Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
3Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Do Tratado sobre o benefício da morte, de Santo Ambrósio

Do Tratado sobre o benefício da morte, de Santo Ambrósio

Ratings: (0)|Views: 256 |Likes:
Do Tratado sobre o benefício da morte, de Santo Ambrósio, bispo
(Cap. 3,9; 4,15: CSEL 32,710.716-717)
(Séc. IV)
Levemos sempre em nós a morte de Cristo
Disse o Apóstolo: Para mim o mundo está crucificado, e eu, para o mundo (Gl 6,14). Para que saibamos, por fim, que nesta vida há morte e boa morte, exorta-nos a que levemos a morte de Jesus em nosso corpo (cf. 2Cor 4,10).
Pois quem tiver em si a morte de Jesus, precisa também ter em seu corpo a vida do Senhor Jesus. Atue, portanto, a morte em nós, para que também possa agir a vida.
Do Tratado sobre o benefício da morte, de Santo Ambrósio, bispo
(Cap. 3,9; 4,15: CSEL 32,710.716-717)
(Séc. IV)
Levemos sempre em nós a morte de Cristo
Disse o Apóstolo: Para mim o mundo está crucificado, e eu, para o mundo (Gl 6,14). Para que saibamos, por fim, que nesta vida há morte e boa morte, exorta-nos a que levemos a morte de Jesus em nosso corpo (cf. 2Cor 4,10).
Pois quem tiver em si a morte de Jesus, precisa também ter em seu corpo a vida do Senhor Jesus. Atue, portanto, a morte em nós, para que também possa agir a vida.

More info:

Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

08/01/2013

pdf

text

original

 
31º Semana do Tempo Comum - Sábado
Segunda leitura
Do Tratado sobre o benefício da morte, de Santo Ambrósio, bispo
(Cap. 3,9; 4,15: CSEL 32,710.716-717)
(Séc. IV)
 Levemos sempre em nós a morte de Cristo
Disse o Apóstolo:
 Para mim o mundo está crucificado, e eu, para o mundo
(Gl 6,
14
). Para que saibamos, por fim, que nestavida há morte e boa morte, exorta-nos a que
levemos a mortede Jesus em nosso corpo
(cf. 2Cor 4,
10
).Pois quem tiver em si a morte de Jesus, precisa também ter em seu corpo a vida do Senhor Jesus. Atue, portanto, a morteem nós, para que também possa agir a vida. Vida excelentedepois da morte, isto é, vida excelente depois da vitória, vidaexcelente, terminado o combate. Nela a lei da carne já não lutacontra a lei do espírito, não há mais em nós peleja da mortecontra o corpo, mas no corpo, a vitória sobre a morte. Efrancamente não sei qual tem maior força, esta morte ou a vida.É claro que atendo à autoridade do Apóstolo que diz:
 Portantoa morte age em nós, mas a vida, em vós
(2Cor 4,
12
). A morte deum só a quanta gente faz crescer a vida! Por isto ensina ser desejável esta morte aos que ainda estão nesta vida, para querefulja em nossos corpos a morte de Cristo, aquela ditosa pelaqual se destrói o ser exterior,
a fim de ser renovado nossohomem interior 
(cf. 2Cor 2,
16
)
e se desfaça nossa habitaçãoterrena
(cf. 2Cor 5,
1
), abrindo-se assim para nós a habitaçãoceleste.Imita, portanto, a morte, que se separa da união com estacarne e desata os laços de que fala o Senhor mediante Isaías:
 Desata as cadeias iníquas, solta os laços das altercaçõesviolentas, deixa livres os oprimidos, rompe todo limite injusto
(Is 58,
6
).O Senhor aceitou sujeitar-se à morte para que a culpa

Activity (3)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 thousand reads
1 hundred reads
Jose Bolzan liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->