Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
84Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Exercícios de Silogismos

Exercícios de Silogismos

Ratings:

4.0

(1)
|Views: 18,270 |Likes:
Published by fofissima!

More info:

Published by: fofissima! on Oct 18, 2009
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

06/30/2014

pdf

text

original

 
Um
Pensamento tem Validade Material
quando o seu conteúdoestá conforme a realidade. Neste caso estamos perante um juízo ouraciocínio verdadeiros.Um
Pensamento tem Validade Formal
quando os elementos que oconstituem se apresentam coerentes entre si, sem contradição ouincompatibilidade.O
Pensamento para ser verdadeiro
tem de possuir validadematerial e validade formal.
À lógica diz respeito à validade formal do pensamento
. Elapode dispensar a questão da adequação à realidade exterior.As
ciências trabalham, sobretudo com a validade material
, poisa Ciência procura 'dizer' com rigor, mas adequadamente, acerca doreal que nos circunda.Mas como a verdade implica a presença quer da validade materialquer da validade formal, então as ciências tomam a Lógica comoauxílio, quer no processo da investigação científica propriamente dita,quer na exposição/comunicação das suas 'verdades' científicas -teorias ou Leis.Portanto, a Lógica pode ser usada como uma disciplina em si mesma,por si mesma, mas também como um útil instrumento de auxílio paraas ciências e outros saberes.
A Estrutura do Silogismo
1. O Silogismo é sempre constituído por 3 Proposições:2 Premissas,1 Conclusão;
2.
A Premissa Maior - que contém o Termo Maior ea Premissa Menor que contém o Termo Menor,a Conclusão que articula o termo menor com o Termo Maior;
3.
O Termo Médio:. Permite o trânsito das premissas à conclusão,. Permite estabelecer relação entre o Sujeito e o Predicado (daconclusão),. É o intermediário,. Aparece sempre em Ambas as Premissas, mas NUNCA naConclusão;
 
4.
O Termo Maior ocupa sempre o lugar de Predicado na Conclusão;
5.
O termo Menor ocupa sempre o lugar de Sujeito na conclusão;
1. O silogismo tem Três Termos - não mais, nem menos(Maior, Menor e Médio).
O Pinheiro é verdeO Pinheiro é motoristaEntão, O motorista é verde.
A regra é violada porque na verdade não existe Termo Médio: otermo médio deve, em ambas as premissas, referir-se ao mesmoconceito, à mesma compreensão e extensão.Neste caso o termo 'Pinheiro' refere-se a dois conceitos diversos, poisna premissa maior indica uma árvore, na premissa menor refere-se aum humano cujo nome é Pinheiro. Portanto não existe termo médiopropriamente, pois não é possível estabelecer relação alguma entreas premissas.
2. Os Termos não podem ter maior Extensão na Conclusão quenas Premissas.
Todos os peixes nadamTodos os peixes têm escamasLogo, Todos os que têm escamas nadam.
Para aplicarmos esta regra temos que nos valer de outra (e clarosaber o que é a extensão de um conceito):
As Proposições Universais distribuem o Sujeito;As Proposições Negativas distribuem o Predicado.
O mesmo é dizer:
As proposições A e E distribuem o Sujeito;As proposições E e O distribuem o Predicado.
Nas proposições de tipo
I
nenhum termo se encontra em toda a suaextensão.Por isso, se analisarmos a Conclusão verificamos que - sendo ela dotipo
A
- apresenta o sujeito em toda a sua extensão ('escamas'), masesse termo não se encontra distribuído na premissa (menor) ondeaparece como Predicado.E sendo essa Premissa uma
A
não é o Predicado que se encontra emExtensão, mas o sujeito.Temos então um termo que apresenta maior extensão na conclusãodo que tinha na premissa donde veio.
 
3. O Termo Médio deve apresentar-se em toda a sua Extensão,pelo menos uma vez.
O mel é doceO açúcar é doceEntão, O açúcar é mel.
Este silogismo é inválido, pois o termo Médio (doce) não se encontraem toda a sua extensão uma só vez:Se tomarmos ambas as premissas como sendo
A,
estas sódistribuiriam o sujeito, mas como o termo médio é predicado emambas nada feito.Aplicamos aqui o mesmo modo de verificar a distribuição dos termoscomo na Regra anterior, a saber:Universais: distribuem o Sujeito;Negativas: distribuem o Predicado.
4. O Termo Médio não deve entrar na conclusão.
Os campos são verdesOs lagos são verdesLogo, Os lagos e os campos são verdes.
A função do Termo Médio é permitir o trânsito entre as premissas,permitir estabelecer relação que leve a inferir uma conclusão. Elenunca pode aparecer na conclusão, o seu papel é ser intermediário.
SILOGISMO: Regras Relativas às PREMISSAS
Eis as Regras
relativas às Proposições:1. De duas Premissas Negativas nada se pode concluir.
Se estamos a negar, como podemos estabelecer relação entre coisasque à partida já estamos a recusar que tenham algo em comum?(E nem dizemos o que elas são, só o que não são).
2. De duas Premissas Afirmativas não podemos retirar umaConclusão Negativa.
Se ambas as premissas afirmam, como pode a conclusão estabelecernegação?!
3. De duas Premissas Particulares nada se pode concluir.
Ao procurarmos estabelecer uma conclusão partindo de duaspremissas particulares, nada nos garante que a relação queprocuramos estabelecer se refere precisamente/obrigatoriamente aosindivíduos (do universo/conjunto) que queremos.
4. A conclusão segue sempre a parte Mais Fraca.

Activity (84)

You've already reviewed this. Edit your review.
Thiago Vinicius added this note
Ótimo !
Thiago Vinicius liked this
1 thousand reads
1 hundred reads
Aline Mota liked this
Gessyeli Ferreto liked this
Valdeir Santana liked this
Valdeir Santana liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->