Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more ➡
Download
Standard view
Full view
of .
Add note
Save to My Library
Sync to mobile
Look up keyword
Like this
8Activity
×
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Atlântida

Atlântida

Ratings: (0)|Views: 1,882|Likes:
Published by scatena9

More info:

Published by: scatena9 on Nov 04, 2009
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, DOC, TXT or read online from Scribd
See More
See less

01/03/2013

pdf

text

original

 
ATLÂNTIDA...
ONTEM E HOJE
A História antiga da humanidade contém algumas lacunas envoltas em mistérios eenigmas ainda não desvendados. Enigmas que despertam no homemcontemporâneo uma busca incessante pela sua verdadeira origem e por sua realHistória! Quem não se sente interessado, curioso ou até mesmo fascinado com oavanço técnico contido na Grande Pirâmide de Quéops, os Moais da Ilha de Páscoa,a construção de Macchu Picchu e a avançada cultura Inca, as Pirâmides Astecas,os complexos Maias e seu perfeito calendário, a arte e eloqüência Grega, osmenires Celtas e a Grande sabedoria Veda, somente para citar alguns exemplos?
 
Um estudo mais aprofundado nos leva a um lugar comum onde a ciência oficialainda teima em negar (embora os menos ortodoxos admitam claramente) a teoria- para muitos, realidade - do Continente chamado Atlântida, berço da Quarta RaçaRaiz!O continente Atlante situava-se no Atlântico Norte, indo desde a costa da atualFlórida (USA) até as ilhas Canárias e os Açores. Sua cultura era muito avançada.Em muitos pontos, ultrapassava a nossa com facilidade. Oriunda de umaperfeoamento e emigração dos remanescentes da Terceira Raça Raiz(Lemuriana), a raça Atlante alcançou rapidamente um patamar elevado emconhecimentos e tecnologia. Esta tecnologia diferia muito da atual em termos depadrão de frequência vibracional. Estava diretamente relacionada com as forçasda Natureza e continha aspectos energéticos (metafísicos e radiônicos) e atéespirituais unidos numa só Ciência (conceito praticamente impossível de ser aceitoe assimilado pela "Ciência" atual).A raça atlante possuía um desenvolvimento bastante avançado das faculdadesditas paranormais, existindo uma "ligão direta" com outras realidadesdimensionais. O conhecimento das Grandes Verdades Cósmicas era aberto, nãoexistindo nada absolutamente velado. Mantinham intercâmbio com culturasprovenientes de várias regiões do espaço (civilizações extraterrestres) e com osSeres das Hierarquias do Governo Oculto Espiritual do Planeta. Acredita-se que atecnologia de construção e manipulação de energias das estruturas piramidaisseja de origem extraterrestre, transmitida aos Atlantes , tais como as Pirâmidesdo Egito e do México (apenas réplicas dos originais atlantes).Na região conhecida como "Triângulo das Bermudas" existe um vórtice de energiaespaço-temporal, gerado possivelmente pela Grande Pirâmide Atlante submersaali. Neste local, além de outros fenômenos tais como a já rotineira alteração daleitura dos instrumentos de navegação, registram-se também muitas apariçõesufológicas. Aliás, os atlantes dominavam máquinas voadoras que pousavam emqualquer parte do planeta, principalmente nas "Pistas de Nazca" no Peru.Foram encontrados no Egito e, principalmente na cultura Inca, caractereshieroglíficos e objetos que lembram aeronaves, algumas apresentando as asas emdelta! Tais objetos foram testados em neis de vento, apresentando umcomportamento aerodinâmico perfeito!Os "computadores" atlantes eram os próprios cristais de quartzo, utilizadosprincipalmente como armazenamento de conhecimentos e acionados por podermental (são os cristais "arquivistas" tão conhecidos dos cristaloterapeutas).O domínio dos cristais, juntamente com a manipulação de aparelhos radiônicos (ahoje conhecida "pilha cósmica" dos radiestesistas - um conjunto de semi-esferassobrepostas - foi muito utilizada na Atlântida como arma de grande poder), eraum dos pontos fortes de seu conhecimento, uma vez que, aliado a um grandepoder mental, era gerado um formidável potencial energético altamente positivoquando bem direcionado, assim como incrivelmente devastador quando errônea e
 
maleficamente utilizado.Houve um declínio dos padrões éticos, morais etc. que gerou estados vibratóriosbastante densos. Aliás, este foi um dos principais (senão o principal) motivos dodesaparecimento da civilização das Sete Portas de Ouro, que também fazia uso detecnologia nuclear. A situação chegou a um estado crítico quando ocorreu amanipulação indiscriminada da engenharia genética, gerando verdadeirasaberrações, conhecidas hoje como os seres mitológicos de algumas culturas, taiscomo os Titãs da Mitologia Grega. Os Sábios e Sacerdotes Atlantes, prevendo adestruição, emigraram juntamente com os genuínos da Raça para outros pontosda Terra, levando consigo seus vastos poderes e conhecimentos que desde entãotêm sido passados de boca para ouvido pelos Iniciados, nas "Escolas de Mistério",a fim de que não caiam em mãos dos adeptos do "Caminho da Mão Esquerda" eoutros irresponsáveis. Os lugares que eram Conias, tais como o Egito,pequena parte da Índia, América Central e do Sul, floresceram rapidamente com achegada dos Sábios, assessorados por ET's. A principal Colônia, salvaguarda atéos dias de hoje, grande parte dos conhecimentos poderosos num local muito bemguardado abaixo da Esfinge e das Pirâmides (construídas pelos atlantes sobsupervisão extraterrestre) e em outros Templos ao longo do Nilo, no Egito. Tais"documentos" (os papiros sagrados de Toth) estão prestes a serem descobertos,segundo Edgar Cayce, famoso e conceituado paranormal norte-americano, quevislumbrou em vies tal fato, ainda na primeira metade deste culo.Atualmente, descobertas formidáveis têm sido feitas no Egito pelos arqueólogos,constatando novas pirâmides e até um gigantesco Templo (ou palácio) abaixo deuma "moderna" estrutura do período Ptolomaico.Oficialmente, admite-se hoje que, provavelmente cerca de 55% do Antigo Egitoainda está sob as areias do Deserto e do tempo! E se há muito que desvendar, ahipótese da existência e conseqüente descoberta dos "documentos atlantes", aocontrário de absurda, como ainda teimam alguns céticos, é bastante previsível eaté, concreta. Que dizer então das ainda mais enigticas civilizações Pré-Colombianas, das quais se conhece muito pouco? Que segredos encerram? E ascivilizações da Amania? Que escondem as autoridades cienficas egovernamentais das potências mundiais sobre tais assuntos, num procedimentosemelhante ao adotado no fenômeno UFO? Porque existe uma incidência cada vezmaior de aparições ufológicas em tais locais?Associa-se a estes fatores, segundo estudiosos ocultistas, à passagem de um astrode grandes proporções com frequência vibratória baixa, com uma excentricidadede órbita bastante acentuada, passando pelas circunvizinhanças do Sol numpeodo que se encurta cada vez mais. Sua última passagem ocorreu aaproximadamente 6.666 anos (o nº da Besta?) sendo o provável co-responsávelpela separação do continente em três grandes ilhas e sua posterior submersão,uma a cada passagem, até a última, Poseidonis (revelada a Platão pelosSacerdotes de Tebas, no Egito). Tal astro é mencionado exaustivamente pelosatuais espiritualistas pela sua importância no momento de "Transição de Eras" queo Planeta atravessa. A NASA, Agência Espacial Americana, confirmou umaperturbação considerável nas órbitas dos planetas exteriores (Urano, Netuno ePlutão) descoberta no início dos anos setenta. "Esta perturbação de naturezagravitacional", sugere a NASA, "é provavelmente causada por algum corpo nãoidentificado e de proporções consideráveis". Acredita-se que atualmente, final dosanos noventa, sua posição seja bem mais próxima do Sol (embora a ciência neguea existência de tal corpo celeste). Embora as conjecturas apresentadas não sejamsuficientes para provar a existência da Atlântida e sua cultura (a qual originounossa 5º Raça Raiz, Ariana), elas são fortes em seu conteúdo e estão presentesnas tradições milenares de antigas civilizações e nos seus registros tais como osegípcios, vedas, e atuais tibetanos além das Escolas esotéricas, ocultistas eteosóficas e suas eminências, como Helena P. Blavatsky, que estudou e divulgouamplamente o tema.Chegamos finalmente a um atual "momentum vibracional" evolutivo planetário,muito parecido com o que existia em terras Atlantes na ocasião sua decadência,tanto em termos da baixa energia referente a dor, sofrimento, violência, moral,geradas pela humanidade, como aspectos cósmicos e fenômenos de natureza
 
extraterrestre. Um novo Salto Evolutivo está às nossas portas. Um novo Céu, umanova Terra e uma nova Jerusalém! Quem sabe uma nova e melhor Atlântida?
LEMBRANÇAS DA ATLÂNTIDA
 Este é um relato de uma lembrança de Alred Aknaton, num tempo e num lugarconhecido como ATLÂNTIDA. Alred vivia numa pobre aldeia ...no interior docontinente... Desde de que nasceu, Aknaton conheceu a grandeza da Atlântidaapenas pelos relatos das pessoas da aldeia e nos últimos dias de espera - paraembarque nos Navios de Fuga. Como nunca tinha ido à cidade de Ouro, não podiaimaginar a grandeza das construções daquela época nem a cultura dos povosantigos.
 
Há 700.000 anos mais ou menos, houve o afundamento da Grande Atlântida - ondetodo o continente submergiu. A Segunda Catástrofe ocorreu mais ou menos há200.000 anos onde restaram as ilhas de Ruta e Daitia. As Américas estavamseparadas e o Egito submerso.No ano 72.025 A.C. Daitia desapareceu e Ruta se reduziu à ilha que se tornouconhecida como POSEIDONIS (VEJA ASSEMBLÉIA DA GRANDE FRATERNIDADE)PEQUENA ILHA ENTRE OS ESTADOS UNIDOS E A EUROPA . O ULTIMO E PODEROSOIMPÉRIO ATLANTE - DESCRITO POR PLATÃO, QUE AFUNDOU NO ANO DE 9.564. a.C ese encontra adormecida e incrivelmente preservada.O que vamos descrever possivelmente ocorreu no primeiro afundamento daGRANDE ATLÂNTIDA .AQUELA ERA uma manhã, como todas as manhãs de primavera na Atlântida. Operfume das flores amarelas e o barulho das águas que desciam a montanha,acompanhavam uma canção de uma menina(vamos chama-la de Brisa). Como erabom ouvir suas músicas cantaroladas e poder sentir doce da flor amarela natrança do seu cabelo.Mas era um dia especial. Um sábio do Alto Conselho viria falar ao povo dasprofecias que todos comentavam. Muitos ansiavam por ouvi-lo, pois era sabido,mesmo por s mais jovens, que o tempo da profecia estava próximo, masninguém esperava nada tão próximo.A Reunião surpreendera a todos.Segundo as palavras do Sacerdote, o povo deveria deixar a Atlântida, nospróximos 10 anos e até lá todos os preparativos poderiam ser feitos com calma.O CONSELHO DOS DOZE estava dividido.A maioria concordava em comunicar aos seus distritos a mensagem das profeciase o entendimento dos Anciãos; todavia, o estavam convencidos da suaeminência ou da veracidade dos fatos. Apenas o Grande Comandante,sua Família epessoas mais sábias do Norte e do Sul, acreditavam nas palavras do Sacerdote.Para que se compreenda melhor aquela época, a Atlântida estava em plenadecadência de poder, cultura e construções. Não existia mais aquele contatoexpresso com a Grande Irmandade de Seres Iluminados.Os anos se passavam....e poucos se prepararam para partir.O velho sacerdote vendo a lentidão do povo resolveu ele mesmo pregar em todosos distritos - o que era uma tarefa gigante.O fato é que depois de longas viagens pelo país, ninguém mais ouviu falar dele.Alred se lembra daquela manhã... No cais havia um intenso movimento de naus -

Activity (8)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 thousand reads
1 hundred reads
joaopduarte liked this
joaopduarte liked this
patchinlisbon liked this
zdcore liked this
danpac2003 liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->