Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
0Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
A Demografia: Suas Contribuições e Possibilidades

A Demografia: Suas Contribuições e Possibilidades

Ratings: (0)|Views: 7|Likes:

More info:

Published by: José Eustáquio Diniz Alves on Feb 14, 2014
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOCX, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

02/14/2014

pdf

text

original

 
A DEMOGRAFIA: SUAS CONTRIBUIÇÕES E POSSIBILIDADES José Eustáquio Diniz Alves
1
 A palavra demografia é formada por dois vocábulos gregos:
dámos
 (Demo) que quer dizer povo,  população ou povoação; e
 gráphein
 (grafia) que quer dizer ação de escrever, descrição, tratado ou estudo. A demografia estuda o tamanho da população, sua composição por sexo e idade e sua taxa de crescimento (positiva ou negativa). O termo demografia foi utilizado pela primeira vez, em 1855, pelo pesquisador belga Achille Guillard e hoje faz parte dos currículos escolares de todo o mundo, embora ainda careça de maior reconhecimento, especialmente no Brasil. Os principais componentes da dinâmica populacional são a natalidade, a mortalidade e a migração e estão expressos na equação básica da demografia:
P
2
 = P
1
 + N
1-2
 
 –
 O
1-2
 + I
1-2
 
 –
 E
1-2
 
Onde, P corresponde ao tamanho da população,  N ao número de nascimentos, O ao número de óbitos, I ao número de imigrantes, E ao número de emigrantes e os índices: 1 (um) ao tempo inicial; e o 2 (dois) ao tempo final. Assim, em um dado território e em um lapso de tempo compreendido entre os períodos 1 e 2, o tamanho final da população é determinado pela população inicial mais o número de nascimentos do período, menos o número de óbitos, mais o número de imigrantes e menos o número de emigrantes. A partir desta equação básica, a demografia desenvolveu sofisticados métodos de análise dos três componentes da dinâmica populacional e um expressivo número de técnicas quantitativas. No curto prazo, a análise demográfica é capaz de explicar e prever de forma bastante precisa o tamanho, a evolução e a composição das populações. Já as projeções de longo prazo são sempre sujeitas às mudanças socioeconômicas e comportamentais. Mesmo assim, a demografia é capaz de traçar, com razoável grau de certeza, os cenários futuros da dimensão, das taxas de crescimento e da estrutura etária das populações. Alguns livros textos definem a demografia de duas formas: uma estrita e outra ampla, referindo-se, no primeiro caso, à demografia formal e, no segundo caso, aos estudos de população. A demografia formal se apoia nas estatísticas vitais e nas duas variáveis que formam a pirâmide etária da população: sexo e idade. Os estudos de população abarcam outras variáveis que dão conta das características sociais, econômicas e culturais das populações.  No cerne da demografia está o debate sobre população e desenvolvimento que teve seu início no final do século XVIII no bojo da Revolução Francesa. Dois pensadores iluministas
 – 
 William
1
 Professor titular da Escola Nacional de Ciências Estatísticas do IBGE.

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->