Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
0Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Capítulo-8 (9)

Capítulo-8 (9)

Ratings: (0)|Views: 0 |Likes:

More info:

Published by: Francisco Eduardo Maia on Jan 17, 2014
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

01/17/2014

pdf

text

original

 
Capítulo Oito 08:01 [A] Depois do que tempo [do ano] são todas as pessoas, [ricos e pobres], permitiu [reunir] rabiscos [que os pobres não tenham ainda]? [B] [Todos são permitidos] após a idade dos pobres ir [através do campo, a fim de recolher este produto, por esta altura, podemos assumir que todos os pobres tiveram uma oportunidade de reunir a sua parte dos rabiscos]. [C] No que diz respeito à separados [uvas] e clusters defeituosos, [quando é qualquer pessoa, rica ou pobre, permissão para levar a comida]? [D] [Todos são permitidos] após o pobre passar a vinha [a recolher os produtos que são designados para eles], e vim [a segunda vez, para recolher as uvas que mais cedo passou por cima]. [E] E com relação ao oliveiras, [quando qualquer pessoa é permitido recolher os frutos deixados para trás produtos como esquecido]? [F] [Todos são permitidos] depois da época das chuvas segunda. [G] Disse R. Judá, "Mas existem alguns não [agricultores] que colher suas azeitonas somente após a época das chuvas segunda? [Esses chefes de família ainda não teriam começado a colher para si, e por isso não poderia ter deixado qualquer produto para trás, para os pobres. Claramente, as azeitonas não deve estar disponível para os outros a tomar.] [H] "Pelo contrário, [a decisão do adequada para as oliveiras é que todos são permitidas após] uma pessoa pobre vai para fora [para o pomar para coletar a produzir designada para os pobres], e não pode retornar com quatro issars [pena de azeitonas] . " [I: 1 A] [Todos são permitidos] após a idade dos pobres ir [através do campo, a fim de recolher este produto, por esta altura, podemos assumir que todos os pobres tiveram uma oportunidade de reunir a sua quota de rabiscos]: Said R. Yohanan, "Por que eles são chamados namoshot? Porque eles vêm para o campo no final da colheita [e a raiz é nimshakh, para levar um longo tempo]. " [B] Abba Saul seria chamá-los meshoshot. [C] Há autoridades Tannaite que chamam namoshot, e alguns chamam meshoshot. Aquele que os chama nemoshot diz que eles vêm para o campo no final do período de colheita. Aquele que os chama meshoshot afirma sentir-se a caminho do campo, sendo idoso e cego. [D] R. Huna no nome de Menahem: "R. Yohanan b. Nuri sairia com idosos pobres, no entanto, ele poderia reunir rabiscos suficientes para se sustentar durante todo o ano. " [I: 2 A] Afirma-se na autoridade Tannaite: E [a parcela] das ofertas de pobre-que [continua] nos campos, para que os pobres não pagam a atenção-lo, isso [produzir] pertence ao pai de família [ T. Pe. 2:18].
 
[B] R. Abun barra Hiyya perguntou: "Pode um agricultor declarar produto como Peah e depois cobrá-lo por si mesmo?" [C] R. Simeon Bar Yohai ensinada como uma declaração Tannaite: "." Você deve deixá-los para os pobres e os estrangeiros "(Lv 19:10), e não por corvos e morcegos" [II: 1 A] Com relação à separados [uvas] e clusters defeituosos, [quando é qualquer pessoa, rica ou pobre, permissão para levar a comida]? [Tudo é permitido] após o pobre passar a vinha [a recolher os produtos que são designados para eles], e vim [a segunda vez, para recolher as uvas que mais cedo passou por cima]. [B] Por que não é o tempo que o pobre velho atravessar o campo? [C] Uma vez que as uvas são valiosos, os pobres, incluindo os idosos vêm para o campo pontualmente. [D] E com relação ao oliveiras, [quando qualquer pessoa é permitido recolher os frutos deixados para trás produtos como esquecido]? [Tudo é permitido] após a época das chuvas segunda. [E] O momento decisivo não é a partida de idosos pobres, porque a colheita da azeitona acontece na estação fria, e apenas o jovem sair. [III: 1 A] Disse R. Judá ", mas não estão há alguns [agricultores] que colher suas azeitonas somente após a época das chuvas segunda? [Esses chefes de família ainda não teriam começado a colher para si, e por isso não poderia ter deixado qualquer produto para trás, para os pobres. Claramente, as azeitonas não deve estar disponível para os outros a tomar.] Em vez disso, [a decisão adequada para as oliveiras é que todos são permitidas após] uma pessoa pobre vai para fora [para o pomar de recolher o produto designado para a] pobres, e não pode retornar com quatro issars [no valor de azeitonas]. " [B] E antes que o tempo que [Judá especifica] não é uma pessoa comum que levou quatro Issar pena de o fruto ser culpado de roubar os pobres? [Por que Judá dizer que uma pessoa rica é permitido levar o produto só depois que o tempo?] [C] Ele poderia responder os sábios na sua teoria da matéria. [Eles haviam dito que as oliveiras não estão disponíveis no momento em que o pobre velho sair, uma vez que eles não saem para recolher azeitona por causa do tempo frio.] Ele dizia: "Você não explicou isso. Para você dizer que desde que é frio apenas os jovens saem a campo para coletar azeitonas. Como neste caso não mais de quatro issars de produtos permanecem no pomar, o pobre sabe que ele não pode trazer de volta o suficiente produzir para se sustentar e que ele não iria sair. [Todos devem ser autorizados a recolher as azeitonas e não se preocupar com o roubo.] " 08:02 [A] [as pessoas pobres que vendem produtos em sua posse] acredita [se eles alegam que receberam este alimento como] rabiscos, roldanas esquecidos, ou Peah,
 
[B] [somente se eles estão vendendo este produto] durante o tempo adequado [do ano para a designação dessas ofertas]. [Assim, durante época de colheita, quando os pobres recolher essas ofertas, uma pessoa pobre é considerado confiável quando ele afirma que a comida que ele vende é na situação de baixa oferta. Assim, este produto está isento da separação dos dízimos.] [C] e [pessoas pobres que vendem produtos também são acreditavam que se eles afirmam que a comida foi recebido como] dízimo Poorman, [D] [desde que é] o ano correcto [para a designação da Oferta]. Dízimo [Poorman é designado durante os terceiro e sexto ano do ciclo sabático. Durante esses anos, só uma pessoa pobre é considerado confiável se ele afirma que a comida que ele vende tem o estatuto de dízimo Poorman. Como em A, tais produtos estariam isentos de maior separação dos dízimos.] [E] Mas um levita [que vende produzir, e afirma que a comida tem o estatuto de primeiro dízimo] é acreditado durante todos os [anos do ciclo sabático]. [Como primeiro dízimo é designado a cada ano, à primeira alegação do levita prima sempre é credível.] [F] Mas [reivindicação do homem pobre que produzem eles vendem é no estado de má ofertas ou foi recebido como dízimo Poorman] acredita apenas em relação à [tipo de] alimentos que as pessoas normalmente [deixar para eles]. [Assim nós confio afirmação de uma pessoa pobre só em relação aos produtos alimentares não transformados, para, por definição, é isso que os agricultores geralmente deixam para trás ou designar para os pobres.] [I: 1 A] A que distância de um campo particular [acreditamos reivindicação do homem pobre do estado do produto]? [B] Disse R. Hanina, "Acredita-se em qualquer lugar que é um dia de viagem e para trás." [I: 2 A] Não foi este o caso: o rabino acreditava cinco irmãos sobre cinco coros de trigo. [B] Mas é possível [para recolher o trigo tanto como produto pobre homem]? [C] Cada um foi para uma eira separado e reuniu um kor de trigo. [I: 3 A] Mas um levita [que vende produzir, e afirma que a comida tem o estatuto de primeiro dízimo] é acreditado durante todos os [anos do ciclo sabático]: [B] R. Eleazar o sulista perguntado antes R. Yose, "Nossa passagem da Mishná concorda com R. Eliezer. para R. Eliezer diz: "Se alguém vê alguém separando segundo dízimo, ele acredita, se ele afirma ter separado primeiro dízimo" (TMS 3:16). " [C] Disse R. Yose, "É a opinião de todas as partes [não apenas Eliezer]. O caso é diferente no segundo dízimo] para ninguém iria tentar enganar superior em tal assunto [a pena é a morte. Então sábios e Eliezer concordam que levitas não tentaria fraudar outros vendendo primeiro dízimo a partir do qual oferta alçada do dízimo ainda não foi separado]. [D] R. Eleazar em nome de R. Hoshaia: ". Assim como israelitas não são suspeito de violar as leis sobre o dízimo em primeiro lugar, para que os levitas não são suspeito de violar as folhas da oferta alçada do dízimo"

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->