Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
103Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Arte de Criar - Dinamicas para grupos de jovens

Arte de Criar - Dinamicas para grupos de jovens

Ratings:

3.0

(1)
|Views: 21,431 |Likes:
Já não causam mais surpresas os freqüentes telefonemas nestes termos: "Amanhã teremos a reunião do grupo de jovens e eu ainda não sei o que preciso preparar..."; "Alô, é o padre? Você não tem uma dinâmica que se possa usar domingo no grupo?" Ou então: "Eliane, você vem comigo até a livraria pra ver se tem dinâmicas legais para o encontro de sábado?" Quantas vezes você já ouviu essas perguntas, ou então, outras pessoas amigas formulando estas frases.
A presente obra é justamente uma tentativa de ir ao encontro das pessoas que buscam dinâmicas para animar encontros. Estas dinâmicas nasceram da experiência de quase quinze anos de atuação em grupos de jovens quando eu, um jovem como você, no início era somente participante de um grupo, depois como coordenador, assessor e, enfim, como padre que acompanhou e continua ao lado de muitos grupos.
Trata-se de um texto que não nasceu no ambiente frio de um escritório, mas numa atmosfera cheia de vida,de perguntas, de dúvidas e sonhos que é o mundo dos jovens.
Já não causam mais surpresas os freqüentes telefonemas nestes termos: "Amanhã teremos a reunião do grupo de jovens e eu ainda não sei o que preciso preparar..."; "Alô, é o padre? Você não tem uma dinâmica que se possa usar domingo no grupo?" Ou então: "Eliane, você vem comigo até a livraria pra ver se tem dinâmicas legais para o encontro de sábado?" Quantas vezes você já ouviu essas perguntas, ou então, outras pessoas amigas formulando estas frases.
A presente obra é justamente uma tentativa de ir ao encontro das pessoas que buscam dinâmicas para animar encontros. Estas dinâmicas nasceram da experiência de quase quinze anos de atuação em grupos de jovens quando eu, um jovem como você, no início era somente participante de um grupo, depois como coordenador, assessor e, enfim, como padre que acompanhou e continua ao lado de muitos grupos.
Trata-se de um texto que não nasceu no ambiente frio de um escritório, mas numa atmosfera cheia de vida,de perguntas, de dúvidas e sonhos que é o mundo dos jovens.

More info:

Published by: José Hiroshi Taniguti on Oct 06, 2009
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

05/27/2013

pdf

text

original

 
Para você jovem
Já não causam mais surpresas os freqüentes telefonemas nestes termos: "Amanhã teremos a reunião dogrupo de jovens e eu ainda não sei o que preciso preparar..."; "Alô, é o padre? Você não tem uma dinâmicaque se possa usar domingo no grupo?" Ou então: "Eliane, você vem comigo até a livraria pra ver se temdinâmicas legais para o encontro de sábado?" Quantas vezes você já ouviu essas perguntas, ou então, outraspessoas amigas formulando estas frases.A presente obra é justamente uma tentativa de ir ao encontro das pessoas que buscam dinâmicas paraanimar encontros. Estas dinâmicas nasceram da experiência de quase quinze anos de atuação em grupos de jovens quando eu, um jovem como você, no início era somente participante de um grupo, depois comocoordenador, assessor e, enfim, como padre que acompanhou e continua ao lado de muitos grupos.Trata-se de um texto que não nasceu no ambiente frio de um escritório, mas numa atmosfera cheia de vida,de perguntas, de dúvidas e sonhos que é o mundo dos jovens.A presente experiência não se limita ao contexto das paróquias tradicionais, missões ou escolas, mas estáligada também a novas atuações com jovens afastados da Igreja, sem pertença religiosa e até com ateus. Foinesse último contexto que percebi a importância da linguagem, da postura e das dinâmicas para os jovens dehoje. Não é bem verdade que eles estejam indiferentes à proposta cristã. Pelo contrário, muitas vezes esta éfeita em termos incompreensíveis, cansativos e estranhos à realidade deles. Além disso, a falta de entusiasmoe vitalidade de alguns contribui para o insucesso da proposta cristã no mundo da juventude. Acrescente-seainda o fato de que ser cristão, muitas vezes, é acreditar em algumas regras, ou num conjunto de normasmorais... Pelo contrário, ser um jovem cristão é acreditar em primeiro lugar numa pessoa viva e significativa.A partir dessas experiências, que são como fios de diferentes cores, pensei em tecer este livro, quetambém pode ser útil para muitos outros grupos de jovens. Selecionei dinâmicas diferentes: de movimento,mas também paradas; individuais, em dupla, por equipe; a serem realizadas ao ar livre, como também emlugares fechados. Tudo isso a fim de contribuir para o amadurecimento das diferentes dimensões do jovem.Algumas dinâmicas são originais, inventadas, outras adquiridas ao longo dos anos em muitos cursos deformação ou pesquisando em livros da Pastoral da Juventude.Surgiu assim este texto que se destina de modo especial aos coordenadores dos grupos ou àqueles quedevem conduzir uma reunião do grupo de jovens: Neste momento em que você o segura nas mãos, lembre-sede que tudo isso nasceu da experiência de outros jovens como você e com você voltará a se tornar umaexperiência viva no seu grupo. Padre Paolo Parise
 
Como usar este subsídio
... respeitando a etapa do grupo
O grupo é semelhante a um ser que se desenvolve... tem momentos específicos. O mesmo ser humanopassa por momentos diferentes e distintos. Muitas vezes esquecemos disso e encaramos o grupo como sefosse sempre o mesmo.Existe a fase inicial de um grupo de jovens, a consolidação criando laços sempre mais estreitos entre osintegrantes, o momento da abertura progressiva para a realidade que está ao redor do grupo, desde acomunidade até a sociedade, o país e o mundo.Em cada etapa devem ser escolhidas temáticas e dinâmicas certas. Só para dar um exemplo: seria erradousar uma dinâmica de auto-conhecimento depois que os participantes já caminharam por muito tempo (a nãoser que seja exigida para o momento).
... distinguindo a natureza da dinâmica
Existem muitas dinâmicas, mas com funções diferentes. Não é a mesma coisa usar uma ou outra para oencontro. Há dinâmicas de entrosamento e de conhecimento; existem outras para introduzir um assunto, parafazer uma avaliação ou uma celebração etc. Por isso, tentaremos oferecer uma amostra de algumas de cadatipo, para você se acostumar a distingui-las e usá-las de modo correto.... evitando preparar as reuniões na última horaUm dos perigos que os coordenadores devem evitar é deixar a preparação do encontro para a última hora,existindo também um outro perigo, no caso de jovens que preparam com antecedência o encontro: trata-se doproblema de não ter planejado com o grupo a caminhada do ano. Claro que nem tudo na vida pode serplanejado, a existência algumas vezes nos surpreende, mas é importante esboçar uma programação, paranão deixar cada encontro por conta da improvisação. Nesse sentido, podemos encontrar jovens que consigamprogramar cada encontro com antecedência (por exemplo, uma semana), mas que ao mesmo tempo revelama lacuna de não ter sido capazes de programar o ano, parecendo sem rumo, como um navio perdido nooceano.
... com os pés no chão
Na hora de escolher e programar a dinâmica é importante deixar-se guiar por um profundo senso darealidade, evitando assim que a elaboração fique muito distante da vida, sem que o grupo considere oambiente, de modo que a realização da dinâmica acabe se tornando um verdadeiro fracasso. Explico melhorcom um exemplo. Um grupo de jovens escolheu contar sua história montando um vídeo. A idéia foi muito boa,nova e cheia de criatividade. Trabalharam quase uma semana inteira fazendo o esboço da história, gravando eeditando as imagens. Até aqui tudo estava perfeito. O problema aconteceu no dia da apresentação ao grupo.Como os jovens eram muitos, planejaram a projeção num telão. O problema foi que não tinham calculado aclaridade do dia e assim ninguém conseguiu enxergar nada; e o que poderia ser muito bom e atraente setornou cansativo e pesado.
... prestando atenção às dicas que as dinâmicas apresentam
As dinâmicas são apresentadas da maneira mais simples possível, acompanhando sempre o mesmoesquema. Por isso, é útil dar uma olhada em todas as dicas que as dinâmicas apresentam.
... lembrando que as dinâmicas são meios (técnicas)
A dinâmica não é fim em si mesma, mas está a serviço da mensagem ou do encontro a ser realizado.Estamos num mundo onde a maneira de passar o conteúdo se torna tão importante quanto o próprioconteúdo. Devemos, portanto, acostumar-nos com isso e conseguir usar as dinâmicas de maneira correta enão como fim em si mesmas.
... prestando atenção à sua postura como coordenador(a)
Às vezes, o encontro fora planejado de maneira correta, tinha tudo para dar certo, mas faltou a postura docoordenador. Aquele que dirige a dinâmica deve evitar a atitude de ditador, a atitude paternalista ou serpermissivo. O ideal é ser democrático. Por isso, é importante o auto-conhecimento para individualizar aquelastendências que podem aparecer na hora de coordenar.Contudo, existem outras posturas erradas! Depois de ter apresentado a dinâmica, o coordenador oucoordenadora fica namorando (não é que seja proibido, mas não é o momento certo), ou fica brincando (dandoa entender que estão mandando fazer uma tarefa para cumprir um papel, mas que isso não é importante), oufica tomando um refrigerante... São todas atitudes que já presenciei.Quem coordena deve estar presente ao longo da realização das dinâmicas com certa discrição, ou seja,disponível a esclarecer dúvidas, incentivar, motivar, fazer com que todos dêem o melhor de si.
... apresentando e acompanhando as dinâmicas em equipe
O ideal é ter sempre, ou pelo menos na maioria dos casos, uma equipe que acompanhe a preparação e aexecução da dinâmica. Às vezes, é cansativo e torna-se ridículo ver que é a mesma pessoa que explica,
 
segura o material, dá uma demonstração e acompanha a dinâmica. Dividir as tarefas é sempre o ideal de cadaatividade para não sobrecarregar uma pessoa e para que tudo corra bem.
... aceitando os possíveis fracassos
Nem sempre tudo acontece como planejamos. Às vezes, acontece o inesperado. Isso porque o ser humanoé livre e porque lidamos com muitas variáveis nem sempre controláveis. Por isso é bom estarmos prevenidos econtarmos com a possibilidade de derrotas. Com o passar do tempo, iremos amadurecer e adquirir maisexperiência.
... percebendo o objetivo da dinâmica
Algumas dinâmicas devem ser realizadas sem que os participantes conheçam o objetivo, para nãoinfluenciar o processo de descoberta. Isso tornaria a dinâmica ineficaz. A explicação será feita somente nofinal. Contudo, existem outras dinâmicas que exigem que o objetivo seja explicado desde o começo.
... como ponto de partida
Aprender a lidar com dinâmicas significa começar a partir de propostas presentes num texto como este,mas aos poucos saber adquirir certa liberdade e capacidade de inventar outras. Progressivamente, vocêcomeçará a ter familiaridade com as propostas, a perceber como funcionam e a inventar algo de novo a partirda realidade e do grupo em que você vive.Por isso, a presente obra não tem nenhuma pretensão de ser um manual ou uma pequena enciclopédia dedinâmicas, mas somente uma sugestão para ajudar a coordenar a caminhada do seu grupo ou uma seta paranovos caminhos.
--- Primeira Parte ---
Dinâmicos para toda hora
Este título meio estranho não foi escolhido por acaso. E, se você prestar atenção, abarca o maior númerode dinâmicas. Por que colocar sugestões de dinâmicas para toda hora, e não com uma função especial? Paradar espaço à gratuidade, num contexto como o nosso, em que tudo deve ter uma função, uma evidenteutilidade.O momento lúdico também é importante! Por isso, decidimos começar apresentando dinâmicas quefacilitem o estar juntos, se encontrar, brincar... Dá para perceber que elas, diretamente, parecem não ternenhuma finalidade, mas que ao longo da caminhada do grupo, indiretamente, ajudam a criar maiorintegração, laços de amizade e união.Por outro lado, estas dinâmicas podem ser usadas também no contexto de uma gincana ou em outrasoportunidades.
1. DUPLA ANATÓMICALocal:
Em qualquer lugar (seja ao ar livre ou numa sala).
Material:
Papéis e pincel atômico.
Realização:
Em duplas.
Objetivo:
Estar juntos, brincar.
Preparação:
Cortar as folhas de sulfite pela metade. Escrever em cada folha estas frases: testa com testa, nariz no joelho, mão no pé, joelho com joelho, bumbum com bumbum, mão na orelha, costas com costas, coringa,nariz com nariz, mão no ombro... É muito importante que a frase não apareça no outro lado da folha, por isso,se for necessário, é melhor, depois de ter escrito de um lado, colar uma folha no lado branco para impedir aescolha das frases mais fáceis.
Desenvolvimento da dinâmica:
Formar um círculo com os papéis de, no máximo, dois metros de diâmetro. Os papéis têm de ser colocadoscom a escrita em contato com o chão de maneira que não se possa enxergar as frases escritas no outro lado.Convidam-se duas pessoas por vez a ficar no meio do círculo. A dupla recolhe uma folha por vez, lê oconteúdo e coloca o papel entre as partes do corpo marcadas. Por exemplo, se recolhe o papel onde estáescrito "mão no ombro", tem de colocar o papel entre o ombro e a mão. Tanto faz se a mão é de uma pessoae o ombro de outra, ou se as duas partes do corpo são do mesmo sujeito. A finalidade é recolher o maior

Activity (103)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
Cida Paim added this note
Parabéns por estas ricas dinâmicas. Elas estão sendo muito importantes para mim.
Janaina Lima liked this
Priscila Bruel added this note
Muito bom!!! Parabéns pra quem elaborou estas dinâmicas!! e Espero que vcs sempre postem mais dinâmicas novas!!!
Raquel Carvalho liked this
Maravilhosas estas dinâmicas. Pesquisei muito e encontrava sempre dinâmicas repetidas. Estas são diferentes. Gostei muito, especialmente das BIBLICAS... oBRIGADA.
Aurestiano Moraes added this note
OTIMO MATERIAL PARAABENS ......
Raquel Carvalho liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->