Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more ➡
Download
Standard view
Full view
of .
Add note
Save to My Library
Sync to mobile
Look up keyword
Like this
42Activity
×
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
O sistema urinário

O sistema urinário

Ratings: (0)|Views: 27,861|Likes:
Published by DD JONES

More info:

categoriesTypes, Resumes & CVs
Published by: DD JONES on Oct 31, 2009
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, DOC, TXT or read online from Scribd
See More
See less

04/26/2013

pdf

text

original

 
O SISTEMA URINÁRIO
 
O sistema é encarregado de eliminar o excesso de água, substâncias a mais emseu organismo e de substâncias tóxicas que as células produzem. Quando você bebemuita água, come muito sal ou come certas substâncias a mais em seu organismo, vocêas elimina pela urina. Durante as atividades da lula, muitas subsncias o produzidas. Algumas delas, principalmente as tóxicas, são eliminadas do corpo, isto é,são excretadas. Por exemplo, a uréia é uma substancia tóxica produzida quando ascélulas transformam as proteínas em outras substâncias. Ao usarem os aminoácidos quecompõem as proteínas, as lulas inicialmente produzem s carbônico e umasubstância chamada amônia que passa para a corrente sanguínea. A amônia em excessoé muito tóxica para as células, sendo assim, ela é rapidamente transformada no fígadoem uréia sendo eliminada pela urina. Dessa forma, a excreção ê, fundamental para o bom funcionamento do corpo. E o principal sistema encarregado desse trabalho é osistema urinário.Os órgãos do sistema urinárioO sistema urinário é formado por: rins, ureteres, bexiga e uretra. Ele filtra osangue, removendo substâncias tóxicas ou que estão em excesso. Desse modo, o sistemaurinário evita que o volume, a pressão e a composição química do sangue mudemmuito, o que poderia ameaçar a sobrevivência do organismo. Os rins são vermelho-escuros, têm a forma de grãos de feijão e o tamanho aproximado de um punho. Osangue chega ao rim pela artéria renal e, depois de filtrado, sai pela veia renal. A urinaformada em cada rim é lançada em dois tubos, os ureteres, que desembocam na bexigaurinária. A bexiga é um saco muscular que armazena temporariamente a urina. Elaaumenta à medida que acumula urina, até que, a partir de certo volume - entre 200 e 300m/ - vem a vontade de urinar. Nesse momento, músculos em forma de anel em torno dauretra se relaxam, e a urina é eliminada do corpo.A seguir as principais doenças que acometem o sistema urinário.2
 
CISTITE 
Cistite é o nome que se dá para doenças inflamatórias e/ou infecciosas da bexiga.As cistites mais freqüentes são causadas por germes oriundos do nosso trato intestinal.Uma delas é a bactéria conhecida por Escherichia coli.A mesma encontra-se nas fezes. Em situações especiais, essa bactéria migracontaminando a região perineal (área onde se localizam os órgãos genitais). Após um período de multiplicação, essa bactéria pode invadir a uretra e se localizar na bexiga,causando uma cistite infecciosa. Essa situação é mais fácil de acontecer nas mulheres,devido principalmente, a causas anatômicas.Outros tipos de agentes infecciosos podem também causar cistite como, por exemplo, o bacilo de Koch. Nesse caso, temos uma cistite tuberculosa.Em pacientes imunodeprimidos (pacientes aidéticos-soropositivos ou portadoresdo vírus HIV) ou sob quimioterapia, é comum as cistites por fungos. Existem cistitesnão infecciosas, de causa inflamatória.Pacientes que se submetem à radioterapia de órgãos pélvicos (útero, próstata) podem adquirir uma inflamação vesical que é chamada de cistite rádica. Outro tipo decistite não rara é a cistite intersticial de causa desconhecida. É uma inflamação crônica ,insidiosa, com a tendência de diminuir a capacidade da bexiga, trazendo dor edesconforto para a paciente.As cistites infecciosas são causadas por fatores anatômicos predisponentes, por fatores constitucionais e genéticos, por instrumentação do aparelho urinário (uso desondas uretrais), por cirurgias sobre o aparelho urinário, por doenças do aparelhourinário ("pedras"), pela atividade sexual, pela presença de corrimento vaginal.O que se sente e como se manifesta?Os pacientes com cistite queixam-se de aumento da freqüência das micções(polaciúria), de urgência miccional (micção imperiosa), dor na bexiga (cistalgia), deardência e dificuldade para urinar (disúria).A urina pode apresentar odor característico como também sangue. Desconfortogeral, dores lombares baixas, irritação, podem acompanhar o quadro. Febre geralmentenão acompanha as cistites no adulto.A hipertermia (febre) leve ou moderada pode estar presente nas crianças.Como se faz o diagnóstico?A história do paciente é importante na localização do órgão envolvido. O examequalitativo de urina nos dá idéia da quantidade de leucócitos, hemácias e densidade.Entretanto, o exame mais importante é a urocultura com antibiograma.Como se trata?As cistites infecciosas são tratadas com antibióticos de acordo com o resultado daurocultura. Se uma causa for encontrada, essa deverá ser eliminada (por exemplo, umcálculo renal).As cistites não infecciosas são mais complexas no que tange ao seu tratamento.Analgésicos, anti-inflamatórios, miorelaxantes, anti-espasmódicos, anestésicos locaissão recursos muito utilizados.Medidas gerais também funcionam como calor local, alcalinizantes da urina, chás.Em situações extremas, como na cistite intersticial avançada, a bexiga é removida do paciente.3

Activity (42)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
Jocelio Nobre liked this
Leticia Amorim added this note|
di que
Sandra Rodrigues liked this
Lu Costa liked this
Larissa Costa liked this
Paty Batista liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->