Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
5Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
DIREITO Penal Resumo

DIREITO Penal Resumo

Ratings: (0)|Views: 1,101|Likes:
Published by fofissima!

More info:

Published by: fofissima! on Oct 18, 2009
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

12/31/2012

pdf

text

original

 
DIREITO PENALDOGMATICA: Parte de dogmas do dever ser. Ontologia, mundo do ser.Axiologia do dever se analisa o crime.Na dogmática jurídica penal, é a de conhecer o sentido dos preceitos penais,seguindo as pautas de uma elaboração sistemática.A dogmática precisa constituir de um objeto de estudo adequadamentedelimitado, reduzindo suas pretensões aos limites que verdadeiramente ocupaou deve ocupar. O que se pretende é que a política criminal assuma tambémuma fuão garantista de delimitação da intervenção punitiva estatal,acolhendo todas as garantias formais e substanciais que a dogtica seempenhou em manter, como a tutela de liberdades individuais na estruturasócio-estatal.CRIMINOLOGIAÉ uma ciência fática que trabalha empiricamente e emprega os métodos devarias ciências da natureza e sociais. A Criminologia Critica põe em primeirolugar o estudo do mecanismo de controle social exercido pelo Estado o quepermite situar a ideologia política dos que detém o poder.Em geral, pode-se dizer que a criminologia se ocupa das causas e efeitos dodelito, definitivamente do seu lado empírico, com sua contribuição para odesenvolvimento da ciência do direito penal e marcada pela inter relação com apolítica criminal e a dogmática jurídica.POLITICA CRIMINALPode ser entendida como a atividade do estado. Uns dos fins de um Estadosocial democrático de direito é de oferecer os meios para uma convivênciapacifica em sociedade e a partir dela permitir o desenvolvimento harmonioso desuas demais atividades.O estado através da Política criminal, estabelece toda a orientação a fim depunir a criminalidade e utiliza para isto, políticas extra-penais. Estabelece quaissão os fins e os meios que se devem empregar, quais os comportamentosdelitivos.
 
Segundo Baratta, a idéia de que uma Política Criminal moderna deve buscar atransformação social e institucional para a construção de uma verdadeirademocracia igualitária. Neste sentido aplicar a atuação do DIREITO PENALnos campos de interesses essenciais.MISSAO DO DIREITO PENALResumidamente pode dizer que as fuões do direito penal são asconseqüências inevitavelmente produzidas pela aplicação do sistema enquantoque as missões do direito penal são aqueles efeitos que ele propõe emprincipio produzir.A MISSAO QUE O DIREITO PENAL DEVE CUMPRIR É A DEFESA DOSBENS JURICIOSCRIMINOLOGIA CRITICA (LUTA DE CLASSES)LUTA DE CLASSES, a Criminologia critica se opõe a idéia de umacriminologia Etiolica onde o foco é o sujeito e coloca como foco processos decriminalização.O pensamento é marxista, e deixa claro que o sistema de direito penal serve amanutenção de uma estrutura de poder social vigente. Foco o PRINCIPIO DAIGUALDADE.A posição quanto qual é a missão que o Direito Penal deve cumprir é a dePROTEGER BENS JURIDICOS ANTE POSSIVEIS LESOES OU PERIGOS.SEGUNDO ROXIN, a tarefa do direito Penal se situa na proteção da liberdadee da segurança social do individuo assim como nas condições de existência dasociedade. Dito de forma gráfica; o pressuposto de cada sanção penal nãosurge da contravenção à moral, mas de um dano á sociedade não evitável deoutro modo. PROTEÇÃO SUBSIDIARIA DE BENS JURIDICOS.SEGUNDO WELZEL, considera que a missão do Direito Penal é a proteção debens jurídicos através da proteção dos valores ético- sociais.
 
TEORIA FINALISTAManutenção dos valores Éticos Sociais em 1920, Hans Welzel, trabalha com apsique, punir quem não respeita os padrões éticos sociais de uma sociedade.Toda a ação é dirigida a um fim.TEORIA FUNCIONALISTAReafirmação da expectativa normativa (Günter Jakobs), quando o subsistemapsíquico-físico quebra uma expectativa normativa, é o Direito Penal que temcomo miso reafirmar a expectativa normativa FUNCIONALISMOSISTEMICO, E REAFIRMAÇÃO DE EXPECTATIVA NORMATIVA.SEGUNDO JAKOBS, a missão da pena é a manutenção da norma comomodelo de orientação para os contratos sociais. O conteúdo da pena é umareplica, que tem lugar a custa do infrator frente ao questionamento da norma.PROTEÇÃO DOS BENS JURIDICOSPara ter um direito penal que expresse verdadeiramente os propósitosiluministas de igualdade e liberdade, somente é possível conceber comomissão do Direito penal a garantia igualitária de proteção aos bens jurídicosindispensáveis para o desenvolvimento social do homem, através da sançãoaos ataques mais graves dirigidos contra tais bens jurídicos.O principio do bem jurídico estabelece um limite material ao poder punitivoestatal, pois impede que se estabeleçam delitos e penas que não tenham emsua estrutura de base a proteção a um bem jurídicoOs Delitos de perigo Concreto são aqueles que supõem a exposição de umbem jurídico individualizado ou de um conjunto deles a um efetivo risco delesão. (ex incêndio)Os Delitos de Perigo abstrato ao contrario constituem na realização decondutas que rebaixam os níveis de segurança legalmente estabelecidos parao desfrute dos bens jurídicos. (Ex porte de armas)

Activity (5)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
Ronald da Motta liked this
Ana Lidia liked this
schulto liked this

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->