Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
2Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Da Presidência Executiva da OTEB

Da Presidência Executiva da OTEB

Ratings: (0)|Views: 61|Likes:
Published by puramagia

More info:

Published by: puramagia on Oct 30, 2009
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOCX, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

08/12/2012

pdf

text

original

 
(Da Presidência Executiva da OTEB)
Dispõe sobre a regulamentação da profissão de Teólogo e seus similares, eautoriza a criação do Conselho Federal e das Secretarias; Secções Estaduaise subsecções Regionais e da secção Internacional de Teologia.0 Congresso Nacional decreta:Art. 1º- Conforme regulamentação da profissão de Teólogos, baseada na Lei1051/69; em consonância a Lei nº 9.394/96 e o recente parecer nº 241, de15 de março de 1999, do Conselho Nacional de Educação, que estabeleceos princípios para o reconhecimento, pelo MEC, dos cursos de Teologia, e daclassificação ocupacional por parte do Ministério do Trabalho CBO 2002 –cód. 2631-05,10,15, é a prova inconteste, a Lei nº 6.839 de 30 de Outubrode 1980 que no seu art. 1º; conjuntamente a Lei 9.649, de 29 de maio de1998, que, em seu art. 58 ;considerando a necessidade de ajustar normas eprocedimentos sobre a categoria, vimos: Através desta lei regulamentar aprofissão de Teólogo e a autorização da criação do Conselho Federal de Teologia - COFET e das Secretarias Estaduais; Regionais e Internacional de Teologia –Parágrafo 1º Solicita autorização para criação do Conselho Federal de Teólogia - COFET e das Secretarias Estaduais e Regionais de TeologiaArt. 2º Poderão exercer a profissão de Teólogo no País:1 –todo teólogo possuidores de diploma de nível superior, expedido noBrasil, por escolas oficiais ou reconhecidas pelo Governo Federal; desde quetenham sido avaliados pelo exame de Ordem Teológica Proposto por esteCOFET, e seus diplomas tenham sido homologados e convalidados por esteCOFETII - os diplomados por escolas estrangeiras convalidados e reconhecidaspelo COFET; pelas leis de seu país e que revalidarem seus diplomas deacordo com a legislação vigente. Art.2º - parágrafo 1ºArt. 3º As atividades e atribuições profissionais de que trata esta leiconsistem, dentre outras, em:I- desenvolver estudos relativos às áreas de investigação e ciênciasteológicas,II - coordenar, supervisionar e avaliar estudos, pesquisas, planos. programase projetos na área de Teologia e de seus similaresIII - Oferecer treinamento, avaliar estudos que intensifiquem a absorção deconhecimentos desta ciência, supervisionar os estágios da matériaespecífica, nas instituições proporcionando estagios de Teologia,lV - Autorizar, registrar, retificar, ratificar e justificar todas as açõesinerentes a Teologia que possam vir a ser apresentados pelo núcleosreligiosos ou individuais, coordenar associações e centros de pesquisa naárea Teologica;V - Acompanhar e ministrar matérias ligadas à esta ciência nos diversosníveis do Ensino Religioso e na formação escolar para os quais assim odesejar ampliando conhecimentos, em conformidade com o MEC.VI - desempenhar tarefas similares às que realizam os ministros religiosos.VII - Exercer a fiscalização da profissão de teologo e do ensino de Teologianos diversos níveis de sua aplicabilidade, disponibilizando as secretariasEstaduais e Regionais o direito à fiscalização e sendo estes auditados pelo
 
COfET.VIII – fiscalizará - teólogos e profissionais assemelhados, todo e qualquerclero religioso desde que exerça a profissão de fé segundo a ClassificaçãoBrasileira de Ocupações do ministério do Trabalho CBO 2002 cod. 2631-15 Teólogo e seus similares; descrição sumária: Realizam liturgias,celebrações, cultos e ritos; dirigem e administram comunidades; formampessoas segundo preceitos religiosos das diferentes tradições; orientampessoas; realizam ação social junto à comunidade; pesquisam a doutrinareligiosa; transmitem ensinamentos religiosos; praticam vida contemplativae meditativa; preservam a tradição e, para isso, é essencial o exercíciocontínuo de competências pessoais específicas.VIX - fiscalizar teólogos e profissionais assemelhados independente daformação da tradição religiosa e da ocupação;a - naquelas tradições de transmissão oral, como as afro-brasileiras eindígenas, as ocupações não requerem nível especial de escolaridadeformal;b- já nas tradições baseadas em textos escritos, é desejável que Ministros(as) de culto e Missionários (as) tenham o superior completo;c- no caso dos (as) Teólogos (as), é esperado que tenham formação superiorem Teologia; não é incomum entre eles, porém, a presença de títulos depós-graduação ou cursos equivalentes. Ascender a níveis superiores deestudo pode facilitar também a progressão das outras duas ocupações nacarreira eclesiástica. Qualquer que seja a tradição religiosa, contudo, tantoou mais que a formação, contam a fé e o chamamento individual para oserviço do divino.Art. 4º A fiscalização do exercício da profissão regulamentada , e seussimilares nesta lei será exercida pelo Conselho Federal de Teologia (COFET)e por sua Secretarias Estaduais e Regionais de Teologia, dotados depersonalidade jurídica de direito privado, autonomia administrativa efinanceira, aos quais compete, também, zelar pela observância dosprincípios da ética e disciplina profissionais.I - Estabelecerá convênios e intercâmbios com diversas organizações deâmbito nacional e Internacional promovendo programas de bolsas deestudos a critérios pré estabelecidos pelo COFET,II - A partir da aprovação desta Lei, somente serão reconhecidos osdocumentos emitidos pelas instituições teológicas de ensino que se filiaremao COFET e a suas Secretarias Estaduais e Regionais de Teologia, com aorganização, estrutura e o funcionamento reconhecidos.Art. 5º Fica autorizada à criação do Conselho Federal de Teologia - COFET edas suas Secretarias Estaduais e Regionais de Teologia - dotados depersonalidade jurídica de direito privado segundo a Lei 9.649 , de 29 demaio de 1998 art. 58; com autonomia administrativa e financeira, aos quaiscompetirá também o dever de zelar pelo bom desempenho e observânciados princípios da ética e disciplinar aplicáveis à profissionais nela anotadosParágrafo único. O COFET e suas Secretarias Estaduais e Regionais a que serefere o caput deste artigo terão como objetivos precípuos orientar efiscalizar, em caráter privado, o exercício das atividades dos profissionais de Teologia e todos os seus seus similares segundo consta neste caput,Art. 6º A organização, a estrutura e o funcionamento do Conselho Federalde Teologia será responsável pela elaboração e aprovação do Regimento

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->