Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
22Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
DIREITOS POLÍTICOS

DIREITOS POLÍTICOS

Ratings:

4.0

(2)
|Views: 1,770 |Likes:
Published by Jodelse
Trabalho apresentado ao Curso de Direito, da Universidade do Estado da Bahia – UNEB, Departamento de Educação - Campus XV, como requisito para avaliação parcial da disciplina Direito Constitucional I.
Trabalho apresentado ao Curso de Direito, da Universidade do Estado da Bahia – UNEB, Departamento de Educação - Campus XV, como requisito para avaliação parcial da disciplina Direito Constitucional I.

More info:

Published by: Jodelse on Sep 22, 2009
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

06/22/2013

pdf

text

original

 
SUMÁRIO
RESUMO04INTRODUÇÃO 05CAPÍTULO 1: DIREITO POLÍTICOS
1.1.
Conceituação, Definição. 06CAPÍTULO 2: DIREITO DE SUFRÁGIO2.1. A Capacidade Eleitoral Ativa. 082.2 A Capacidade Eleitoral Passiva. A Elegibilidade. 09CAPÍTULO 3: DIREITO DE VOTO3.1. O Exercício do Direito de Voto. 113.2 Direito Políticos Negativos. 123.3 Privação dos Direitos Políticos. 15 CAPÍTULO 5: PARTIDOS POLÍTICOS5.1. Definição, finalidades. 18REFERÊNCIAS22
 
RESUMO
O presente trabalho visa analisar, enfatizando a necessidade de garantir com absolutavalidade, a conceituação do termo Direitos Poticos. Sendo assim, as implicões dosquestionamentos do uso deste termo no Direito Constitucional I, deverão ser desdobradosobservando-se algumas questões que englobam o tema aqui apresentado. Coloca-se em evidênciaa necessidade da construção e desenvolvimento de alguns paradigmas
1
 diretamente referenciaisàs imbricações dos Direitos Políticos
 per si
, cujas interdependências, devem ser compreendidasem sua íntima relação com as determinações sociais, políticas e culturais, sempre procurandocontribuir para acabar com o falso simplismo e algumas ilusões existentes nesses paradigmas.
1
Refere-se à construção de novos modelos ou padrões.4
 
INTRODUÇÃO
Diversas são as concepções etimológicas a respeito do significado da palavra em si.Para que não nos delonguemos, procuremos então tentar definir o Direito como o que representa para a sociedade através dos séculos, pelo célebre silogismo da juridicidade, e é neste sentido queUlpiano nos diz: 
“ubi homo, ibi societas” (onde o homem, aí a sociedade);“ubi societas, ibi jus” (onde a sociedade, aí o Direito);“ubi homo, ibi jus” (logo, onde o homem, aí o Direito).
2
O Direito, através desta predefinição, então será visto como uma ciência que garantesua validade demonstrando suas afirmações. Afirmações estas que quando interligadas, sejamindissolúveis, sem poderem ser retiradas, anexadas ou mudadas, mesmo sendo o Direito produtoda cultura humana, buscando sempre seu melhoramento e engrandecimento,
“O Direito é, pois, antes de tudo uma disciplina social, isto é, uma disciplina que asociedade impõe a si mesma na pessoa dos seus membros, como meio de atingir o fimsupremo, - e o direito só tem este -, da convivência harmônica de todos associados.” 
3
Propuse-mo-nos, também, englobar a Política em sua concepção maissimplória, para que as determinantes dos plurissignificados não fujam do direcionamento que pretendemos dar ao trabalho como no todo, pois, segundo BOBBIO
4
, este é um termo derivadodo adjetivo originado de
 pólis
(
 politikós
)
 ,
que significa tudo o que se refere à cidade e,conseqüentemente, o que é urbano, civil, público, e até mesmo sociável e social, o termo Políticase expandiu graças à influência da grande obra de Aristóteles, intitulada
 Política,
que deve ser considerada como o primeiro tratado sobre a natureza, funções e divisão do Estado, e sobre asvárias formas de Governo.A partir desses pressupostos teóricos iniciaremos nosso trabalho.
2
ROMANO, Santi.
L`ordinamento giuridico
. Firenze: Sansoni, 1945, p.21
 .
3
(BARRETO, Tobias- 1839-1889
. Estudos de Filosofia
 .
2ª Ed. São Paulo, Grijalbo; Brasília, INL, 1977, p.433)
4
BOBBIO, Norberto, 1909 -
Dicionário de política
 I 
 
 Norberto Bobbio, Nicola Matteucci e Gianfranco Pasquino;trad. Carmen C, Varriale
et alii
.; coord. trad. João Ferreira; rev. geral João Ferreira e Luis Guerreiro Pinto Cacais. -Brasília: Editora Universidade de Brasília, 1 ed., 1998. Vol. 1: 674 p. (total: 1.330 p.)p. 954.5

Activity (22)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
Daniel Ferreira liked this
Almir Junior liked this
Milca Fraleone liked this
Eduardo Araujo liked this
Brenda Chedid liked this
Deja Sanches liked this
Rarilda Batista liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->