Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
15Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
DAS VENDAS A CRÉDITO COM RESERVA DE DOMÍNIO

DAS VENDAS A CRÉDITO COM RESERVA DE DOMÍNIO

Ratings: (0)|Views: 5,880 |Likes:
Published by Poly_frata

More info:

Published by: Poly_frata on Sep 29, 2009
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

06/21/2013

pdf

text

original

 
DAS VENDAS A CRÉDITO COM RESERVA DE DOMÍNIO1 - Introdução* O Código Civil de 1916 não trata da venda a crédito com reserva de domínio.* O atual Código Civil regula o contrato em seus artigos 521 a 528.* A primeira regulamentação foi no Código de Processo Civil de 1939 - artigos 343 e344.* O Código de Processo Civil de 1973 estabelece as ações, sob procedimentos especiaisde jurisdição contenciosa, que podem ser propostas, em seus artigos 1.070 e 1.071.2 - ConceitoPACTUM RESERVATI DOMINIIDenomina-se venda a crédito com reserva de domínio o contrato de compra evenda pelo qual o comprador recebe a posse da coisa, mas a transmissão do domíniofica sujeita a cláusula suspensiva, qual seja, o pagamento das prestações pactuadas.Somente com o pagamento integral do preço é que ocorre a transferência da propriedade. (NCC art. 524)Contrato de compra e vendaConceito: Comprador recebe a posseDomínio sujeito a cláusula suspensiva3 - Características: a) é venda sob condição suspensiva, pois o acordo de vontade paraa transferência do domínio da coisa fica condicionado ao pagamento integral do preço(CC artigos 521 a 524 - + artigos 121 e 125 ) b) tem por objeto somente coisa móvel (CC artigo 521)c) o contrato exige forma escrita e depende de registro, no domícílio do comprador, paravaler contra terceiros (CC artigo 522 + LRP artigo 129 § 5º.d) a reserva não obsta a alienação da coisa pelo comprador a terceiro, havendo aanuência do vendedor, pois o ônus igualmente se transfere.OBS: Não se confunde* com o contrato preliminar, cujo objeto é a celebração de outro contrato* com a compra e venda a crédito, em que a propriedade da coisa se transfere de prontoao comprador 
 
4 - Conseqüências do inadimplementoOcorrendo a mora do comprador, o vendedor terá à sua disposição duas providências distintas:a) promover ação visando ao recebimento do restante do preço, caso em que a vendacom reserva permanece íntegra; b) pleitear a rescisão do contrato, com a conseqüente apreensão, depósito e reintegraçãoda coisa vendida (CC artigo 526).* Cobrar a dívidaOpções do credor:* recuperar a coisa vendidaOBS:* Optando por uma delas fica, automaticamente, fechada a outra via processual aovendedor (electa una via, num datur regressum ad altera).* Se preferir a primeira opção estará o vendedor optando pela manutenção do contrato ea sua vontade de ver transferida a propriedade da coisa ao comprador - de sorte que acoisa passa a integrar o patrimônio do devedor e poderá ser penhorada.* Qualquer que seja a opção, o devedor deverá ser, primeiramente, constituído em mora,mediante protesto do título ou interpelação judicial - artigo 525 CC.* Nas vendas a crédito com reserva de domínio, o credor não tem ação de depósito emface do devedor.5 - Procedimento da cobrança da dívidaA cobrança da dívida poderá ser por:a) ação de execução por quantia certa contra devedor solvente - artigo 1.070 e artigos646 e seguintes do CPCOBS: * somente se a dívida for representada por título executivo - artigo 1.070 - nota promissória, duplicata, letra de câmbio (títulos extrajudiciais - artigo 585, I); o própriocontrato (título extrajudicial - artigo 585, II) ou sentença condenatória no saldo do preço(título judicial artigo 584, I.* somente das prestações vencidas - artigo 586 CPC* a penhora poderá recair sobre outros bens do devedor como sobre a coisa vendida.
 
* recaindo a penhora sobre a coisa vendida, qualquer das parte poderá requerer aalienação judicial imediata em leilão (independentemente de avaliação) - § 1º - artigo1.070 -* depositado o produto da alienação, nele sub-roga-se a penhora, prosseguindo aexecução.* pago o credor, havendo saldo remanescente, pertencerá ao comprador executado. b) ação de cobrança, de rito comum - ordinário ou sumário, das prestações vencidas evincendas e mais o que lhe for devido - artigo 526 CC.6 - Procedimento da retomada da coisaA segunda opção do vendedor-credor é promover 
ação de rescisão contratual,cumulada com reintegração na posse,
de procedimento especial previsto no artigo 1.071 CPC.* Somente a mora do devedor quanto ao preço; outras infrações contratuais nãocomportam o procedimento especial.* Liminar de busca, apreensão e depósito da coisa, inaudita altera parte - artigo 1.071 -natureza cautelar - periculum in mora presumido; não é liminar de reintegração de posse.Requisitos da liminar:* instrumento do contrato com a cláusula da venda com reserva de domínio* protesto do título* Já requerer na petição inicial a nomeação de perito e sua pronta avaliação; o oficial de justiça poderá fazer essa avaliação.* citação do réu - 5 dias para resposta* Atitudes possíveis do réu:1ª - contestar - segue-se o procedimento ordinário - § 4º - artigo 1.071.

Activity (15)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
Amanda Martins liked this
Marcel Vitalino liked this
André Luiz liked this
Bruna Souza liked this
Carla Dias liked this
obuenomartins liked this
Eduardo Otto liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->