Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
42Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
O sistema urinário

O sistema urinário

Ratings: (0)|Views: 12,852 |Likes:
Published by DD JONES

More info:

Categories:Types, Resumes & CVs
Published by: DD JONES on Oct 31, 2009
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

04/26/2013

pdf

text

original

 
O SISTEMA URINÁRIO
 
O sistema é encarregado de eliminar o excesso de água, substâncias a mais emseu organismo e de substâncias tóxicas que as células produzem. Quando você bebemuita água, come muito sal ou come certas substâncias a mais em seu organismo, vocêas elimina pela urina. Durante as atividades da lula, muitas subsncias o produzidas. Algumas delas, principalmente as tóxicas, são eliminadas do corpo, isto é,são excretadas. Por exemplo, a uréia é uma substancia tóxica produzida quando ascélulas transformam as proteínas em outras substâncias. Ao usarem os aminoácidos quecompõem as proteínas, as lulas inicialmente produzem s carbônico e umasubstância chamada amônia que passa para a corrente sanguínea. A amônia em excessoé muito tóxica para as células, sendo assim, ela é rapidamente transformada no fígadoem uréia sendo eliminada pela urina. Dessa forma, a excreção ê, fundamental para o bom funcionamento do corpo. E o principal sistema encarregado desse trabalho é osistema urinário.Os órgãos do sistema urinárioO sistema urinário é formado por: rins, ureteres, bexiga e uretra. Ele filtra osangue, removendo substâncias tóxicas ou que estão em excesso. Desse modo, o sistemaurinário evita que o volume, a pressão e a composição química do sangue mudemmuito, o que poderia ameaçar a sobrevivência do organismo. Os rins são vermelho-escuros, têm a forma de grãos de feijão e o tamanho aproximado de um punho. Osangue chega ao rim pela artéria renal e, depois de filtrado, sai pela veia renal. A urinaformada em cada rim é lançada em dois tubos, os ureteres, que desembocam na bexigaurinária. A bexiga é um saco muscular que armazena temporariamente a urina. Elaaumenta à medida que acumula urina, até que, a partir de certo volume - entre 200 e 300m/ - vem a vontade de urinar. Nesse momento, músculos em forma de anel em torno dauretra se relaxam, e a urina é eliminada do corpo.A seguir as principais doenças que acometem o sistema urinário.2
 
CISTITE 
Cistite é o nome que se dá para doenças inflamatórias e/ou infecciosas da bexiga.As cistites mais freqüentes são causadas por germes oriundos do nosso trato intestinal.Uma delas é a bactéria conhecida por Escherichia coli.A mesma encontra-se nas fezes. Em situações especiais, essa bactéria migracontaminando a região perineal (área onde se localizam os órgãos genitais). Após um período de multiplicação, essa bactéria pode invadir a uretra e se localizar na bexiga,causando uma cistite infecciosa. Essa situação é mais fácil de acontecer nas mulheres,devido principalmente, a causas anatômicas.Outros tipos de agentes infecciosos podem também causar cistite como, por exemplo, o bacilo de Koch. Nesse caso, temos uma cistite tuberculosa.Em pacientes imunodeprimidos (pacientes aidéticos-soropositivos ou portadoresdo vírus HIV) ou sob quimioterapia, é comum as cistites por fungos. Existem cistitesnão infecciosas, de causa inflamatória.Pacientes que se submetem à radioterapia de órgãos pélvicos (útero, próstata) podem adquirir uma inflamação vesical que é chamada de cistite rádica. Outro tipo decistite não rara é a cistite intersticial de causa desconhecida. É uma inflamação crônica ,insidiosa, com a tendência de diminuir a capacidade da bexiga, trazendo dor edesconforto para a paciente.As cistites infecciosas são causadas por fatores anatômicos predisponentes, por fatores constitucionais e genéticos, por instrumentação do aparelho urinário (uso desondas uretrais), por cirurgias sobre o aparelho urinário, por doenças do aparelhourinário ("pedras"), pela atividade sexual, pela presença de corrimento vaginal.O que se sente e como se manifesta?Os pacientes com cistite queixam-se de aumento da freqüência das micções(polaciúria), de urgência miccional (micção imperiosa), dor na bexiga (cistalgia), deardência e dificuldade para urinar (disúria).A urina pode apresentar odor característico como também sangue. Desconfortogeral, dores lombares baixas, irritação, podem acompanhar o quadro. Febre geralmentenão acompanha as cistites no adulto.A hipertermia (febre) leve ou moderada pode estar presente nas crianças.Como se faz o diagnóstico?A história do paciente é importante na localização do órgão envolvido. O examequalitativo de urina nos dá idéia da quantidade de leucócitos, hemácias e densidade.Entretanto, o exame mais importante é a urocultura com antibiograma.Como se trata?As cistites infecciosas são tratadas com antibióticos de acordo com o resultado daurocultura. Se uma causa for encontrada, essa deverá ser eliminada (por exemplo, umcálculo renal).As cistites não infecciosas são mais complexas no que tange ao seu tratamento.Analgésicos, anti-inflamatórios, miorelaxantes, anti-espasmódicos, anestésicos locaissão recursos muito utilizados.Medidas gerais também funcionam como calor local, alcalinizantes da urina, chás.Em situações extremas, como na cistite intersticial avançada, a bexiga é removida do paciente.3

Activity (42)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
Leticia Amorim added this note
di que
Jocelio Nobre liked this
Sandra Rodrigues liked this
Lu Costa liked this
Larissa Costa liked this
Paty Batista liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->