conteúdos indevidos das HQs, seja ser maníaco sexualou aprender o que é crime e como se faz. No parágrafo 7° - “... One starting-point (...)achieve little...” -, o autor citou uma seqüência de pensamentos e racicios para sustentar seus argumentos: a racionalização. No parágrafo 9° ele cita: “... children like to beguided...”, mas por quem? Na verdade não importa, o fato é que ele quer comprovar anecessidade da criança ser guiada, seja por educadores escolares ou pelos pais - passivização. “Comic books stimulate children sexually.”, neste caso ele tenta passar aidéia que todo “comic book” é assim – seria uma padronização, porem de valoresnegativos. No parágrafo 12° ele cita a sua pesquisa realizada com 355 crianças – usaargumentos cadenciados e técnicos para legitimar – racionalização. “They named as badones...” – um claro exemplo de deslocamento – os valores negativos são transferidos àalgumas HQs. A divisão dos “bad ones” sugere os “good ones” – diferenciação. Ao finalconclue-se que o texto todo exerce uma estratégia geral: expurgo das HQs, ou melhor,dos “comic books”.

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->