Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
2Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
jornalonline

jornalonline

Ratings: (0)|Views: 335 |Likes:
Published by Tiago
jornal de sapiranga, jornal tj na festa das rosas, 2009, leia o jornal tj
jornal de sapiranga, jornal tj na festa das rosas, 2009, leia o jornal tj

More info:

Published by: Tiago on Nov 10, 2009
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

11/09/2009

pdf

text

original

 
BISSEMANAL
SAPIRANGA, Terla-feira 10 de Novembro de 2009 - Edição 84
JORNAL TJ
 o  i m p a r c i a l
NELMAR SOUTO PINHEIRO
ParabénsSapiranga
pela 26ª Festa das
Rosas.
 Av.João Corrêa, 1709 - Centro - Sapiranga
Revisão de contratos bancários,juros abusivos, cheque especial,empréstimos (carro-moto), casaprópria, leasing.
3039.3702/3039.1720
OAB 13.254
Fim de semanamovimentado na
26ª Festa das Rosas
O bom clima no domingo cooperou com os visitantes da 26ª Festa das Rosas. O Parque do Imigrante, em Sapiranga, está recebendo uma quantidade enorme de público que vieram prestigiar as diversas atrações da festa. As rosas estão encantando a todos. No Palco Multiculturas muitas apresentações estão sendo realizadas, no Palco Popular muita animação e noPalco Arena de Shows a galera tem aprovado as atrações, o coordenador Deuclécio Grippa está fazendo um excelente trabalho e alcançando todos os objetivos. Veja mais nas pg 05-07
 
02
 Jornal TJ
, Terça eira 10 de Novembro, 2009
ESTADO e BRASIL
Em uma manobra regimental, o governo federal conse-guiu adiar a votação da proposta de autoria do senador Paulo Paim (PT-RS), que estende a mesma política de re-ajuste do salário mínimo para as aposentadorias, prevista para ontem na Câmara dos Deputados. O projeto de Paimé uma emenda ao Projeto de Lei 01/07, que estabeleceque o salário mínimo será reajustado até 2023 com base
na inação do ano anterior e o crescimento do PIB de dois
anos antes.O adiamento ocorreu porque o relator da Medida Provi-sória (MP) 466, deputado João Carlos Bacelar (PR-BA), pediu prazo de uma sessão para apresentar seu parecer sobre o texto – que trata dos serviços de energia elétricanos sistemas isolados. Com isso, a pauta da sessão conti-nuou obstruída e o projeto de interesse dos aposentadosnão pôde ser votado.
Ainda não há denição de quando a proposta voltará a
entrar na pauta de votação da Câmara.Representantes daConfederação Brasileira dos Aposentados e Pensionistas(Cobap) negociavam com os parlamentares o compro-misso de colocar o PL 01/07 como primeiro item da pautaapós a votação da MP 466. Segundo o diretor de comuni-cação da Cobap, Antônio Graff, os aposentados esperamque o projeto já esteja na pauta de votação nesta terçafeira.O adiamento da votação provocou manifestações doscerca de 500 aposentados que lotaram as galerias da Câ-mara. Em alguns momentos, o presidente da Casa, depu-tado Michel Temer (PMDB-SP), teve de chamar atençãodos manifestantes para restabelecer a ordem durante asessão.
Proposta
O líder do PT na Câmara, deputado Cândido Vazarezza
(SP), tentou justicar a posição do Palácio do Planalto emrelação à emenda de Paim e armou que a aprovação da
 proposta poderia acabar prejudicando os trabalhadores.“Se tiver o mesmo reajuste para todos, o mínimo não teráo reajuste que nós estamos implementando desde quandoassumimos o governo”.O parlamentar foi vaiado durantea sua fala. Os aposentados reagiram da mesma forma aodiscurso do deputado Henrique Fontana (PT-RS), líder dogoverno na Câmara. Da tribuna, Fontana argumentou queo governo negociou com as centrais sindicais reajustes re-ais às aposentadorias acima do mínimo em 2010 e 2011. Nos bastidores, os líderes governistas reconhecem que
terão diculdade em rejeitar a matéria no plenário, uma
vez que a maioria dos deputados não quer enfrentar des-gastes com os aposentados em ano pré-eleitoral. Por essemotivo, retiraram o tema de pauta. Sem a aprovação, a base poupa o presidente Luiz Inácio Lula da Silva do des-gaste de vetar a iniciativa no ato da sanção da nova lei.globo.com.br 
APOSENTADORIA
E a festa do Senado Bra-sileiro continua: Judiciárioganha aumento de salário esenadores também querem.Enquanto o salário míni-mo aumenta de R$60,00 emR$60,0 reais, o povo paga aconta pra enriquecer os be-leza la do Planalto.O salário dos ministrosdo Supremo vai pular de R$24,5 mil para R$ 26,7 mil.Vem aumento de salário por aí também para o judici-ário. O Congresso aprovoue começou o "quero mais".Os senadores também que-
rem, já entraram na la.
Eles querem pegar carona.Os senadores, que tambémquerem ganhar mais, rece- bem hoje R$ 16,5 mil por mês, isso sem falar nos ou-tros benefícios, como verbaindenizatória e passagensaéreas. No total, o impacto paraos cofres públicos será deR$ 283 milhões por ano.E nós pagamos a contacomo sempre...Eu não sei ao certo, por-que os responsáveis nãoexpõe isso ao publico em
algum site ou mídia ocial.
Mas creio que é uma boaquantia somando, salario +verbas de gabinete + sessõesespeciais + vantagens... etcO que devemos levar emconsideração, não é o quan-to eles ganham, e sim o queeles fazem em prol da popu-lação, se é proporcional aoseus rendimentos. Não quero saber quantoum político ganha, querosaber se ele está cumprindoseu papel com ética e respei-to ao cidadão que o colocouno cargo.Está certo que enquantoeles ganham um absurdo para fazer nada, muitos ga-nham uma ninharia em umtrabalho quase escravo.Muita gente pensa: se nãofaz nada tem que ganhar menos..Temos que pensar assim: se ganha muito temque trabalhar mais.O que sei? Ganham dosmaiores ordenados do mun-do. Pagamos ternos e gra-vatas, viagens, etc.Eles se dão aumentosmuito maiores, exemplo:Eles 28% de aumento eos aposentados além de ga-nharem 70% do que deviamreceber ganham 5% de au-mento.Pagamos os cargos dosseus secretários, dos amigosque entram sem concursos eos SUPLENTES. Os desco-nhecidos dos eleitores. Tudocombinado com o eleito.Dizem que o gasto no car-tão cooperativo, neste go-verno é de estarrecer.Agora, pense.Favelas aumentando, povo de rua, jovens em se-máforos, estradas matando,esburacadas, sem sinaliza-ções, capim ´no acostamen-to, SAUDE MESMO COMPEDACINHO DA CPMF, NO CTI.Os gabinetes nós nemimaginamos.A tecnologia a favor dosque nem sabem usar o com- putador.Isto, vai desde prefeituras
nos ns dos conns, verea
-dores e cia., governadores ecia. Em Brasília basta ver asCPIs. Mensalões, cuecões...Movimentos gente que nãotrabalha e tem roupa, ali-mento, etc. TUDO PAGOPELO BRASILEIRO QUE NEM SABE QUE É PA-TRÃO DA TURMA.É incalculável. Ninguémsabe. Existem os cartõessem limites, coperativos.Ganham livre sem gastos.Aposentam-se com 8 anos.Vem, agora, a CPMF EO GOVERNO, NA NOS-SA CARA, AFIRMA QUEERA DESVIADO PARAMOVIMENTOS, PAGAR TUDO , MENOS A SAÚDEQUE ESTÁ UM CAOS.É as eleições estão pró-ximas é preciso ser cidadãoconsciente e acreditar quenós “povo” temos o poder nas mãos.Taís Costa.
E nós pagamos a conta...
A Comissão de Assun-tos Econômicos (CAE) doSenado aprovou projeto
que xa para 31 de julhode 2012 o m da multa
adicional de 10% do FGTS paga pelas empresas emcaso de demissão sem justa causa. O projeto, dosenador Renato Casagran-de (PSB-ES), será agoravotado no plenário e depoisencaminhado à Câmara.A multa normal é de40%. O adicional de 10%foi instituído por uma lei de2001 para cobrir o rombode R$ 42 bilhões no FGTSaberto pela decisão daJustiça de aplicar correçãointegral durante os planosVerão, no governo Sarney,e Collor I.Casagrande ressaltouque os balanços de 2006 já mostravam recuperação
do FGTS, o que justicariao m da multa em 31 de
dezembro de 2010. A lei
de 2001 não xa prazo.
Orientado pelo Ministériodo Trabalho, o senador Eduardo Suplicy (PT-SP) pediu que fosse até julhode 2012.
CRÉDITO HABITACIONAL
Outro projeto aprovado pela CAE estabelece quea situação cadastral de fa-mílias com renda igual ouinferior ao salário mínimoem instituições de proteçãoao crédito, como Sera-sa e SPC, não será maisconsiderada na análise docrédito habitacional.
As informações são do jornal O Estado de S.Paulo.
FGTS
PMs e Bombeiros agora têmPlano de Cargos e Salários
O Plano de Cargos e Sa-lários da Polícia Militar edos Bombeiros Militares doDistrito Federal agora é lei.Em cerimônia no Ginásio Nilson Nelson, nesta sexta-feira (6), o presidente daRepública, Luiz Inácio Lulada Silva, ao lado do gover-nador José Roberto Arruda,sancionou a lei que regula-menta o plano. Também foiassinado pelo governador um decreto que assegura oinício das efetivações das promoções a partir de de-zembro deste ano.A reformulação da car-reira promove duas impor-tantes mudanças: a obri-gatoriedade de diploma deensino superior para exercer 
a prossão e a graticação
 por risco de morte, antigareivindicação da categoria.Para garantir o acesso aoscursos de graduação, o GDFoferece um curso superior de Tecnologia em Seguran-ça e Ordem Pública para po-liciais sem diploma. O pa-
gamento da graticação se
inicia com R$ 250 em 2009.Haverá uma incorporaçãode R$ 150 ao ano, sempreno mês de agosto, até chegar a R$ 1 mil em 2014.
Concurso público
Com a exigência paranível superior aprovada, aseleção pública para solda-do da Polícia Militar terácontinuidade em breve. Se-gundo o comandante-geralda PMDF, coronel LuísSérgio Lacerda, em feve-reiro de 2010 o processoseletivo deve estar pronto eo curso de formação deve-rá ser iniciado em seguida.“Devemos dar continuidadeao concurso. O Cespe/UnBtinha uma previsão de nosentregar o concurso prontoem dezembro. Mas comotivemos uma pausa de doismeses, devemos estar comtudo concretizado em feve-
reiro”, armou.Com o concurso naliza
-do, mais 1,5 mil militares poderão sair às ruas. Deacordo com o comandanteda PMDF, há uma expecta-tiva de serem chamadas ou-tras 1,5 mil pessoas, a partir desta seleção. “Há uma pos-sibilidade de aproveitarmosmais 1,5 mil candidatos des-te concurso. Isto depende doresultado do concurso.
Fonte: clicabrasilia.com.br 
VISITE NOSSO STAND NESTA 26ª FESTA DAS ROSAS E CONCORRA A PRÊMIOS!
 
 Jornal TJ Terça feira, 10 de Novembro
,2009 03
DE OLHO NA RUA
ESPORTE
 
Por Milton Santana
SAPIRANGA 
contato@grupotj.com.br 3559.4358 / 3559.9076 -PARTICIPE!
Participe envie, comentá-rios, criticas, soluções, fotosdicas para o seguinte e-mail:
contato@grupotj.com.br Deixe também seu comentário no site jornaltj.com.br 
 
ESPAÇO LEITOR
Com a proposta de auxiliar as ações da Defesa Civil foientregue, ao Corpo de Bombeiros de Sapiranga um cami-nhão-tanque destinado ao transporte de água potável à co-munidade. O veículo foi adquirido em parceria do 2.º Co-mando Regional de Bombeiros e a prefeitura de Sapiranga por meio do Fundo de Reequipamento do Corpo de Bom- beiros (Funrebom).
Bombeiros ganham
caminhão-tanque
O prefeito de Sapiranga Nelson Spolaor assinou na tar-de desta terça-feira (3), a autorização do início das obrasdo Centro de Referência em Atendimento à Mulher. Em atorealizado na sala de reuniões do gabinete da prefeitura, par-ticiparam diversas entidades ligadas às políticas da mulher do município, secretários e vereadores. A obra orçada emR$ 374 mil terá recursos da Secretaria Nacional de Políticas para as Mulheres e contrapartida do município.
Início das obras do
Centro de Referência
da Mulher
Vitor Pacheco
Morador da Rua Lidia Closs, 430 , no bairro AmaralRibeiro em Sapiranga diz: A minha rua foi “toda calça-da” menos minha quadra (frente da minha casa), desde otempo do Renato nada mais foi feito para terminar esse pedaço, já fui 5 vezes falar com o secretário de obrasde Sapiranga e de tanto eu ir reclamar veio o caminhãodespejou um monte de saibro e eu mesmo tive que em- parelhar pois deixaram aqui na frente, acho que iriamvoltar em alguns dias (risos).Meu neto vai fazer 4 anos e ainda não conhece pa-trola, pois nunca passaram por aqui! Fico desepcionado, pois pago impostos e acho que mereço mais respeito.A rua é um abandono. Quero providências.Moradores da rua Bagé, no bairro Amaral reclamamdo uma enorme cratera que esta aberta a mais de 15 dias.É perigoso, pois temos crianças que passam ali todos osdias, dizem os moradores da redondeza. Cobrar de quem prefeitura ou corsan?
RELEMBRANDO
Valdecir Companhou mo-rador da Rua Beija Flor,57 no bairro São Luiz , informou aoJornal TJ que desde o iníciodo ano solicitou a Secretariade Obras providências pararetirada de terra e entulhos emfrente a sua residência, masaté agora nada foi feito. Val-decir teve que abrir valetas,e agora sofre também com a proliferação de ratos e outrosanimais provindos dos entu-lhos.
E O PROBLEMA CONTINUA...Valdecir nos informou que a secretaria de obras esteve no local, masque até agora nada feito.Ele espera providências rapidamente, pois não aguenta mais pedir para que as coisas se resolvam.
O mau tempo no m de semana prejudicou mais uma vezo campeonato varzeano, na sua ultima jogada de classica
-ção para próxima fase, pois varias equipes ainda buscam
classicação dependendo da ultima rodada.
Já o campeonato de futsal segue com suas rodadas de tre-ça a sexta, com bons jogos, no quarentão podemos ver bonsatletas ainda em perfeita forma com condições de jogar emqualquer outra equipe, e o destaque vem sendo o femininocom as garotas jogando um belo futebol de deixar muitosmarmanjos de boca aberta com suas jogadas.
E o ciclismo esse m de semana em três coroas não foi
muito bom para os sapiranguenses, na marotona prós co-wtry, só Elivelton Paiva no master-b e Moisés Ficher na
elite se classicaram.
Boa semana à todos!
 Numa parte do interior, só havia um mercadinho.O dono era um pentelho!O caipira foi no mercadinho e pediualpiste.- Pra que alpiste?- Pra mó di dá pro meu passarinho!- E cadê o passarinho?- Im casa, ora.- Então traz ele aqui, pois eu só vendo,vendo!Horas depois o caipira trouxe o pás-saro.- Tá bom? O qué mais passaro?- Táaqui o seu alpiste. - entregou.Dias depois o caipira voltou e pediu milho.- Pra que milho???????- Pro meu galo, pô!- E cadê o galo?O caipira não disse mais nada. Foi para casa buscar a droga do galo.- Ainda bem! Porque eu só vendo, ven-do! O sinhor sabe!Semanas depois o caipira voltou e disse:- Põe a mão nessa lata aqui.- Puta, que droga! Mas isto é merda!- Então aproveita e me vê dois rolo di paper higiênico!
Confraria daLeitura
A Biblioteca MunicipalEdwin Kuwer promove maisuma edição da Confraria daLeitura, dessa vez com a presença do escritor sapiran-guense Paulo Fleck.O encontro abordará a suamais nova obra intitulada ODilema de Aná e será reali-zado na quarta-feira, dia 18de novembro, na BibliotecaEdwin Kuwer, às 19 horas,com entrada franca.Em 15/08/1903, foi conclu-ída a construção da estra-da de ferro que ia de NovoHamburgo a Taquara. Foi a primeira estrada de ferro doEstado, tendo sua obra ini-ciada em 26/11/1871. NovoHamburgo e Taquara eram asduas estações principais, comsete estações secundárias etrês paradas.Uma das intenções da criaçãoda estrada era a ligação dacapital aos principais centroseconômicos do Estado (con-siderando que sua extensãovinha de Porto Alegre até Ta-quara). Um desses centros eraSão Leopoldo e entre as áreas pertencentes a esse municí- pio e colonizada por alemãesconstava Sapiranga.A segunda intenção da cria-ção da estrada era a questãomilitar, devido à preocupaçãoem relação à defesa do terri-tório que dependia da rápidamovimentação das tropas doexército.Vale ressaltar que a urbaniza-ção desencadeou-se devido àestrada de ferro. Porém, nadécada de 1960, quando foiinaugurada a estrada de ro-dagem estadual, o local, quetinha como principal meiode deslocamento a estrada deferro, passava a usar tambéma RS-239. Em 1964, a estradade ferro foi desativada.
MAIS UM POUQUINHO DESAPIRANGA...T
ransporte Ferroviário

Activity (2)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 thousand reads
1 hundred reads

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->