Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
5Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Os segredos da Área 51

Os segredos da Área 51

Ratings: (0)|Views: 338 |Likes:
Published by joaoluizinformatica

More info:

Published by: joaoluizinformatica on Sep 25, 2009
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

07/08/2010

pdf

text

original

 
Os segredos da Área 51
 
Thiago Ticchett
 
"Área restrita"
, é o que dizem as placasespalhadas ao redor de Dreamland. Osinvasores podem ser detidos semexplicações.
 
Todas as manhãs, pelo menos 500pessoas chegam a um terminal deembarque restrito na ala norte doAeroporto McCarran, em LasVegas, Nevada. Lá, embarcamnum Boeing 737-200 semqualquer tipo de identificação.Após 30 minutos de vôo, chegamao seu destino final: Base Aéreade Groom Lake, cerca de 170 kmao norte da capital mundial doscassinos. O local também éconhecido como Área 51,Dreamland
[Terra da
 
fantasia]
ousimplesmente The Ranch
[Afazenda]
. É uma área tão secretaque o governo norte-americano sóadmitiu sua existência oficial em1994, e ainda assim com muitasrestrições. Mas que segredos tãoimportantes poderiam estarescondidos neste local?Parte dessa resposta foi dada no dia 18 de abril passado, através do siteTerraServer, na Internet. A empresa, sediada na cidade de Raleigh, tambémnos Estados Unidos, é especializada na obtenção e comercialização de imagensdigitais via satélite, que disponibiliza para compra através do endereço
www.terraserver.com.
Quem visitou o site a partir daquela data pôde ver emdetalhes inéditos, dúzias de fotografias da Área 51, embora com poucasexplicações. As imagens foram obtidas no dia 17 de março de 1998 numtrabalho em conjunto das empresas Aerial Images, Inc., Microsoft, Compaq eKodak. O satélite usado para fazer as fotos digitais é de uma empresasoviética ligada à Agência Russa de Aviação e Espaço, a Sovinformsputnik. “Conheça os segredos da área militar mais bem guardada do mundo”, dizia osite da TerraServer. De fato, as detalhadas imagens mostram o real tamanhodessa que é uma das maiores e mais secretas bases militares de todo oplaneta. A Base Aérea de Groom Lake ocupa apenas uma fração da área totalonde está Dreamland. Durante muito tempo, o mundo apenas suspeitava queuma base como a Área 51 existisse – apesar de alguns ufólogos falaremabertamente sobre o assunto desde os anos 70. A unidade é gigantesca, e tãosecreta que não aparece em qualquer mapa civil ou militar que não sejadestinado ao uso por autoridades de altíssimo escalão. E tem décadas deexistência: desde a Segunda Guerra se testam armamentos secretos em suasinstalações, o que justificaria a segurança e confidencialidade máximas.Entretanto, depois do explosivo aumento no número de ocorrências ufológicasem todo o mundo, principalmente nos Estados Unidos, a Área 51 e outrasinstalações militares com os mesmos recursos passaram também a comportarexperiências secretas com UFOs acidentados e resgatados em todo o planeta.O complexo principal de Dreamland tem sua estrutura básica quase todaalojada abaixo da terra, em prédios subterrâneos que, segundo especialistas,teriam mais de 20 andares. Nas fotos reveladas pela TerraServer podem servistas entradas misteriosas para esse universo subterrâneo. Agora, após suaexposição, os ufólogos do mundo inteiro se perguntam – dessa vez somados àpopulação, que já conhece a verdade sobre o local – duas coisas. Primeiro, seo governo vai de uma vez admitir sua existência.Segundo, se o número 51 é indicativo de que outras 50 unidades iguaistenham sido construídas antes dela.Quantas foram depois só o tempo dirá.Numa das fotos mais nítidas é mostrada uma pista de pouso e decolagem de 9km de extensão, o que equivale a quase 50 campos de futebol colocados ladoa lado. O satélite da Sovinformsputnik revelou que a pista é maior do quealgumas das mais gigantescas do mundo, alojadas em aeroportos como LosAngeles, Atlanta e Frankfurt. Mas, para que se necessita de uma pista comessa enormidade? Talvez a resposta esteja na construção de aviões invisíveisao radar, como o Stealth e Aurora, desenvolvidos e testados no local.Entretanto, as imagens da TerraServer são bem complexas. Algumas mostramcomo a área cresceu, inclusive detalhando a reconstrução e expansão doconjunto de prédios e alojamentos militares que lá existem. Numa dasimagens vêem-se instalações recém construídas e até um descomunal paiol demunições.Aqui reside um problema da maior gravidade: o governo norte-americano iráter incômodas dores-de-cabeça para explicar à nação como novos prédiosforam erguidos naquela que é uma área militar inexistente, segundo todos osinformes e declarações oficiais. E não se pense que tal cobrança não será
Fotos: Terraserver.com
 
Nas fotos acima, coloridas artificialmente,podem-se ver alguns detalhes do complexomilitar escondido na Área 51. À esquerdaestão os imensos hangares onde, segundoBob Lazar, eram desmontados e pesquisadosdiscos voadores resgatados em acidentes.À direita, a área de alojamento de pessoal,com capacidade para milhares de funcionários.Nada mal para uma base que o governogarante não existir..
.
Fotos:Terraserver.com
 
feita: a Área 51 é objeto constante de programas da forte e incisiva Imprensadaquele país. Até Larry King, da CNN, já fez entrevistas com estudiosos doproblema, diretamente dos arredores da base e ao vivo! A questão dasegurança nacional envolvendo Dreamland é tão complexa que Hollywoodsatirizou o fato no filme Independence Day, quando fez alusão ao fato de queo próprio presidente norte-americano desconhecia sua existência. “Clintonpode saber que ela existe, mas tem apenas vaga idéia do que se faz lá”,declarou recentemente o físico e ex-funcionário da área Bob Lazar.
 
Bill Clinton pode até saber que a Área 51existe, mas tem apenas uma vaga idéia do que acontece lá ” – Bob Lazar,físico nuclear 
 
Hangares Gigantescos
 
Noutra fotografia da TerraServer podem ser vistos o que se parece com quatrogigantescos hangares para aviões, ao lado da referida pista. Ampliando-se aimagem, se observa também alguns ônibus, torres de tráfego aéreo e atécarros – muita atividade para um lugar que sequer consta dos mapas oficiais. “Se você perguntar a qualquer morador daquela região sobre a base, vão lhedizer até onde ela fica e a que horas podem ser vistas luzes estranhas”, disseà Revista UFO o estudioso David Darlington. “Mas se você fizer a mesmapergunta a uma autoridade ou até mesmo a um guarda de trânsito, eles jamais admitirão a existência do local”. Alguns estudiosos já afirmaram queum dos hangares da foto seria o famoso Hangar 18, tema de livros e até deum filme sobre a queda de uma nave extraterrestre.
 
Mas a confusão foi desfeita rapidamente, pois o referido hangar, hojedesativado, ficava na Base Aérea de Wright-Patterson, em Ohio. Era para láque corpos de alienígenas e naves extraterrestres acidentadas eram enviados,antes da Área 51 ser usada para o mesmo fim.
 
A reação da comunidade científica norte-americana à revelação das fotos foiimediata e dividiu celebridades. “Eu quero ver discos voadores como qualqueroutra pessoa”, disse John Pike, da Federação Americana de Cientistas. “Nasfotos pode ser vista intensa atividade acontecendo naquele lugar. Parece quemuita verba é aplicada na Área 51, mas pouquíssima informação sobre seuuso sai de lá” . Ufólogos também se agitaram em todos os cantos da Terra.Pela primeira vez, algo verdadeiramente importante estava acontecendo etinha chances de forçar o governo a admitir a existência de Dreamlanddefinitivamente. A TerraServer, portanto, está fazendo um grande favor àcomunidade ufológica internacional. A tecnologia que empregou na obtençãodas fotos só era utilizada, até então, pelas agências de inteligência maispreparadas do mundo, com seus satélites espiões de alta especialização.Com tais instrumentos em mãos, imagina-se que até 2003 mais de 10empresas de cinco países se beneficiem diretamente da obtenção de fotos dealta resolução em qualquer parte do globo. Isso está deixando o governo dosEUA preocupado, pois se acredita que imagens como essas possam encorajara indústria internacional da espionagem e, conseqüentemente, ataques contraa sociedade por grupos extremistas.Ao longo dos anos, a Área 51 tem sido exemplarmente bem guardada pormilitares em jipes, helicópteros Pave Hawk e aviões diversos. Um sofisticadosistema de detecção de presença capta tudo o que se mexe em seu perímetro,ativando os guardas que vão ao local da intrusão e removem os que seaventurarem pelos morros em volta da base. Esses sensores são tãomodernos que seriam capazes de “sentir” literalmente o cheiro de estranhos epoderiam distinguí-los de animais. Somente de cima de alguns deles, aliás, eem condições absolutamente favoráveis, é que se consegue ver algo da área.Isso, se os militares não prenderem o curioso.Há placas espalhadas por todos os cantos, informando que intrusos podem serdetidos. Na verdade, pela extensão da lei de segurança nacional dos EUA, umcurioso capturado nos arredores de Dreamland pode ficar detido sem qualquerexplicação a dar ou receber por até 72 horas. Em determinadas circunstâncias,os guardas podem atirar para matar – sem qualquer pergunta ou titubeio.O perímetro de segurança da área cresceu muito nos últimos anos, comomostram as fotos. Até 1984 era fácil observá-la da montanha Bald e de outroslugares mais altos, que ficam ao norte das instalações militares. Mas, devidoàs hordas de curiosos que para lá acorriam, a Força Aérea Norte-Americana(USAF) estendeu a área da vizinha Base Aérea de Nellis, cerca de 100 km deDreamland, de forma a reforçar a segurança do local contra invasões.Entretanto, dois morros ao sul de Groom Lake ainda ofereciam uma visãorazoável da base até 1995, quando as autoridades também suprimiram esteacesso. As localidades de White Sides Peaks e Freedom Ridge foram entãoanexadas ao complexo militar que, insistem as autoridades, não existe...Detalhes surpreendentes das imagens daÁrea 51 obtidas pela TerraServer mostram que abase tem atividades muito mais complexase intensas do que os ufólogos suspeitavam.À esquerda, uma área para depósito de munições junto à entrada para instalações subterrâneas.À direita, ampliação de alguns pontos da principalpista de pouso e decolagem de Groom Lake,com mais de 9 km de extensão total
 
 Felizmente, agora temos as fotos de satélite para apreciar. E isso é bom paraa saúde dos ufólogos, que corriam sérios riscos adentrando os arredores deGroom Lake. A duas horas de carro de Las Vegas, pela rodovia NV-93, empleno deserto de Nevada, estima-se que o complexo militar de Dreamlandtenha 9 mil hectares, inserido numa área equivalente ao tamanho da Suíça.Seu espaço aéreo é o mais inviolável dos EUA: nenhuma aeronave tempermissão para sobrevoá-lo, nem mesmo de companhias aéreas regulares queatendem ao sul do Nevada e da Califórnia. Em seus primórdios, a Área 51 jáserviu como base secreta de operações para a Lockheed Aircraft Corporationdesenvolver aviões de espionagem para a CIA. Mas foi usada também pelaComissão de Energia Atômica dos EUA para testes de bombas – inclusivenucleares. Segundo especialistas, a área continua sendo a sede de alguns dosprojetos mais revolucionários dos EUA – não porque a tecnologia lá utilizadaseja de segurança nacional no país, e sim porque teria origem extraterrestre.
 
Tecnologia Alienígena
 
Desde o estabelecimento da Área 51, várias pessoas declararam ter vistoestranhos objetos sobrevoando seu espaço aéreo e arredores, mas asautoridades sempre negaram os fatos. Contudo, um de seus própriosfuncionários declarou que na base, além de projetos militares avançados queusam tecnologia alienígena ativamente, discos voadores genuinamenteextraterrestres também seriam objetos de estudo. As naves, resgatadasintactas ou não em acidentes, eram consertadas ou reconstruídas emDreamland e depois submetidas à prova por pilotos de testes. Foi o própriofísico Robert “Bob” Lazar quem fez tal afirmação, sendo seguido por váriosoutros ex-funcionários das instalações de Groom Lake. “Quase todos os diaseu pegava o avião em McCarran e ia à ‘Fazenda’, onde trabalhava emtecnologia revolucionária”, declarou Lazar, que trabalhou cinco meses na base,a partir de dezembro de 1988. O piloto de testes e herói de guerra John Lear,filho do então proprietário da fábrica de aviões a jato Learjet, foi um dos quecolocou os UFOs à prova.Lazar recentemente estendeu suas declarações e informou que o governonorte-americano estava pesquisando nada menos que nove discos voadoresna Área 51, e tentava adaptar sua tecnologia em projetos terrestres, com ouso da chamada engenharia reversa. Por suas declarações, ele e sua mulherreceberam várias ameaças de morte. Assim, evitando correr riscos, emnovembro de 1989 decidiu aparecer em público e confirmou suas alegações.Disse que há um lugar secreto no interior da Área 51, conhecido como S-4,próximo ao lago seco Papoose, onde as naves alienígenas eram guardadas.Explicou que seu trabalho se dava justamente naquelas instalações, junto auma equipe de 22 engenheiros contratados para estudar os sistemas depropulsão dos discos voadores. Agora, as novas imagens da TerraServerconfirmam as declarações de Lazar, mostrando detalhes de tais instalações.Ainda segundo Lazar, o S-4 era um enorme complexo subterrâneo queocupava toda a área de uma cordilheira de montanhas. No início, o físicopensou que estivesse trabalhando com uma tecnologia altamente sofisticadacriada pelo homem. Mas quando entrou em um dos discos voadores láalojados, convenceu-se de que se tratava de algo de outro mundo, porquetanto sua forma quanto suas dimensões confirmam sua origem não humana. “As naves que examinei não possuíam juntas aparentes, nenhuma solda,parafusos ou rebites”, disse Lazar. “As bordas de todos os elementos daespaçonave eram arredondadas e suaves, como se tivessem sido feitas comcera quente submetida a um rápido processo de resfriamento”.De acordo com seu relato, havia arcos e delicadas cadeiras de somente 30 cmde altura no interior dos veículos espaciais. Sua unidade de propulsão era oque mais lhe intrigava: tinha o tamanho de uma bola de beisebol e irradiavaum campo antigravitacional através de uma coluna oca, situada verticalmenteno centro da nave. Lazar teve sua curiosidade científica aguçada e passou aprocurar informações sobre tudo o que acontecia em S-4. Foi quando teveacesso a um memorando que confirmou suas suspeitas. Nele havia umaquantidade impressionante de informações sobre os UFOs, “inclusivefotografias de autópsias de pequenos seres cinzas com grandes cabeçascalvas”, declarou à Revista UFO. “O governo estava escondendo da populaçãofatos da maior gravidade, e tudo aquilo estava sendo feito em Groom Lake,mais precisamente em S-4”, desabafou [Veja edição UFO Especial 09].
 
ETs Mantidos Cativos
Dentro da rotina de trabalho desenvolvida em Dreamland, era tido comoestabelecido que os alienígenas mortos e autopsiados, anteriormenteproprietários das naves então alojadas na base, fossem provenientes daestrela Zeta Reticuli. “Mas nem todos tinham morrido nas quedas”, garantiaLazar. De fato, de acordo com ele e outras fontes, algumas navesextraterrestres ficaram apenas levemente avariadas em impactos com o solo,e seus tripulantes não foram mortos. Nestes casos, tanto os veículos quantoos seres precisavam ser isolados e bem cuidados. Não se poderia permitir quetais criaturas ficassem soltas pois sua sobrevivência deveria ser garantida pelomaior período de tempo possível. Foi por isso que se construiu instalaçõesespecificas na Área 51 que pudessem receber tais seres, onde viveriam sobeterna supervisão.Nutricionistas, médicos, fisioterapeutas, comunicólogos, estudiosos e umainfinidade de profissionais de alto padrão foram empregados na manutençãoÀs margens do leito seco do Lago Papoose,encravado no Deserto do Nevada e cercado demontanhas inóspitas fica a Área 51, a instalacãomilitar mais secreta do mundo, onde se guardamdiscos voadores recuperados após acidentes.Agora, o mistério é revelado por empresasnorte-americanas usando um um satéliterusso de alta resolução.
Arquivo UFO
Uma das Raras fotografias da Área 51 queexistiam até a liberação das fotos na Internet.Esta imagem foi feita por um ex-funcionárioda base e contrabandeada para fora dela comgrandes dificuldades. A área mais clara abaixoé o leito seco do Lago Papoose, tendo atrásdele um complexo de hangares onde estásituado o secretíssimo laboratório S-4
COMPRE E COLECIONE OD DVDs DAREVISTA UFO. SUCESSO DE VENDAS!
 

Activity (5)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 thousand reads
1 hundred reads
mikvirtuoso242 liked this
Anselmo liked this
brubsss_mc liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->