Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
0Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
aula_02.pdf

aula_02.pdf

Ratings: (0)|Views: 0 |Likes:
Published by toshugo

More info:

Published by: toshugo on May 01, 2014
Copyright:Traditional Copyright: All rights reserved

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

05/01/2014

pdf

text

original

 
Disciplina: ECV5126 – Portos de Mar, Rios e Canais II
Universidade Federal de Santa Catarina Departamento de Engenharia Civil Professores: Sílvio dos Santos, Esp. Eunice Passaglia, Dra.
AULA N° 2:
OS NAVIOS MERCANTES QUANTO AS SUAS FINALIDADES
Texto extraído da bibliografia básica, livro: “O Transporte Marítimo Internacional” SANTOS, José Clayton dos, 2
a
 edição. São Paulo: Ed. Aduaneiras, 1982. Como todo veículo, os navios são construídos com o objetivo de atender às necessidades específicas do transporte de determinadas mercadorias. Assim, temos navios próprios para o transporte de mercadorias: embaladas (unitizadas ou fracionárias), e a granel (sólidos ou líquidos). Exemplificamos a seguir os principais tipos de navios, ressaltando suas peculiaridades: CARGUEIROS São navios construídos para o transporte de carga geral. Normalmente, seus porões são divididos horizontalmente, formando o que poderíamos chamar de prateleiras (convéses), onde diversos tipos de cargas podem ser estivados ou acomodados para o transporte. A fim de diferencia-los dos navios destinados ao transporte de mercadorias específicas, são também chamados de navios
convencionais
. Geralmente esses navios operam como “liners”, isto é, oferecem um serviço regular, conferenciado ou não e, por isso, necessitam ter velocidade condizente com suas operações. MISTOS
 
Também chamados
Paquetes
, são navios para o transporte de carga e passageiros. Atualmente, com a concorrência do transporte aéreo no transporte de passageiros, a tendência desse tipo de navio é desaparecer. GRANELEIROS São navios destinados ao transporte exclusivo de granéis sólidos. Seus porões, além de não terem divisões, são providos de cantos arredondados para facilitar a estiva da carga (Self Trimming). A maioria desses navios opera como “tramp”, isto é, não mantém linhas regulares. Pelo fato de serem destinados ao transporte de mercadoria de baixo valor, os graneleiros são construídos de forma a proporcionar um baixo custo operacional e, em decorrência disso, sua velocidade é bem inferior à dos navios convencionais. Além disso, eles não necessitam de cábreas ou guindastes de maior porte, uma vez que, sempre operam em portos dotados de aparelhagem de carga e descarga (shiploaders, sugadores, etc.). TANQUES
 
São navios exclusivos para o transporte de granéis líquidos. Dentro dessa categoria, estão os Petroleiros. Uma das peculiaridades desses navios é o fato de possuírem equipamentos para bombear a carga a bordo e vice-versa. Com o fechamento do canal de Suez, que restringia aos navios uma capacidade de 50 mil TPB, as viagens do Oriente Médio Para a Europa, passaram a ser feitas através da circunavegação da África, aumentando a distância e conseqüentemente os fretes. Por isso, os armadores começaram a encomendar navios de grande porte, chamados VLCC (Very Large Crude Carriers), com a finalidade de minimizar o curto operacional e proporcionar um frete mais competitivo. Atualmente, existem os ULCC (Ultra Large Crude Carriers), como o M.T. Globtic Tokyo, com uma capacidade de 477 mil TPB. MÍNERO-PETROLEIROS (ORE OIL) São navios que podem transportar tanto minério como petróleo. Alguns possuem tanques e porões separados; outros, possuem tanques conversíveis que após o transporte do petróleo, são lavados e utilizados como porões, acomodando o minério a granel.

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->