Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
0Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Liberdade corre riscos quando não se sabe o que fazer com ela - O Golpismo da mídia

Liberdade corre riscos quando não se sabe o que fazer com ela - O Golpismo da mídia

Ratings: (0)|Views: 2 |Likes:

More info:

Published by: Carlos Antonio Guimarães on Feb 14, 2014
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

02/14/2014

pdf

text

original

 
PERIGO À VISTA
Liberdade corre riscos quando não se sabe o que fazer com ela
Por Alberto Dines em 14/02/2014 na edição 785Do
A história está mal contada.  mesmo assim a im!rensa a entre"a ao #re"$%s como absol$tamente &erdadeira' &eross(mil.  in)$estioná&el.Dois *ornalistas do +io' ambos da
Folha de S.Paulo
 ,-anio de reitas e Pa$la esarino osta não en"oliram a armação ,)$inta' 1/2' !á"s. A7 e A2. 3as não são todos os leitores )$e se dis!em a ler comentários dissidentes' cticos' em te6tos distantes do noticiário' das #otos e da badalação mar)$eteira ,&er em res!osta9 e :$em são eles;9. <as matrias #act$ais sobre a caça aos res!onsá&eis !ela morte de antia"o Andrade' trans!arece o desdm !ela inteli"%ncia do leitor. =ale o )$e di>em as #ontes e a$toridades. Porm' tanto as #ontes como as a$toridades !arecem em!enhadas em encerrar o caso atrib$indo a c$l!a !ela &iol%ncia nas mani#estaçes a !artidos e !ol(ticos de e6trema es)$erda. !or )$e não se in&esti"a a hi!ótese de )$e o aliciamento dos baderneiros #a> !arte da estrat"ia das mil(cias !ara desacreditar o "o&erno estad$al e as a$toridades !oliciais;oi im!ecá&el o trabalho de edição e análise do material tele&isi&o a!resentado !ela ?= @lobo no sábado ,8/2 com a a*$da do !erito <elson 3assini. @raças a ele #oi !oss(&el identi#icar com incr(&el ra!ide> e che"ar ao andido nB1' abio +a!oso' e dois dias de!ois ao nB 2' aio de o$>a' corres!onsá&eis !elo dis!aro do ro*ão )$e mato$ o cine"ra#ista da and.sta incr(&el ra!ide>9  )$e chama a atenção. <o domin"o ,C' o andido nB 1' ainda na condição de s$s!eito' *á ha&ia contratado $m ad&o"ado' se a!resentara  !ol(cia e era lon"amente entre&istado !elo
Fantástico
.<a )$arta#eira ,12' o andido nB 2 era locali>ado n$ma !o$sada em eira de antana ,A' *á com $m ad&o"ado a tiracolo E o mesmo do o$troF E e da&a entre&ista  @lobo antes de embarcar !ara o +io sob escolta !olicial.A in#ormação de )$e os arr$aceiros recebiam dinheiro de !ol(ticos !ara radicali>ar os !rotestos #oi dada !or aio de o$>a e con#irmada !elo ad&o"ado' -onas ?ade$ <$nes. e ele conhecia esta cone6ão

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->