Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
24Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
As Formas Nominais Do Verbo

As Formas Nominais Do Verbo

Ratings:

5.0

(1)
|Views: 6,515 |Likes:

More info:

Published by: jose americo hozana de lima on Oct 19, 2009
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

08/19/2013

pdf

text

original

 
As formas nominais
.
São três as chamadas formas nominais do verbo:
01) Infinitivo:
São as formas terminadas em
ar, er 
ou
ir 
.
02) Gerúndio:
São as formas terminadas em
ndo
.
03) Particípio
:São as formas terminadas em
ado
ou
ido
.
O infinitivo é forma nominal do verbo e pode apresentar-se
flexionado
e
não-flexionado
. Será denominado flexionado quando possuir desinência verbal, que são asseguintes:
-es
, para a segunda pessoa do singular (tu),
-mos
, para a primeira pessoa do plural (nós),
-des
, para a segunda pessoa do plural (vós) e
-em
, para a terceira pessoado plural (eles, elas, vocês). A primeira pessoa do singular (eu) e a terceira pessoa dosingular (ele, ela, você) são representadas pelo infinitivo não-flexionado. Por exemplo:Era para eu cantar Era para tu cantaresEra para ele cantar Era para nós cantarmosEra para vós cantardesEra para eles cantaremO infinitivo flexionado, nas conjugações dos verbos regulares, é idêntico ao futurosimples do subjuntivo. Este participa de orações iniciadas pela conjunção
se
ou pelaconjunção
quando
, indicando hipótese condicional ou temporal; aquele, de oraçõesiniciadas geralmente por preposição (
a, de, para, por...
)., indicando significadodeclarativo. Por exemplo:Infinitivo:Era para eles chegarem mais cedo.Ao nos aproximarmos da casa, percebemos que havia algum problema.Eles se preocuparam por não saberem o que estava acontecendo.Futuro do subjuntivo:Se eles chegarem mais cedo, participarão da abertura do evento.Quando nos aproximarmos da casa, saiam correndo.Infinitivo flexionado:1) Quando o sujeito for claro, ou seja, quando surgir escrito na mesma oração doverbo, o uso do infinitivo flexionado será obrigatório: Por exemplo Não é necessário vocês chegarem mais cedo.
 
 Não mediremos esforços para vós serdes bem atendidos.Obs.: Mesmo não sendo claro o sujeito, pode-se flexionar o infinitivo: (Perceba que aflexão deixa a frase mais elegante. Em alguns casos, se não houver a flexão, ocorreráambigüidade) Não é necessário chegarem mais cedo.Está na hora de começarmos o trabalho. (Se não houver a flexão ocorreráambigüidade: Está na hora de começar o trabalho. Quem? eu, você, ele, nós?)2) Quando o sujeito do verbo no infinitivo for diferente do sujeito do verbo da outraoração, flexiona-se o infinitivo. Por exemplo:Meninos, (eu) vejo
estarem
(vocês) atrasados mais uma vez.(Eu)Falei a eles sobre a vontade de (nós) deixarmos o time.Obs.: Se o sujeito do verbo no infinitivo for o mesmo do verbo da outra oração, aflexão do infinitivo não é necessária. Não é, porém, proibida. Por exemploDeveremos reunir-nos hoje com eles para discutir (nós) os problemas da empresa.Deveremos reunir-nos hoje com eles para discutirmos os problemas da empresa.Convidei os alunos a entrar na sala.Convidei os alunos a entrarem na sala.Os escoteiros chamaram os chefes para discutir sobre o acampamento.Os escoteiros chamaram os chefes para discutirem sobre o acampamento.Usos do infinitivo não-flexionado:1) Nas locuções verbais:Os alunos querem sair mais cedo hoje.Eles não poderiam ter feito isso.2) Quando o sujeito do infinitivo for um pronome oblíquo átono ou um substantivo nosingular:Mandei-os sair de lá.Mandaram-nos sair de lá.Mandei o garoto sair de lá.3) Quando o sujeito do infinitivo for um substantivo no plural, pode-se usar tanto oinfinitivo flexionado quanto o infinitivo não-flexionado:Mandei os garotos sair.Mandei os garotos saírem.4) Quando o infinitivo não se referir a sujeito algum: Navegar é preciso, viver não é preciso.5) Quando, após adjetivo, preceder o infinitivo de preposição:São casos difíceis de solucionar.

Activity (24)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
Carlos Israel liked this
Auricia Santos added this note
ADOREI AS SUGESTÕES. BJS!
mariaclarafp liked this
Marco Horsti liked this
Trmy Stt liked this
Nane Lucca liked this
Taty Cardoso liked this
Lucas Noman liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->