Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
1Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Sobre a continuidade da nossa consciência

Sobre a continuidade da nossa consciência

Ratings: (0)|Views: 12|Likes:
Published by Lua Em Escorpião

More info:

Published by: Lua Em Escorpião on Feb 20, 2014
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

09/30/2014

pdf

text

original

 
1
Sobre a continuidade da nossa consciência
Pim van Lommel é um cientista e cardiologista holandês nascido em 1943 que tem sido um dos maiores estudiosos e divulgadores das experiências de quase morte (EQM). Já publicou sobre este tema na conhecida revista de cariz
científico “
” e lançou um livro entretanto traduzido para inglês,
francês, alemão e espanhol. O título em inglês é:
” [A Consciência além da
vida, a Ciência das Experiências de Quase-morte]. Neste livro van Lommel  postula um modelo em que a consciência está para lá da atividade neurológica do cérebro, sugerindo que o cérebro é meramente um terminal para aceder a uma consciência que é não-local (ou seja, está situada fora do corpo físico), um pouco como um terminal ligado a um computador central.
Dr. Pim van Lommel
Como não podia deixar de ser, as conclusões do cientista holandês foram contestadas por outros investigadores do campo da neurociência e da neurobiologia. Contudo, temos de aceitar esta dialética que constitui a forma habitual da evolução da ciência. Atitudes de tipo cavernícola, de olhar para a ciência com desdém ou de forma desconfiada são extremamente contraproducentes e apenas dificultam a divulgação da Teosofia. Por alguma
razão um dos Mahatmas escreveu em 1882 que a ”ciência moderna [seria] o nosso melhor aliado”
e HPB fez questão de dedicar muitas páginas da sua
“Doutrina Secreta” a tentar ligar a sabedoria perene às descobertas científicas
da sua época. Obviamente que o chamado cientismo, tem de ser combatido,  bem como todas as tentativas de censura à construção de novos paradigmas, como foi este caso. 
 
2
Richard Dawkins, um dos "sacerdotes" do cientismo (foto:wikipedia)
O objetivo do artigo que começamos a publicar esta semana é o de dar a conhecer algum do trabalho do Dr. van Lommel através da tradução de
excertos do seu artigo
” [Sobre a
continuidade da nossa consciência]. Fica o agradecimento a van Lommel pela permissão expressa dada para esta tradução, que repito, não é completa. Eis a introdução:
“Al
gumas pessoas que sobreviveram a uma crise onde a sua a vida esteve ameaçada relatam uma experiência extraordinária. As Experiências de Quase Morte (EQM) ocorrem com frequência crescente devido às maiores taxas de sobrevivência resultantes de técnicas modernas de reanimação. O conteúdo de uma EQM e os efeitos nos pacientes parecem semelhantes em todo o mundo, independentemente da cultura ou da época. A natureza subjetiva e a ausência de um quadro referencial para estas experiências levou a que fatores individuais, culturais e religiosos determinassem o vocabulário utilizado para descrevê-las e interpretá-las. A EQM pode ser definida como as memórias do conjunto total de impressões recolhidas durante o estado especial de consciência, incluindo o número especial de elementos tais como experiências fora-do-corpo, sensações agradáveis, visão de um túnel, de uma luz ou de familiares já falecidos, ou uma revisão de vida. Há muitas circunstâncias sob as quais se descreve uma EQM, tais como uma paragem cardíaca (morte clínica), choque devido à perda de sangue, lesão cerebral traumática ou hemorragia intra-cerebral, quase-afogamento ou asfixia, mas também doenças graves que não constituam ameaça imediata à vida. Experiências semelhantes às EQM podem ocorrer durante uma fase terminal da doença e são designadas  por visões no leito da morte. Além do mais, experiências idênticas, chamadas
 
3
de “medo da morte”, são relatadas principalmente depois de situações em que
a morte parecia inevitável como acidentes graves de viação ou de alpinismo. A EQM é transformacional, causando mudanças profundas na atitude perante a vida e de perda do medo da morte. As EQM parecem ser de ocorrência relativamente frequente e para muitos médicos é um fenómeno inexplicável e  portanto um resultado de sobrevivência face a uma situação médica crítica que é ignorada.
Último livro do Dr. Pim van Lommel
Devemos também considerar a possibilidade de experiência consciente quando alguém em coma foi declarado pelos médicos como tendo tido uma morte cerebral e está prestes a ser iniciado o transplante de órgãos? Recentemente vários livros foram publicados na Holanda sobre o que  pacientes experienciaram na sua consciência durante um coma na sequência de um grave acidente de viação, de uma encefalomielite disseminada aguda (ADEM), ou depois de complicações com hipertensão cerebral após uma operação a um tumor cerebral, tendo inclusive no caso deste paciente ter sido declarada a morte cerebral pelo seu neurologista e pelo seu neurocirurgião. A família recusou-se porém a dar permissão para a doação de órgãos. Após recuperarem a consciência, todos estes pacientes reportaram que tinham experienciado uma perfeita consciência com memórias, emoções e perceção fora e acima do seu corpo durante o período do seu coma, também vendo as enfermeiras, médicos e familiares dentro e à volta da Unidade de Cuidados Intensivos (UCI). A morte cerebral significa mesmo morte ou é apenas o início do processo de morte que pode durar desde horas a dias? E o que acontece à consciência durante este período? Devemos considerar a  possibilidade de alguém que está clinicamente morto durante uma paragem

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->