Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
3Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
jornal de Sapiranga

jornal de Sapiranga

Ratings: (0)|Views: 855 |Likes:
Published by Tiago
jornal de sapiranga, é o jornal tj, classificadão
jornal de sapiranga, é o jornal tj, classificadão

More info:

Published by: Tiago on Oct 14, 2009
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

10/15/2012

pdf

text

original

 
BISSEMANAL
SAPIRANGA, Quarta feira, 14 de Outubro de 2009 - Edição 76
JORNAL TJ
O IMPARCIAL
DIA DO PROFESSOR
SER PROFESSOR...
Ser professor é consumir horas e horas pensandoem cada detalhe daquela aula que, mesmo ocorren-do todos os dias, a cada dia é única e original...Ser professor é encontrar pelo corredor com cadaaluno, olhar para ele sorrindo, e se possível, cha-mando-o pelo nome para que ele se sinta especial...Ser professor é entrar cansado numa sala de aula e,diante da reação da turma, transformar o cansaçonuma aventura maravilhosa de ensinar e aprender...Ser professor é envolver-se com seus alunosnos mínimos detalhes, vislumbrando quem estámais alegre ou mais triste, quem cortou os cabelos,quem passou a usar óculos, quem está preocupado outranquilo demais, dando-lhe a atenção necessária...Ser  professor é importar-se com o outro numa dimensãode quem cultiva uma planta muito rara que necessitade atenção, amor e cuidado. Ser professor é equili- brar-se entre três turnos de trabalho e tentar manter ohumor e a competência para que o último turno não
que prejudicado... Ser professor é ser um "adminis
-
trador da curiosidade"de seus alunos, é ser parceiro,
é ser um igual na hora de ser igual, e ser um líder nahora de ser líder, é saber achar graça das menores coi-sas e entender que ensinar e aprender são movimentosde uma mesma canção: a canção da vida...Ser professor é acompanhar as lutas do seu tempo pelo salário mais digno, por melhores condições detrabalho, por melhores ambientes físicos, sem mis-
turar e confundir jamais essas lutas com o respeito ecom o fazer junto ao aluno.Perder a excelência e o orgulho, jamais! Ser 
 professor é saber estar disponível aos colegas eter um espírito de cooperação e de equipe na trocaenriquecedora de saberes e sentimentos, sem perder a própria identidade. Ser professor é ser um escolhido
que vai fazer"levedar a massa" para que esta cresça e
se avolume em direção a um mundo mais fraterno e
mais justo. Ser professor é ter a capacidade de "sair de cena, sem sair do espetáculo".
Ser professor é apontar caminhos, mas deixar queo aluno caminhe com seus próprios pés..
À você o nosso MUITO OBRIGADO!
Homenagem
Grupo TJ
FESTA DAS ROSAS
Estamos nos aproximando da 26° Festa das Rosas de Sapi-ranga , que vai acontecer de 06 a 14 de novembro no Parquedo Imigrante , a festa contará com três palcos temáticos:- Arena de Shows , Palco Popular e Multiculturas.
Para a programação musical já estão conrmados os se
-guintes shows :- Banda Passarela (06), Cachorro Grande (06),- Dudu Nobre (07) , San Marino (08),-Tequila Baby (13), Claus e Vanessa (14)Hugo Pena & Gabriel (15).Fique ligadonas próximasedições estare-mos com no-vidades para aFesta das Rosas2009.
Moradores do bairro Mundo Novo reclamam falta de atenção
 
02
 Jornal TJ
, Quarta Feira 14 de Outubro, 2009
 NegóciosOFEREÇO-ME
Para trabalhar comodoméstica em casa defamília. Sapiranga.Contato pelo 9208.9297
Requinte
Ofereço emprego de vendedor externocom moto.Tratar 3599.4237.
GRUPO TJ
Contratamoças ou rapazes para vendedores (as)externo(a).Interessados enviar currícu-
lum para contato@grupotj.com.br ou no
endereço Av.João Corrêa,1719, Centrode Sapiranga.OFEREÇO-ME
Para trabalhar cuidandode idosos, serviços gerais,cuido de casas.Claudio 8166.5263
OFEREÇO-ME
 Para trabalhar comodoméstica ,diarista, possuo referência.Conta-to9688.6032
OFEREÇO-ME
Para trabalhar comodoméstica ou diarista.Sapiranga.Contato pelo8189.4891
CABELEIREIRA
Possuo salão montado , procurocabelereira com clientela.
Contato Getúlio vargas 32, sl-11. 3599.3859
SELECIONA-SE
P
adeiro
 
e
C
onfeiteirotratar 
 
Pelo
9968.6835
Com
t
ânia
.
OFEREÇO-ME
Para trabalhar comodiarista. Lucia bairro Sãoluiz. Sapiranga. Contato pelo fone 9742.0910
OFEREÇO-ME
Para trabalhar como do-méstica ou diarista, cuidar de idosos. Campo Bom ouSapiranga. 9686.2246
EMPREGOS E OPORTUNIDADES
 ANUNCIE AQUI!3559.9076
Consultora e Palestrante de Marketing,.
Vendas. Novo Hamburgo - RS.
soeli@sinos.net 
Soeli de Oliveira
Planejamento eAtitude
Planejamento é uma das principais habilidades que um
empreendedor deve desenvolver.Todo empreendedor tem seus sonhos, mas nem todos con-seguem realizá-los. E por que motivo? Falta de sorte? Des-
tino? Ou simplesmente falta de planejamento. Não poucasvezes isso ocorre por falta de um projeto que os leve para
realização deste sonho.Com freqüência encontramos pessoas que alegam nãoter realizado o seu sonho de um negócio próprio pela falta
de recursos nanceiros, e que os “bancos lhe emprestam o
guarda-chuva nos dias ensolarados e o pegam de volta rapi-
damente nos dias de chuva”. Isso todos sabemos. Anal, os
 bancos quase sempre são habitados por seres temerosos, enão poucas vezes, pessimistas crônicos.Pessoas otimistas tendem a ver oportunidades que se es-condem nos problemas e em contrapartida os pessimistasvêem problemas nas oportunidades.Sem dúvida ter dinheiro facilita a vida e os negócios, masquem disse que a falta dele fecha a porta do sucesso e darealização dos sonhos?Já vivi o bastante para perceber que quase tudo que se fazcom dinheiro se pode também fazer sem ele. Por quê? Eulhes direi por quê? Porque onde há vontade há meios, pois omundo conspira a favor dos que sabem onde querem chegar.Para indivíduos destituídos de vontade, a falta de recursose os bancos, servem como muros de lamentações, comporta-mento típico de quem racionaliza e põe a culpa em terceiros para desta forma aliviar a pesada consciência de fracasso.Vencedores assumem o comando das situações. Não con-tam apenas com a sorte ou com o destino, são pessoas que
fazem acontecer, pois tem metas e objetivos e seu prazer é
realizar.
Reita agora, em que grupo você vai escolher estar: nogrupo dos que cam olhando o que acontece, ou no que faz
as coisas acontecer.
Atitude é tudo!
Soeli de Oliveira é Consultora e Palestrante do Instituto Tecnológico de
 Negócios, nas áreas de Varejo,Vendas, Motivação e Atendimento - E-mail:
soeli@sinos.net - Novo Hamburgo - RS
OFEREÇO-ME
Para trabalhar comodoméstica ou diarista. Sa- piranga, possuo referência.Contato pelo 9939.6641Zulmira
VENDEDORA
Você é uma delas ,venha falar comigo e tenhaganhos de até 50%. Tratar 9627.2689 ou 9109.3939
CASA DO PASTEL
S
eleCiona
 
garçonete
 
e
 
auxiliar 
 
de
 
Cozinha
. i
 n
-
tereSSadoS
 
trazer 
 
CurriCulum
 
Com
 
foto
 
 no
 
endereço
, a
v
. J
oão
 C
orrêa
, 1563 , C
entro
 
de
S
aPiranga
.
Líder do PSDB no Senado quer explicaçõesde Mantega sobre atraso nas restituições
 Na quinta-feira (8), o ministro da Fazenda, Guido Mantega,admitiu que a Receita Federal está demorando mais para pagar arestituição do Imposto de Renda este ano por conta da queda naarrecadação.
Apesar de o ministro ter garantido que o ajuste é normal, o líder 
do PSDB no Senado, Arthur Virgílio (AM), protocolou requeri-mento convocando o ministro da Fazenda e o secretário da ReceitaFederal, Otacílio Dantas Cartaxo, a prestarem esclarecimentos so- bre a decisão à CAE (Comissão de Assuntos Econômicos).
Impactos ao contribuinte
Segundo o senador, o objetivo da convocação é "discutir os pos
-
síveis prejuízos que a decisão traz para o contribuinte".O ministro da Fazenda, no entanto, já havia adiantado que osatrasos não prejudicam o contribuinte, já que o valor da restituição
é corrigido pela taxa Selic.De acordo com a Agência Senado, para o senador Arthur Vir-
gílio, a decisão congura "um descumprimento do que seria um prazo, ou seja, pagar no mesmo ano todos os lotes de restituiçõesdaqueles contribuintes que não caíram na malha na".
Fonte:yahoo nanças
 
 Jornal TJ Quarta feira
14 de Outubro ,2009 03
DE OLHO NA RUA 
ESPORTE 
Por Milton Santana
SAPIRANGA 
Vaidade também ganha espaço no meio rural
Elas trabalham o ano todo de sol a sol e se entregaram a um dia de vaidade nesse domingo.As trabalhadoras rurais de Picada São Jacó, Sapiranga, receberam um tratamento especialcom direito a manicure, maquiagem, corte de cabelo exames de visão, glicose e medição da
 pressão arterial, além de ocinas de biscuit e confecção de almofadas. Tudo pelo Dia Mun
-dial da Mulher Rural, que é comemorado em 15 de outubro.Jurema Azzolini, 52 anos, agricultora, acostumada com o trabalho do campo, ontem se
 permitiu um momento de cuidados. “Não é sempre que a gente tem essa oportunidade. É
muito bom estar aqui e fazer minha mão e cortar o cabelo”, comenta.Responsável pela Coordenadoria da Mulher, Adriane Fiuza lembra que no município há
500 agricultoras. “Queremos proporcionar ao meio rural o mesmo que temos no meio urbano
sem tirá-las de seu espaço”, destaca.
Fonte: diário de canoas
Spolaor sanciona lei que concede descontos de até 100% no Refsa
O prefeito de Sapiranga Nelson Spolaor assinou na tarde desta sexta (9), o projeto que
altera dispositivos da Lei Municipal 4.354/2008, que institui a terceira fase do Programa de
Recuperação Fiscal do Município (Resa 2009). O ato de assinatura da lei foi acompanhado pelo secretário municipal da Fazenda, Éder Vargas, e pela procuradora-geral do Município,Jacqueline Severo da Silva. O projeto de lei foi aprovado esta semana em sessão ordinária
da Câmara de Vereadores. A partir da terça-feira (13), os contribuintes em débito com o mu-
nicípio poderão pagar seus tributos com 100% de desconto sobre juros e multas, desde que
 pagos à vista até 20 de dezembro de 2009.
Outras vantagens asseguradas pela lei ao contribuinte é o desconto de 30% sobre juros emultas para créditos scais pagos entre 25 a 48 parcelas e desconto de 40% sobre juros emultas para créditos scais pagos em até 24 vezes. O contribuinte que efetuar o pagamentoà vista dos seus débitos, além do 100% de desconto nos juros e multas será incluido auto
-maticamente no Programa Bom Pagador de 2010, que autoriza descontos de até 22% nos
 pagamentos à vista do IPTU. “É uma oportunidade única aos cidadãos para colocarem emdia suas obrigações scais com o município. O pagamento dos impostos reete em investi
-mentos públicos na saúde, educação, cultura, esporte, habitação e em serviços prestados à população”, disse Spolaor.
O Resa é destinado à regularização de créditos decorrentes de débitos de contribuintes, pessoas físicas ou jurídicas. Através dele, os sapiranguenses poderão liquidar ou parcelar 
o pagamento de seus créditos tributários e não-tributários, inscritos ou não na dívida ativa,
ajuizados ou por ajuizar, decorrentes de fatos geradores ou de obrigações com parcelamentos
em curso, vencidos até 31 de agosto deste ano.O Campeonato teve sua segunda rodada, no domingo (11), com os seguintes resultados:CHAVE A
Gondoleiros x São Franscisco
( 1ºQ -11x2) (2ºQ- 0 x 0 ) ( Vet-2 x 2 )
Avenida x Vasco
( 1ºQ - 0 x 9) (2ºQ - 0 x 7 ) ( Vet- 1 x 3 )
Folgou União Operá
riaCHAVE B
Boca Junior x Canarinho
( 1ºQ -2 x 1) (2ºQ - 1 x 3 ) ( Vet- 0 x 6 )
Juventude x Cruzeiro
( 1ºQ - 3 x 0) (2ºQ - 5 x 5 ) ( Vet - 0 x 0 )
Folga AtléticoMais uma vez tivemos a falta de disciplina na rodada, pois os atletas deveriam ter mais espíritoesportivo como acontece com muitos atletas de alto nível do nosso campeonato, temos que mostrar 
sim um bom futebol.No nal de semana volta o Campeonato de bocha, preparem-se. Boa semana e
até sábado.
Campeonato Varzeano
“Presidente do bairro pede reuniãocom presidente da cooperativa SrLeonir (precisa de espaço para construir a sede do bairro e área para ascrianças com urgência pois estão nasruas correndo risco, conhecido comoloteamento do Egon aqui não temcorreio e nem passa linha de ônibus.Marlene Fátima Rodrigues reclama que tem que limpar terrenosvazios e até mesmo com casa, porém abandonados, tudo para nãoentrar bicho para dentro de minhacasa.Marcelo Viana reclama que o campo deutebol está sendo tomado pelo mato,pois se não osse os moradores roçarserviria de esconderijo, quando a associação quer azer algo para melhoriasa cooperativa não deixa, e ninguém aznada.Clair de Fátima reorça que deram preerência para as ruas calçadas e atéagora não tem parada muito menoslinha de ônibus, lembrando que: aconta de luz com taxa de iluminaçãopública sempre chega, é gozado.Maristela Heber perdeu o reio ena divisa dos loteamentos caiu nobarranco de aproximadamente 4metros, sorendo coagulo no crânio, alega ter um tumor no crânioe não ter apoio dos respectivosresponsáveis pelo muro sem proteção.Estes são alguns dos lugares que oramvistos lixo jogado, queimado, abandonado... Se o seu bairro tem isso entre em contatocom o Jornal TJ, aremos a cobertura para você. O Jornal TJ está “ DE OLHO NA RUA”
Moradores do bairro Mundo Novoreclamam alta de atenção
Morrostock abre espaço para debate cultural
Depois de três dias e três noites de muito rock and roll no Bar do Morro em Sapiranga, foi a vezdo Morrostock receber uma das etapas do Circuito Gaúcho de Música. Na tarde de segunda-feira,
Frank Jorge, Santiago Neto, Moyses Lopes e Beto Jacobina zeram um debate sobre a cena cul
-tural rio-grandense. O evento promovido pela Assembleia Legislativa, Sesc, GB Produtora com
apoio da Secretaria da Cultura de Sapiranga, já percorrreu 19 de 21 cidades gaúchas. O objetivo
é discutir a produção musical regional, o consumo e a economia da cultura.O coordenador do Fórum Permanente de Música do RS, Moyses Lopes, fez uma avaliação daeconomia da cultura. Ele citou exemplos de cidades brasileiras que se tornaram polos culturais e
de valorização da música regional. O músico Frank Jorge disse ser necessário dar enfâse a pros
-
sionalização de músicos e promotores culturais. Ele lembrou do próprio Morrostock. “É um palco
importante por acreditar na diversidade musical e reunir diferentes linguagens”, disse Frank.Para o músico e integrante da Secretaria da Cultura de São Leopoldo, Santiago Neto, as etapasdo Circuito Gaúcho têm auxiliado na elaboração de uma rede de informações regionais, com mú-
sicos e agentes. “Estamos fazendo um movimento para ligar todos os laços da música, conhecer as diculdades regionais e o que há de positivo”, ressalta. O músico sapiranguense Beto Jacobina
acredita que o Circuito Gaúcho abre possibilidades para as bandas buscarem espaço e divulgaremseus trabalhos na cena cultural gaúcha. O secretário da Cultura de Sapiranga Antônio Machadoconvidou para a Conferência Municipal da Cultura, dia 24 de outubro, no Centro de Cultura LucioFleck. Após o debate cultural, o palco do Morrostock recebeu Alexandre Oliveira, Tchê Moçada,Homem Livre e Wander Wildner.

Activity (3)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
Pamela Cueva liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->