Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more ➡
Download
Standard view
Full view
of .
Add note
Save to My Library
Sync to mobile
Look up keyword
Like this
4Activity
×
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Trabalho de Sociologia Poder Executivo Do Brasil

Trabalho de Sociologia Poder Executivo Do Brasil

Ratings: (0)|Views: 3,124|Likes:
Published by nayhara alves

More info:

Published by: nayhara alves on Oct 21, 2009
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, DOC, TXT or read online from Scribd
See More
See less

04/11/2011

pdf

text

original

 
Poder Executivo do Brasil
O
Poder Executivo do Brasil
é um dos poderes constituídos daquele país. É também oconjunto dos órgãos e autoridades públicas aos quais aConstituição Federalbrasileira (aatual é de 1988) atribui a função administrativa e adota os princípios da soberania popular e da representação, segundo os quais o poder político, teoricamente, pertence ao povo e é exercido em nome deste por órgãos constitucionalmente definidos (art. 1º, parágrafo único). Para tanto, a Constituição Federal constitui três Poderes, oLegislativo, o Executivo e oJudiciário, independentes e harmônicos (art. 2º). OPoder Executivoé regulado pela Constituição Federal nos seus artigos 76 a 91. Éexercido, no âmbito federal, desde 1891, peloPresidente da República, eleito por sufrágio popular e direto, em eleição de dois turnos, e substituído em seusimpedimentos peloVice-Presidente. Colaboram com o chefe do executivo os Ministros de Estado, por ele nomeados. No plano estadual, oPoder Executivoé exercido peloGovernador , substituído em seus impedimentos peloVice-Governador , e auxiliado pelosSecretários de Estado. Já no plano municipal, é exercido peloPrefeito, substituído em seus impedimentos peloVice-Prefeitoe auxiliado pelosSecretários Municipais.A sede de cada município toma seu nome e tem oficialmente a categoria de cidade.
Funções do Poder Executivo
O principal representante do poder executivo é o  presidente da República, e suas  principais funções são:
 Nomear e exonerar os Ministros de Estado;
Exercer, com o auxílio dos Ministros de Estado, a direção superior daadministração federal;
Sancionar, promulgar e fazer publicar as leis, bem como expedir decretos eregulamentos para a sua fiel execução;
Vetar projetos de lei, total ou parcialmente, ou solicitar sua consideração aoCongresso Nacional;
Manter relações com países estrangeiros e acreditar seus representantesdiplomáticos;
Decretar o estado de defesa, o estado de sítio e a intervenção federal, nos termosda Constituição;
Remeter ao Congresso plano de governo, plano anual de investimentos, assimcomo a prestação anual das contas relativas ao exercício anterior;
Exercer o comando supremo das Forças Armadas e nomear os comandantes daMarinha, do Exército e da Aeronáutica, promover seus oficiais-generais enomeá-los para outros cargos;
O presidente é substituído no caso de impedimento (ver impeachment), esucedido, na vaga, pelo vice-presidente;Para assessorá-lo no que diz respeito àdefesa do Estado nacional e das instituições democráticas, o presidente contacom o Conselho da República e o Conselho de Defesa Nacional.
 
 
PRESIDENTE
Para ser   presidente da Repúblicaé preciso ser   brasileironato, maior de35anos, estar no exercício dosdireitos políticose, evidentemente, ser eleito através de partido político. As regras para a eleição doPresidente da Repúblicaestão definidas na constituição. As principais são:
 A eleição do Presidente e do Vice-Presidente da República realizar-se-á, simultaneamente, no primeiro domingo de outubro, em primeiro turno, e no últimodomingo de outubro, em segundo turno, se houver, do ano anterior ao do término domandato presidencial vigente.
 § 1º - A eleição do Presidente da República importará a do Vice-Presidente comele registrado.
 § 2º - Será considerado eleito Presidente o candidato que, registrado por  partido político, obtiver a maioria absoluta de votos, não computados os embranco e os nulos.
 § 3º - Se nenhum candidato alcançar maioria absoluta na primeira votação, far- se-á nova eleição em até vinte dias após a proclamação do resultado,concorrendo os dois candidatos mais votados e considerando-se eleito aqueleque obtiver a maioria dos votos válidos.
 § 4º - Se, antes de realizado o segundo turno, ocorrer morte, desistência ouimpedimento legal de candidato, convocar-se-á, dentre os remanescentes, o demaior votação.
 § 5º - Se, na hipótese dos parágrafos anteriores, remanescer, em segundo lugar,mais de um candidato com a mesma votação, qualificar-se-á o mais idoso
 
(artigo77)
.O presidentee o vice-presidentedaRepúblicatomarão posse em sessão doCongresso  Nacional, prestando o compromisso de manter, defender e cumprir aConstituição, observar as leis, promover o bem geral do povo brasileiro, sustentar a união, aintegridade e aindependência do Brasil 
(artigo 78
O
Presidente da República
é ochefe de Estadoe degovernodaRepública Federativa do Brasil. Uma vez que o sistema constitucional brasileiro optou pelo  presidencialismo, o presidente da República escolhe livremente seus auxiliares diretos, os Ministros deEstado, sem interferência alguma do parlamento. De acordo com a revista norte-americana  Newsweek , o ocupante do cargo é considerado como o homem mais  poderoso da América Latina,devido ao status de potência regionaldoBrasil.
OBrasilé uma Repúblicadesde15 de novembro de1889. O presidencialismofoi introduzido pela  primeira Constituição republicana, a de24 de fevereirode1891,que tomou como modelo as Constituições dos Estados Unidose daArgentina. O parlamentarismorepublicano chegou a ser instituído noBrasil, pela emenda número 4 à Constituição de 1946, de2 de setembrode 1961. Tratava-se de um expediente para
 
superar grave crise política e permitir a posse do vice-presidente,João Goulart, que eraacusado de ligação com oscomunistas. A curta experiência parlamentarista não deuconta dos graves problemas políticos, econômicos e sociais por que passava oBrasile,em6 de janeirode1963, num plebiscito nacional, 80% dos votantes optaram pela volta do presidencialismo.O Ato das Disposições Constitucionais Transitórias, anexo àConstituição de 1988,determinava, em seu artigo segundo, que no dia7 de setembro de 1993o povo  brasileiro, através de plebiscito, definisse aforma(repúblicaou monarquia) e osistema de governo( presidencialou parlamentar ) que deveria vigorar no país. A data do  plebiscito foi antecipada para21 de abril de1993, pela emenda constitucional número 2 de 1992. Há quem diga que tal foi feito para evitar que a realização do plebiscito na data da Independência nacional, proclamada por Dom Pedro I, predispusesse os eleitores afavor da monarquia. Em21 de abrilde 1993, data em que se comemora o republicano Tiradentes, considerado o mártir da Independência do Brasil, realizou-se o plebiscito,com expressiva maioria a favor darepública  presidencialista. O atual presidente da República, desde1 de janeiro de2003, éLuís Inácio Lula da Silva, doPartido dos Trabalhadores(PT), eleito para seu primeiro mandato (2003-2006)  por uma frente partidária composta peloPartido Liberal(PL), Partido Comunista Brasileiro(PCB),Partido Comunista do Brasil(PCdoB) e Partido da Mobilização  Nacional(PMN). Para seu segundo mandato, o presidente contou com uma coligaçãocomposta por Partido Republicano Brasileiro(PRB) ePartido Comunista do Brasil  (PCdoB).Para concorrer à Presidência, é necessário observar as limitações impostas pelaConstituição:
ser brasileiro nato
ter a idade mínima de 35 anos, completos antes do pleito
ter o pleno exercício de seus direitos políticos
ser eleitor e ter domicílio eleitoral no Brasil
ser filiado a uma agremiação ou partido político
não ter substituído o atual presidente nos seis meses antes da data marcada paraa eleição.A linha sucessória é composta, em ordem, pelo vice-presidente, presidente da Câmarados Deputados, presidente do Senado e presidente do Supremo Tribunal Federal.O mandato do presidente da República do Brasil é de quatro anos, mas a Constituição jáfixou o mandato em cinco e seis anos.Gaspar Dutra,Juscelino Kubitschek , Ernesto GeiseleJosé Sarneyforam os presidentes que exerceram mandatos de cinco anos. O único presidente a exercer o mandato de seis anos foi João Figueiredo. O presidente mais jovem a assumir o cargo foiFernando Collor ,aos 40 anos, em 1990. O presidente mais idoso foi Getúlio Vargas, que tomou posse aos 68 anos, em 1951.Tancredo Nevesfoi eleito aos 75 anos eRodrigues Alvesaos 70, mas ambos morreram antes de tomar posse.

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->