Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
25Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Conceito,Categoria,Lei

Conceito,Categoria,Lei

Ratings:

4.5

(2)
|Views: 5,736 |Likes:
Published by lisjardim

More info:

Published by: lisjardim on Jul 18, 2007
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

05/08/2014

pdf

text

original

 
Síntese de parte do artigo:
Triviños, Augusto Silva. Dialética e Pesquisa em Ciências Sociais. (In:Neto, V. M.; Triviños, A. N. S. A pesquisa Qualitativa na Educação Física)Conceito
refere-se às propriedades essenciais que caracterizam um grupodeterminado de fenômenos.Num nível de pensamento anterior ao conceito, a percepção nos permitiudistinguir fenômenos individuais. Mais tarde, a ciência (ao descobrir a essênciados fenômenos), estabeleceu agrupamentos, os quais permitiram formular conceitos. Exemplo: baleia e morcego formam um grupo de mamíferos (e nãoum peixe e uma ave).Conceito, então, é uma forma superior do pensamento; uma forma abstrata egeral das características dos fenômenos da realidade; uma elaboração daconsciência.Por sua vez, as categorias são formas de conceito porque também refletem aspropriedades essenciais dos objetos, fenômenos, coisas. Mas não é a mesmacoisa. Enquanto o conceito se refere a um fenômeno ou a um grupo maior oumenor de fenômenos, a categoria é universal, está em todos e em cada um dosobjetos que abrange, não se limitando a um fenômeno ou a um grupo destes.
Categorias filosóficas
, portanto, refletem as propriedades essenciais,universais e comuns a todos os objetos, femenos, coisas. Assim, poexemplo, todos os objetos possuem “espo”, “contradição”, “tempo”,“essência”, “realidade”, etc., que são categorias filosóficas.A passagem do pensamento do nível de conceito para o de categoria filosóficafoi demorada, representando um desenvolvimento, uma evolão dopensamento intelectual do ser humano.Existem
categorias filosóficas
e
categorias científicas,
que são categoriaspróprias de cada ciência que configuram um tipo de conhecimento científico(ex. de categorias científicas nas Ciências Econômicas: lucro, salários, teoriado valor...).O pesquisador pode/deve atuar com níveis de categorias, tais quais:a) categorias científicas próprias da ciência em que atua;b) categorias filosóficas do materialismo dialético;c) categorias filosóficas do materialismo histórico;d) categorias próprias do pesquisador para sistematizar/organizar/classificar osdados do seu estudo.O indivíduo chegou ao conhecimento que chamamos de
categoria
observandoa realidade, através da prática desenvolvida no cotidiano durante séculos.Assim, é preciso entendê-la como sendo produto de uma época, síntese de umpeodo histórico. O sistema de categorias deve ser um instrumento decompreeno da realidade, e o um entrave para o conhecimento darealidade. As categorias são buscadas na realidade e formuladas a partir darealidade.

Activity (25)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
Milla Alves liked this
Flavio Assiz liked this
Rita Reis liked this
David Luiz liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->