Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
1Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
revp02_vol2n4

revp02_vol2n4

Ratings: (0)|Views: 29 |Likes:
Published by noebauermarcos

More info:

Published by: noebauermarcos on Oct 04, 2009
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

10/06/2009

pdf

text

original

 
REV NET - DTA 
Online
 
Publicação bimestral da Divisão de Doenças de Transmissão Hídrica e Alimentar, Centro de VigilânciaEpidemiológica (CVE). Av. Dr. Arnaldo, 351 - 6º andar - sala 607, São Paulo, SP 01246 - 000, Tel. 113081-9804, Fax 11 3066-8258, e-mail: dvhidri@saude.sp.gov.br 
 
ESTUDOS
Pg.
O botulismo no estado de São Paulo - construindo uma sériehistórica e documentando os casos, de 1979 a 2001 51
COMENTÁRIOS
Alguns dos surtos de doenças transmitidas por alimentosnotificados ao CVE e não investigados em 2001 68 
EVENTOS
Agenda das principais atividades da DDTHA para 2002 71
Uma Revista Eletrônica de Epidemiologia dasDoenças Transmitidas por Alimentos
Vol. 2, No. 4, 1 de Julho de 2002
 
 
REVISTA NET - DTA 
DIVISÃO DE DOENÇAS DE TRANSMISSÃOHÍDRICA E ALIMENTAR
REV NET - DTA 
 
INGLÊS
51
PORTUGUÊS
REV NET - DTA Vol. 2, No. 4, 1 de Julho de 2002
REV NET - DTA 
Pg.O botulismo no estado de São Paulo - construindo uma série histórica edocumentando os casos, de 1979 a 2001 51Alguns dos surtos de doenças transmitidas por alimentos notificados aoCVE e não investigados em 2001 68Agenda das principais atividades da DDTHA para 2002 71
REVISTA ELETRÔNICA DE EPIDEMIOLOGIA DAS DOENÇASTRANSMITIDAS POR ALIMENTOS
DIVISÃO DE DOENÇAS DE TRANSMISSÃO HÍDRICA E ALIMENTAR
ESTUDOS 
O botulismo no estado de São Paulo - construindo uma sériehistórica e documentando os casos, de 1979 a 2001
Maria Bernadete de Paula Eduardo
1
; Suzana Sikusawa
1
1
Divisão de Doenças de Transmissão Hídrica e Alimentar, Centro de Vigilância Epidemiológica,Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo, São Paulo, Brasil
Resumo
O botulismo é uma doença causada por uma potente neurotoxina produzida pela bactéria
Clostridium botulinum 
, deocorrência súbita, que provoca paralisia flácida descendente e simétrica, podendo levar o paciente à morte por paradacárdio-respiratória. Sua principal via de transmissão tem sido a alimentar, relacionada com o consumo de conservaspreparadas inadequadamente. Com a finalidade de quantificar os casos que foram diagnosticados como botulismoocorridos no estado de São Paulo, compilamos e analisamos informações de sistemas de vigilância e outras fontes oficiaisde registro de dados. Encontramos 26 casos e seis óbitos registrados por essas fontes, de 1979 a 2001, 21 casos a mais doque o registrado pelos sistemas de vigilâncias epidemiológica e sanitária, revelando uma importante taxa de sub-notificaçãode, no mínimo, 81% no período estudado. Estimativas realizadas visando superar as limitações encontradas nas bases dedados apontam para a existência de 55 casos, com uma incidência de 2,4 casos/ano, uma taxa de letalidade de 13% e umataxa de sub-notificação de 91%. Além da documentação realizada, elaboramos uma série histórica de casos de botulismoregistrados no estado de São Paulo, que se encontravam esparsos em distintas fontes e desconhecidos dos serviços desaúde pública em geral.
Palavras-chave:
Botulismo; Vigilância Epidemiológica; Dados Estatísticos; Doenças Transmitidas por AlimentosREVNET DTA. Vol. 2, No. 4, Julho 2002
 
Introdução
O botulismo é uma doença causada por uma potente neurotoxina produzida pela bactéria
Clostridium botulinum 
, sendo sua principal via de transmissão, a alimentar, relacionada com oconsumo de conservas inadequadamente preparadas. São conhecidas também outras formas detransmissão como por
ferimentos 
, em feridas contaminadas por esporos de
C. botulinum 
e pelodesenvolvimento da toxina; pelas
vias aéreas 
, devido à inalação da toxina e pela
via conjuntival 
,por absorção de aerossol ou líquido contaminado com a toxina (
1)
. Uma variante da forma detransmissão alimentar é o
botulismo infantil 
, que ocorre devido à ingestão de esporos e à formaçãoda toxina na flora intestinal da criança menor de um ano, podendo estar associada à síndrome demorte súbita do recém-nascido. O mel tem sido apontado como um dos alimentos responsáveis poresse tipo de botulismo. São conhecidos também, casos isolados de botulismo, em criançasmaiores e adultos, por colonização intestinal do esporo de
C. botulinum 
, por mecanismosemelhante ao que ocorre no botulismo infantil (
).O botulismo é uma doença de ocorrência súbita, que no início apresenta o envolvimento depares cranianos e progride em direção caudal (paralisia descendente e simétrica), de evoluçãodramática, podendo levar o paciente à morte por parada cárdio-respiratória (
). O período deincubação pode variar de 6 horas a cerca de 10 dias, com período médio de 12 a 36 horas,dependendo da quantidade de toxina ingerida. Quanto mais toxina ingerida, mais curto o tempoentre a ingestão e o aparecimento da doença e quanto menor o tempo de aparecimento dadoença, maior sua gravidade e letalidade (
1
).O
C. botulinum 
é um bacilo Gram positivo que se desenvolve em meio anaeróbio, em pHbásico ou próximo do neutro, produzindo esporos, que são encontrados com freqüência na terra,em legumes, verduras, frutas, fezes humanas e excrementos animais. São conhecidos sete tiposde Clostridium (A a G), sendo que os tipos A, B, E e F (este último, mais raro) são os responsáveispela maioria dos casos humanos. Os tipos C e D causam doenças no gado e em outros animais. Otipo E está associado ao consumo de pescados e frutos do mar, em conservas ou defumados.Alguns casos do tipo F foram atribuídos ao
C. baratii 
ou
C. butyricum 
(
1
).Na literatura médica o botulismo é descrito como uma doença de baixa incidência, porém,de alta letalidade, se não tratada adequada e precocemente (
). São conhecidos casosesporádicos ou em grupos de pessoas em todos os países do mundo, mais comumenterelacionados à ingestão de alimentos contaminados, como na Ásia, Europa e Américas (
2, 4 
).Nos Estados Unidos, onde há dados sistematizados sobre a doença, foram registradospelo Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC), de Atlanta, no período de 1899 a 1996,um total de 921 surtos e de 2.368 casos devido à alimento, com uma média de 9,4 surtos por ano euma média de 2,5 casos por surto, a partir de 1950 (
). No período de 1997 a 1999 foramnotificados 76 casos de origem alimentar, de um total de 402 casos, incluídas outras formas de
REVNET DTA. Vol. 2, No. 4, Julho 2002
52

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->