Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
3Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
GFT

GFT

Ratings: (0)|Views: 87 |Likes:
Published by vinicius_barros

More info:

Published by: vinicius_barros on Oct 22, 2009
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

07/26/2012

pdf

text

original

 
Universidade Federal da BahiaFaculdade de FarmáciaDepartamento do MedicamentoDisciplina: FAR119 – Farmácia Hospitalar Docente: Profª Lúcia NoblatAluno: Vinicius da Silva BarrosAtividade: Elaboração de um Guia FarmacoterapêuticoNo Saint Anthony Hospital, foi notada pelo diretor do mesmo a carência deuma lista institucional de rmacos que atendesse as necessidadesmedicamentosas do local.Este hospital é uma unidade terciária de alta complexidade, tem 500 leitos epossui serviços como: Emergência Geral, UTI (Unidade de Terapia Intensiva),Semi-UTI, Maternidade, Centro Cirúrgico, além de um Centro Médico comatendimento para um número considerável de especialidades.O diretor mostrou à equipe dos profissionais de saúde do hospital aimportância de se selecionar os medicamentos corretamente através decomprovações na literatura de que a escolha correta evita erros na prescrição,perdas, multiplicidade desnecessária e permite uma melhor utilização dorecurso destinado à compra dos mesmos.A responsabilidade sob a produção de tal guia ficou sob cargo de umaComissão de Farmácia e Terapêutica (CFT). Tal CFT era composta pelo diretor do Saint Anthony Hospital, pela chefia da equipe de enfermagem, pela chefiado serviço de farmácia e pelos respectivos chefes dos setores de Emergência,UTI e Centro Cirúrgico.Essa equipe ficou responsável pelo estudo das doenças que maisacometiam os pacientes internados no hospital e da seleção dosmedicamentos que seriam mais eficazes, mais seguros e menos custosos.Após a seleção dos medicamentos, os mesmos se encarregaram dodesenvolvimento do Guia Farmacoterapêutico e se comprometeram em mantê-lo atualizado.
 
O guia apresentava a seguinte estrutura:1.Apresentão2.Objetivos e funções da CFT
3.
Guia de boas práticas de prescrição4.Apresentação por grupos ATC (Anatômico-Terapêutico-Químico) e poclasse terapêutica5.Anexos
5.1.
Critérios de inclusão/exclusão de medicamentos5.2.Boas práticas de armazenamento e conversação demedicamentos
5.3.
Fármacos usados na gravidez e amamentação5.4.rmacos usados por idosos5.5.rmacos usados por pacientes hepatopatas5.6.rmacos usados por pacientes renais5.7.Interações medicamentosas mais comuns5.8.Tratamento de intoxicações6.Refencias7.Abreviaturas Utilizadas8.Índice RemissivoO guia iniciava-se, portanto, com a apresentação do mesmo, comidentificação dos responsáveis pelo desenvolvimento do guia, sendo estes:o comitê editor, os redatores, os revisores e os colaboradores.Em seguida, o guia ressaltava a importância de uma Comissão deFarmácia e Terapêutica (CFT), sua formação e suas obrigações. Ensinavatambém como montar uma CFT, visto que muitos profissionais da área desaúde não sabem como fazer isso.O guia tem uma parte especial dedicada aos prescritores, ensinando-lhesas melhores formas de se receitar medicamentos de maneira a prover umafarmacoterapia mais racional. Basicamente essa parte abordava cincotópicos, que são:
Definir o problema do paciente;
Especificar o objetivo do tratamento;
Desenhar um esquema terapêutico apropriado para o paciente;
 
Formular a receita;
Prover informações, instruções e advertências.A parte seguinte do guia é, sem dúvida, a de maior valia: a apresentaçãodos medicamentos selecionados segundo suas características anatômicas-terapêuticas-químicas e por classe farmacológica. Foram escolhidas ambas asformas porque se acreditava que possuíam vantagens consideráveis, como ofato da classificação ATC permitir avaliar o medicamento de maneira maisespecífica, enquanto que por classe farmacológica, como o próprio nome cita,permite avaliar os medicamentos por classe, permitindo uma visão mais amplada farmacologia da terapia que se espesquisando. Nessa parte, osmedicamentos possuíam uma pequena monografia sobre os mesmos, o queleva a um entendimento ainda melhor sobre os fármacos que estão no guia.O guia possui também uma série de anexos, sendo eles:
Critérios de inclusão/exclusão de medicamentos – nesse anexo mostraquais foram os pontos avaliados pela Comissão de Farmácia eTerapêutica que permitiu ou não a entrada de determinadosmedicamentos na seleção do guia.
Boas práticas de armazenamento e conversação de medicamentos –importante para o setor pessoal da Central de AbastecimentoFarmacêutico do Saint Anthony Hospital, pois indica as melhoresmaneiras de se armazenar e conservar os medicamentos para que elespossam manter suas características por o maior tempo possível e quevenham a ser uma terapia eficiente para os pacientes internados nohospital;
Fármacos usados na gravidez e amamentação – visto que o SaintAnthony Hospital possui uma maternidade, a CFT decidiu por adicionar um anexo específico que falasse sobre os principais fármacos utilizadospor gestantes. Isso garante uma maior segurança do tratamento paraestas mulheres e para seus filhos, pois além de avaliar osmedicamentos que poderiam levar a possíveis problemas na mãe e/ouno feto, levam em consideração as possíveis terapias medicamentosasque poderiam causar alterações no aleitamento materno.

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->