Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
4Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
HAARP

HAARP

Ratings: (0)|Views: 601 |Likes:
Published by Carol

More info:

Published by: Carol on Sep 22, 2009
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

10/27/2011

pdf

text

original

 
HAARP: VANDALISMO NO CÉU?
Publicado na revista Nexus,Volume 3, Número 1(Dezembro de 1995-Janeiro de 1996)PO Box 30, Mapleton Qld 4560 Australia.nexus@peg.apc.orgTelephone: +61 (0)75442 9280; Fax: +61 (0)7 5442 9381 From our web page at:http://www.peg.apc.org/~nexus/Copyright: 1995 do Dr. Nick Begich e Jeane Manning Earthpulse Press, PO Box201393, Anchorage, Alaska 99520, USA Voice Mail: 907 249 9111
T
echnonet é uma forma de protesto dos anos 90 pegando as auto estradas dainformação. Por exemplo, um grupo rapidamente crescente de homens e mulheres por todas as partes do mundo está usando a Internet (iniciou-se com militares americanospara transferência de informação e troca que nunca poderia haver interferência) parachamar atenção para um projeto militar questionável no Alasca. Agora que estaspessoas estão usando a Internet, mandando e mails, faxes, estão abrindo buracos naparede de sigilo do Departamento de Defesa usando os próprios sistemas do governo.Uma parte do protesto impresso em palavras começou quando Dennis Specht, umativista anti nuclear então vivendo no Alasca, enviou um item de notícias para a NEXUSsobre o pico do HAARP-the High-frequency Active Auroral Research Program(programa de Pesquisa da Atividade de Alta Freqüência Auroral (/ - algo a ver comAurora ou Aurora Boreal?). Eno, um ativista potico do Alasca e pesquisador científico em Anchorage, Nick Begich, ligado pela rede a Patrick e Crystal Flanagan,que se auto descrevem como ‘’tecnomonges” que vivem em Sedona, Arizona, e ditoque examinaram a mesma revista baseada na Austrália. Begich esta surpreso de ver um item sobre sua cidade natal em NEXUS e imediatamente dirigiu-se para a bibliotecalocal para ‘’levantar’’ os documentos que eram citados no artigo.Aquela pesquisa conduziu aos artigos e a um livro, Angels Don't Play this HAARP:Advances in Tesla Technology (Avanços na Tecnologia de Tesla – Os Anjos Não TocamEsta Harpa), que contém 230 ginas de informação detalhada sobre o projetoinvasivo. Este artigo contém somente os pontos mais relevantes. A despeito daquantidade de pesquisas (350 notas de rodapé), em seu coração está a história sobrepessoas comuns que causaram uma mudança extraordinária.
HAARP FERVE NA ATMOSFERA SUPERIOR
HAARP atingirá a atmosfera superior com um raio eletromagnético focalizado eendurecido. É um modelo avançado de ‘’aquecedor ionosférico”. (a ionosfera é umaesfera eletricamente carregada que envolve a atmosfera superior da Terra. Temalcance entre 40 e 600 milhas acima da superfície da Terra .)Em linguagem simples, o aparelho do HAARP é o inverso de um radio telescópio:antenas que enviam sinais em lugar de recebê-los. HAARP está em fase de testes com
 
uma tecnologia de raios de ondas de rádio super poderosas que suspende áreas daionosfera por meio da focalizão e aquecimento destas áreas. As ondaseletromagnéticas então retornam para a Terra e penetram em tudo – vivo ou não. Apublicidade dada ao projeto HAARP a impreso que este programa éprincipalmente um projeto acadêmico com o objetivo de alterar a ionosfera com oobjetivo de melhorar as comunicações para nosso próprio benefício. Entretanto, hádocumentos militares que mostram mais claramente tudo isto: HAARP tem comoobjetivo saber como ‘’explorar a ionosfera para os propósitos do Departamento deDefesa”.As publicações da imprensa e outras informações dos militares sobre o HAARPcontinuamente dão a entender que isto pode ser. A publicidade de documentos insisteque o projeto HAARP não é diferente de outros projetos de aquecimento da ionosferaque estão operando com segurança através do mundo em lugares como Arecibo, PortoRico; Tromsø, Noruega e na antiga União Soviética. Entretanto, um documento dogoverno do ano de 1990 indica que a energia de rádio freqüência (RF) conduzirá aionosfera a apresentar atividades que não são naturais:"...nas mais altas energias de HF disponíveis no Ocidente, as instabilidadescomumente estudadas estão se aproximando ao máximo da capacidade de dissipaçãoda energia de RF, além do que os processos do plasma ficarão sem controle até queum novo fator limitante seja encontrado’’.Se os militares, em cooperação com a Universidade do Alasca, em Fairbanks, podemmostrar que esta é uma nova tecnologia de solo baseada em "Star Wars" como parece,eles vencem. Os militares tem um escudo de defesa relativamente barato e auniversidade pode se bravatear sobre esta manipulação geofísica , a mais dramáticadesde a explosão de bombas atômicas na atmosfera. Depois de bem sucedidamentetestadas, eles teriam megaprojetos militares do futuro e enormes mercados para o gásnatural do Aclive Norte do Alasca.Olhando outros padrões que construíram o trabalho do físico de Texas de nomeBernard Eastlund, fica ainda mais claro como os militares pretendem usar otransmissor HAARP. E isto faz a negativa governamental ainda mais inacreditável. Osmilitares sabem como e pretendem usar esta tecnologia, e tem deixado isto muito claroem seus documentos. Os militares tem deliberadamente confundido o público por meiode sofisticados jogos de guerra, enganos e desinformação. OS militares dizem que osistema HAARP pode:
Dar aos militares uma ferramenta que substita o efeito dos pulsoseletromagnéticos da atmosfera dos aparelhos de energia termo nucleaatmosféricos (ainda considerados uma opção viável pelos militares por até nomínimo 1986);
Substituir o sistema de comunicações submarinas de freqüência extremamentebaixa (ELF) que está em operação em Michigan e Wisconsin por uma tecnologiamais nova e mais compacta;
Ser usado para substituir o sistema de radar acima do horizonte que foi uma vezplanejado para o atual emprego do HAARP, como um sistema mais acurado eflexível;
 
Fornecer uma maneira de cortar as comunicações sobre uma áreaextremamente grande, enquanto mantém aos comunicões militares emfuncionamento;
Fornecer uma tomografia penetrante de ampla área na Terra que, combinadacom as habilidades informáticas dos computadores de EMASS e Cray,tornariam possível verificar muitas partes dos tratados de não proliferação dearmas nucleares e de paz;
Ser uma ferramenta para a sondagem geofísica para encontrar petróleo,depósitos de gás natural e minerais sobre uma grande área;
Ser usada para detectar aviões de sinais baixos e mísseis cruise fazendo asoutras tecnologias se tornarem obsoletas.As habilidades acima descritas parecem boa idéia para aqueles que acreditam em umaimediata defesa nacional e para aqueles preocupados com a redução dos custos.Entretanto, os usos possíveis que estes registros do HAARP não apresentam, e que sópodem ser encontrados nos registros das Agências Federais da Força Aérea, Marinha,e outras, são alarmantes. Sobretudo, os efeitos do uso sem controle destas energiasem nosso escudo natural ionosférico podem ser catastficos, segundo muitoscientistas.Dois do Alasca mostram isto sem rodeios. Um dos fundadores do movimento NOHAARP, Clare Zickuhr, diz: "Os militares estão indo a dar na ionosfera um grande chutee ver o que acontece’’. Os militares falharam em não dizer ao público que eles nãosabem exatamente o que acontecerá, mas um artigo científico do Penn State afirmaesta incerteza. Ciência machista? O projeto HAARP usa níveis muito mais altos deenergia ainda não dominada, e a isto Begich e Manning chamam "os grandes garotos eseus novos brinquedos”. É de fato um experimento no céu e como os experimentos,são feitos para descobrir alguma coisa ainda desconhecida. Cientistas independentesdisseram a Begich e Manning que um ‘’aquecedor de céu do tipo de HAARP’’ com seusefeitos imprevisíveis é um ato de vandalismo global.
A HISTÓRIA DE
 
HAARP
As patentes descritas abaixo eram um pacote de idéias
 
que foram controladas pelaARCO Power Technologies Incorporated (APTI), uma subsidiária da Atlantic RichfieldCompany, uma das maiores companhias de petróleo do mundo. APTI foi o contratadopara construir as instalações do projeto HAARP. ARCO vendeu esta subsidiária, aspatentes e a Segunda fase do contrato de construção para a E-Systems em junho de1994.E-Systems é um dos maiores contratados das inteligências no mundo, trabalhandopara a CIA, as organizações de inteligência de defesa e outras. US$1.8 bilhões de suasvendas anuais são para estas organizações, sendo que 800 milhões são de projetos‘’negros’’ tão secretos que mesmo o Congresso Americano não sabe onde este dinheiroé gasto.

Activity (4)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
Márcio Ramalho liked this
wandtecnagro liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->