P. 1
RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2008

RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2008

Ratings: (0)|Views: 731 |Likes:
O RJ PESCA - Relatório de Atividades 2008 - FIPERJ - Fundação Instituto de Pesca do Estado do Rio de Janeiro.
O RJ PESCA - Relatório de Atividades 2008 - FIPERJ - Fundação Instituto de Pesca do Estado do Rio de Janeiro.

More info:

Published by: BENITO IGREJA JUNIOR on Nov 02, 2009
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

07/20/2013

pdf

text

original

 
 
RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2008
FFFIIIPPPEEEJJJ 
 –  –  – 
222000000888
 
1
 
 
1
 
I.
 
HOMENAGEM PÓSTUMA ...................................................................................................... 2II.
 
MENSAGEM DA DIRETORIA EXECUTIVA ................................................................................III.
 
FOMENTO À ASSISTÊNCIA TÉCNICA PESQUEIRA PARA PESCADORES ARTESANAIS EAQUICULTORES DOS TERRITÓRIOS NORTE E NOROESTE FLUMINENSE ...............................309IV.
 
PESCA EXTRATIVA .................................................................................................................. 12
1.
 
Vocação Pesqueira Fluminense ...............................................................................12
2.
 
Estatística Pesqueira do RJ ......................................................................................14
3.
 
Terminais Pesqueiros Públicos ................................................................................19
4.
 
Assistência Técnica e Extensão Pesqueira ...............................................................21A.
 
Capacitação de Pescadores ............................................................................ 21B.
 
Organização Comunitária ............................................................................... 22C.
 
Cidadania e Projetos Sociais ........................................................................... 23D.
 
Conservação e Beneficiamento da Produção Pesqueira ................................ 25E.
 
Crédito Pesqueiro ...........................................................................................F.
 
Educação Ambiental .......................................................................................G.
 
Ordenamento Pesqueiro ................................................................................H.
 
Articulação Institucional .................................................................................26272830V.
 
AQÜICULTURA FLUMINENSE ................................................................................................. 33
1.
 
Potencial Aqüícola Fluminense ...............................................................................33
2.
 
Assistência Técnica e Extensão em Aqüicultura ......................................................36A.
 
Associativismo e Cooperativismo ................................................................... 36B.
 
Licenciamento Ambiental ............................................................................... 37C.
 
Crédito Aqüícola ............................................................................................. 38D.
 
Piscicultura de Águas Interiores ..................................................................... 38E.
 
Ranicultura ...................................................................................................... 39F.
 
Maricultura .....................................................................................................G.
 
Malacocultura .................................................................................................4142VI.
 
PESQUISA PESQUEIRA E AQÜÍCOLA ...................................................................................... 43
1.
 
Unidades de Pesquisa e Linhas de Estudo ...............................................................43
2.
 
Principais Resultados de 2008 .................................................................................43A.
 
Ecologia e Ecossistemas Costeiros .................................................................. 43B.
 
Algologia ......................................................................................................... 44C.
 
Produção e Nutrição de Organismos Aquáticos ............................................. 45D.
 
Ranicultura ...................................................................................................... 46VII.
 
MEIO AMBIENTE E EDUCAÇÃO AMBIENTAL ......................................................................... 48VIII.
 
DIVULGAÇÃO DE TRABALHOS DE PESQUISA ......................................................................... 50IX.
 
PRINCIPAIS PROGRAMAS E REDES DE TRABALHO ................................................................. 50X.
 
PARTICIPAÇÃO EM EVENTOS ................................................................................................ 50XI.
 
RELACIONAMENTO INSTITUCIONAL ...................................................................................... 511.
 
Entidades de Representação ................................................................................... 512.
 
Entidades de Pesquisa ............................................................................................. 533.
 
Entidades de Ensino ................................................................................................ 534.
 
Organizações Governamentais de Âmbito Federal ................................................. 535.
 
Organizações Governamentais de Âmbito Estadual ............................................... 546.
 
Organizações Governamentais de Âmbito Municipal ............................................. 547.
 
Organizações não Governamentais ........................................................................ 55
Índice
 
 
RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2008
FFFIIIPPPEEEJJJ 
 –  –  – 
222000000888
 
2
 
 
2
 
I- Homenagem Póstuma
Dorival Caymmi 
Suíte dosPescadores
Dorival Caymmi 
Minha jangada vai sair pro marVou trabalharMeu bem quererSe Deus quiserQuando eu voltar do marUm peixe bom eu vou trazerMeus companheirosTambém vão voltarE a Deus do céu vamos agradecer...
continua...
http://www.youtube.com/watch?v=zBT1kgAVIK4&feature=related
 
H
omenagem
P
óstuma
 
Joacy Ferreira Gonçalves 
Presidente da Colônia de Pescadores Z-21 
Entrevista O Globo
Em 15/04/2004 
"Vimos que o repovoamento estava dandocerto quando fileiras enormes de lagostassaíram sufocadas pelas margens do rio,buscando abrigo para fugir daqueleveneno. Em compensação, nosso projetovoltou à estaca zero. Mas já recomeçamos,vamos conseguir repovoar esse rio
 –
 acredita
Joacy Ferreira Gonçalves,presidente da colônia
" (
O Globo
, 15/4/04).
8ª Reunião Extraordinária
Comissão de Agricultura Pecuária ePolíticas Rura,l Agrária e Pesqueira
 
ALERJ
 
Em 22/09/2008 
Nós temos um privilégio muito grande deser Pescador, porque no ministério doSenhor foram escolhidos 12 pescadores eaqui nós temos muito mais de 12 paracolocar a pesca do jeito que Deus quer,porque
O PEIXE É O MAIOR ALIMENTO DOMUNDO
 
 –
 
Joacy Ferreira Gonçalves.
 
Joacy e pescadores de S. Fidélis, recolhendo peixesmortos no Rio Paraíba do Sul, em Nov/08, decorrentedo derramamento de Endosulfan/SERVATIS.
 
 
RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2008
FFFIIIPPPEEEJJJ 
 –  –  – 
222000000888
 
3
 
 
3
 
O Estado do Rio de Janeiro é o 3º produtor nacional de pescado marinho. Somos o 2 ºmaior produtor de sardinhas do Brasil. A pesca fluminense emprega diretamente umcontingente superior a 60 mil trabalhadores.A FIPERJ - Fundação Instituto de Pesca do Rio de Janeiro representa a principalinstituição para o desenvolvimento das políticas públicas do Governo do Estado para oSetor.Para caminhar rumo à excelência organizacional a Diretoria Executiva da FIPERJentende ser essencial a ação institucional estar solidamente orientada para osseguintes Princípios
 
, Desafios e Objetivos:Trabalho em RedeOrientação para ResultadosProfissionalização da GestãoÊnfase na Parceria com a SociedadeAtitude e Ambiente EmpreendedoresArticulação de Recursos Públicos e PrivadosTransparência, Participação e Controle SocialAo findar o ano em que comemorou seus 21 anos de existência, a Diretoria Executivada FIPERJ orgulha-se em apresentar as principais ações empreendidas ao longo de2008.A Diretoria da FIPERJ esteve presente em inúmeros momentos de interesse doSetor, acompanhada de seus profissionais, nas diferentes regiões, pelo interior doEstado e também na Capital da República, recobrando e estabelecendo novas relaçõesinstitucionais. Fazendo-se cada vez mais presente e atuante, é fundamental assumirseu papel motivador do corpo funcional e representar positivamente a instituição e opróprio Governo do Estado no espaço setorial,apresentando-se de forma franca, firme epropositiva.Objetivando oferecer condições mínimasde atendimento para o seu público externo einterno a Diretoria investiu na melhoria dascondições de sua sede. Foramredimensionados os espaços, criando umpequeno auditório, uma nova sala para aCoordenadoria Financeira e um novo gabinetepara a Diretoria de Pesquisa e Produção. Parte do telhado foi recuperado, instalaçõeselétricas foram revisadas, extintores de incêndio foram recondicionados e todo oprédio foi pintado, melhorando sobremaneira a imagem da sede da Instituição, queganhou um novo painel de identificação. Tais iniciativas deverão ser estendidas àsunidades descentralizadas, especialmente as de pesquisa que também necessitampassar por processo de recuperação.
 
II- MENSAGEM DA DIRETORIA EXECUTIVA

Activity (6)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
Julio Marques liked this
gilcarlo1 liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->