Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more ➡
Download
Standard view
Full view
of .
Add note
Save to My Library
Sync to mobile
Look up keyword
Like this
67Activity
×
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
25-Poesia sala de aula

25-Poesia sala de aula

Ratings:

4.67

(3)
|Views: 48,175|Likes:
Published by matiasalves

More info:

Published by: matiasalves on Mar 13, 2008
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, DOC, TXT or read online from Scribd
See More
See less

07/17/2013

pdf

text

original

 
Escola Secundária de GondomarDepartamento de Línguas RomânicasFichas de Recursos
Nº 25data: 3 de Janeiro de 07 Tema : Poesia na sala de aula
A Poesia na sala de aula - texto de Luísa Matos
 
Sugestões de Actividades
 
1. Tempos de poesia na sala de aulaO minuto da poesia
Na transição entre duas actividades diferentes, pode facilmente incluir-se um minuto dedicadoà poesia, utilizando livros de poesia, instrumentos musicais e eventualmente uma campainhapara dar início a este momento que se quer muito especial. No 1º Ciclo, a fim de criar umambiente lúdico e atractivo, o professor pode ainda usar um chapéu ou outro adereço, comosímbolo do “tempo poético”.Os livros utilizados devem ser mostrados aos alunos, identificados com o nome do poeta, oudos poetas, se se tratar de uma colectânea. Pode também chamar-se a atenção dos alunospara a capa ou para as ilustrações. No final da leitura, o livro deve ser disponibilizado aosalunos que o desejem manusear ou ler outros poemas. 
O quarto de hora de poesia
Dedicar um quarto de hora à leitura de poemas é uma actividade a realizar preferencialmenteuma ou duas vezes por semana. Recomenda-se uma actividade de
impregnação
, ou seja uma leitura sugestiva, sem análisenem debate que procura apenas suscitar a fruição. Recomenda-se ainda que o professor procure apresentar poetas e estilos diferentes e que procure adequar a entoação da leitura aoconteúdo do poema. 
A hora da poesia
Uma hora de poesia na aula exige trabalho de preparação intensa por parte do professor e só érecomendável para alunos já motivados para este tipo de actividade. A frequência mais adequada tem de ser decidida em função da turma, mas de uma maneirageral pode realizar-se com êxito uma ou duas vezes por mês.
 
 Além da leitura dos poemas seleccionados, justifica-se o debate, a análise do conteúdo e dosrecursos linguísticos, comentários escritos e outras actividades.
A semana da poesia
 Quando se decide dedicar uma semana à poesia é possível desejável que a escola se envolvae que colaborem professores de várias disciplinas, bem como pais e outros familiares quedesejem participar. As actividades podem incluir:
encontros poéticos entre turmas;
espectáculos de poesia com (ou sem) acompanhamento musical, envolvendo (ou não)dramatização;
 
escrita intensiva de poemas durante toda a semana;
 
concursos de leitura de poemas;
 
 jogos florais;
 
exposição de poemas ilustrados, por toda a escola;
 
troca de mensagens entre turmas, escritas em verso e apresentadas emdiversossuporte;
 
enigmas em verso para propor a outras turmas ou para rally papers;
 
encontros com poetas;
 
correspondência poética entre escolas do mesmo agrupamento ou de agrupamentosdiferentes;
 
selecção dos poemas preferidos dos alunos ou da turma e apresentação das escolhasà escola em cartazes ilustrados.
2. Diferentes modalidades de integração da poesia na sala de aula
 
Modalidades deintegraçãoActividades do professor 
 
Imersão
Lê poesia aos alunos todos os dias.Encoraja os alunos a lerem eles próprios poesia e a releremcertos poemas. Apresenta diferentes antologias de poemas. Incita os alunos a coleccionarem poemas (antologia pessoal ouantologia de grupo constituídas por tema, poeta, forma, etc.). 
 
 Exploração
Suscita interpretações de poemas para debate, representaçãodramática com música ou dança, ilustrações de poemas, etc. Compara poemas ou poetas. Ajuda a descobrir recursos poéticos. 
Experimentação
Cria uma atmosfera propícia à elaboração de poemas.Proporciona ocasiões de produção colectiva. Encoraja esforços pessoais. Cria condições para que os alunos leiam poemas ou apresentemos seus poemas em diferentes contextos. 
3. Diferentes modalidades de leitura de poemas na sala de aula 
A apresentação oral de poemas exige preparação. O professor deve primeiro sentir o poemapara depois o poder partilhar com os alunos. E deve ter treinar para poder usar adequadamente diferentes recursos expressivos, tais como a intensidade da voz, a pronúncia,a entoação, os silêncios e a expressão facial, os movimentos, a postura, etc.Uma boa leitura de poemas deve ser clara e natural. Mas, neste caso, conseguir ser naturalpressupõe algum treino. 
Formas de ler poemas em voz alta
: 
Leitura em duo
 Muitos poemas prestam-se a este tipo de leitura ou para pequenos corais. Um exemplo é ospoemas que têm forma de pergunta-resposta.Os alunos devem decidir quais os versos que formam uma unidade de sentido e ensaiarem aleitura. 
Leitura em roda
Os alunos colocam-se em círculo. Um aluno começa a leitura, depois passa o livro ao vizinhoque continua e assim sucessivamente.
Leitura com adereços
Cada aluno escolhe o seu poema preferido e escolhe acessórios que ajudem a ilustrar oconteúdo ou o espírito do poema e torne a leitura mais viva. No dia da apresentação os alunosrecitam ou lêem o poema com a respectiva encenação. 

Activity (67)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
António Exposto liked this
Alida Leticia liked this
Paula Fernandes liked this
Jorge Evangelho liked this
Volvago Soze liked this
Mayara Mirele liked this
Bruna Barcaroli liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->