Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
77Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Positivismo Juridico

Positivismo Juridico

Ratings:

5.0

(1)
|Views: 8,544 |Likes:
Published by fofissima!

More info:

Published by: fofissima! on Oct 18, 2009
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

10/28/2013

pdf

text

original

 
I- POSITIVISMO JURIDICO - CONCEITO
O Direito Positivo é aquele posto pelo estado, é o direito de fato , escrito, legislado, quevigora em um país , é o Direito como é, e não como deveria ser , por isso tambémchamado de Direito Realista , que vige sem contestação.É temporal, pode ser modificado a qualquer tempo , revogado. É espacial, vige apenasem determinado território.
II- OS PRIMEIROS CÓDIGOS
Somente a título de curiosidade faremos uma pequena abordagem sobre os primeiroscódigos, já que antigamente o código era um conjunto enorme de normas jurídicasescritas e sua organização não passava de uma simples reunião dos costumes, de umresumo das diferentes regras vigentes. Na antiguidade o estudo do direito nãoapresentava divisões, era um todo pro indiviso, que compreendia e abrangia regras civis, penais, comerciais, tributárias. No período do Antigo Direito a primeira fonte a ser mencionada é a Lei das XII Tábuas,a mais importante das leis republicanas.Os plebeus, insatisfeitos com a interpretação dos costumes pelos pontífices, escolhidosentre os patrícios, desejosos de verem escritos e divulgados esses mesmos costumes,teriam pleiteado (462 A.C.), a nomeação de uma comissão para efetuar a almejadaredação.Em 450/45l A.C., teriam sido redigidas as Dez Tábuas da Lei. A codificação foicompletada no ano seguinte (450/449) com a redação de mais duas Tábuas, formandoassim a Lei das XII Tábuas.Os textos foram expostos no Fórum para que estivessem ao alcance de todos. Com atomada de Roma (337-338 ou em 381 A.C). As Tábuas teriam sido destruídas ouextraviadas. Reconstituídas posteriormente (com atualização da linguagem) os textosforam transmitidos as novas gerações, quer pelos tribunais "que faziam a sua aplicaçãoe que nela assentavam a sua jurisprudência" quer " pelo ensino, uma vez que as XIITábuas eram utilizadas nas escolas para instruir a juventude".Por sua vez, Khammu-rabi, rei da Babilônia no 18º Séc. A.C. estendeu grandemente oseu império e governou um confederação de cidade - estados. Erigiu no final do seureinado, uma "estela" em diorito, na qual ele é retratado recebendo a insígnia do reinadoe da justiça do rei Marduk. Abaixo mandou escrever 21 colunas, 282 clausulas queficaram conhecidas como Código de Hamurabi.Tido como uma das mais antigas e extensas coleções de leis da humanidade. Com tem282 parágrafos que tratam de questões civis, comerciais e criminais, com penas severas,contemplando a pena de morte. Protegendo a propriedade, a família, o trabalho e a vidahumana.
 
O exemplo da lei severa. O autor de roubo por arrombamento deveria ser morto eenterrado em frente ao local do fato; jogar no fogo roubo em incêndio, cravar em umaestaca em homicídio praticado contra o cônjuge, mutilações corporais, cortar a língua,cortar o seio, cortar a orelha, cortar as mãos, arrancar os olhos e tirar os dentes.Um dos pontos que se atribui à influência do código de Hamurabi á a lei da retribuição,colocada em termos de olho por olho e dente por dente.Pelas críticas o código foi se enfraquecendo, citadas como críticas, estabelecidavingança como algo legal. A retribuição ao ofensor, mas o faz com um acréscimo decrueldade ou de forma ser a pena mais forte que a ofensa, considerou-se maior a partir da lei do amor, que a lei da retribuição não abre espaço para o perdão, para oarrependimento e para a mudança de vida.
III- DISTINÇÃO ENTRE DIREITO NATURAL E DIREITO POSITIVO
A distinção conceitual entre direito natural e direito positivo já se encontra em Platão eAristóteles.O direito natural é aquele que tem em toda parte a mesma eficácia, enquanto o direito positivo tem eficácia apenas nas comunidades políticas singulares em que é posto;O positivismo jurídico então é uma concepção do direito que nasce quando "direito positivo" e "direito natural" não mais são considerados direito no mesmo sentido, mas odireito positivo passa a ser considerado como direito em sentido próprio.Por obra do positivismo jurídico ocorre a redução de todo direito a direito positivo, e odireito natural é excluído da categoria do direito.
IV- ASPECTOS HISTORICOS DO POSITIVISMO
Protágoras (481 a.C - 411 a.C.) pode ser considerado o pensador que antecipou asopiniões dos positivistas modernos. Sustentava que as leis feitas pelos homens eramobrigatórias e válidas, sem considerar o seu conteúdo moral.O positivismo Jurídico surgiu na Europa, no fim do século XIII, quando três causasderam origem a esse nascimento, quais sejam:1° - O declínio do prestigio da Escola do Direito Natural;2° - O fortalecimento dos estados nacionais e o monopólio destes sob a forma de leis;3° - A ambição dos juristas de constituírem uma ciência do Direito que se equiparasseem certeza, estruturação, validade e resultados à Ciência Natural.O direito positivo, no seu relato recente teve início no século XIX, da reação aoidealismo transcedental, especialmente de Hegel.
 
O pensamento moderno foi acentuado na segunda metade do século e primeira metadedo século atual, merecendo algumas considerações pela direta e profunda influência queessa escola filosófica exerce sobre o nosso sistema jurídico, além de refletir consideravelmente na formação de nossos juristas, sendo o resultado da jurisprudência pátria uma vinculação permanente de seus ensinamentos.Apesar de Augusto Comte ser considerado o pai do positivismo, porque a ele se deve asistematização e aprofundamento da doutrina, já se delineavam seus traços em Bacon,Descartes, Galileu, Hume Locke e mais proximamente nas lições fundamentais de Kant.O conceito e a expressão de positivismo podem ser tomados em duas acepções, umarestrita e lata a outra. Na primeira acepção, dá-se este nome ao sistema de idéias filosóficas fundado pelofrancês Augusto Comte (1789-1857) e propagado posteriormente pelo seu mais fieldiscípulo, Emile Lettré (l80l-l88l). Na segunda, serve ele para designar um movimento mais vasto, dentro do qual cabemnumerosas escolas e tendências do século XIX, dentro e fora da França, em matéria defilosofia, de métodos científicos, de psicologia, de sociologia, de história, de direito e de política. Nenhum setor dos conhecimentos humanos ficou isento da sua influência.
V- CORRENTES DOUTRINÁRIAS DO JUSPOSITIVISMO
A seguir apresentaremos algumas das correntes doutrinárias do positivismo jurídico.
1- POSITIVISMO JURÍDICO NA ALEMANHA
O primeiro princípio do historicismo consiste em substituir uma consideraçãogeneralizante e abstrata da forças histórico-humanas por uma consideração de seucaráter individual.O que caracteriza o historicismo é o fato de ele considerar o homem na suaindividualidade e em todas as variedades que tal individualidade comporta.O maior expoente foi Carlos Frederico von Savigny:A escola histórica do direito (e o historicismo em geral) podem ser considerados precursores do positivismo jurídico somente no sentido de que representam uma críticaradical do direito natural, conforme o concebia o iluminismo, isto é, como um direitouniversal e imutável deduzido pela razão.O fato histórico que constitui a causa imediata do positivismo jurídico deve, aocontrário, ser investigado nas grandes codificações ocorridas entre o fim do séculoXVIII e o início do Século XIX, que representaram a realização política do princípio daonipotência do legislador 
. Frente a este movimento, a escola histórica assume umaposição de clara hostilidade.

Activity (77)

You've already reviewed this. Edit your review.
Carla Maia liked this
1 thousand reads
1 hundred reads
Claudio Augusto liked this
Rhuan25 liked this
carolineaugusta liked this
Joana Martins liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->